Forte quebra de turistas portugueses na Dominicana acentua-se em Agosto

27-09-2019 (14h02)

Foto: www.godominicanrepublic.com
Foto: www.godominicanrepublic.com

A Dominicana teve em Agosto uma quebra de turistas residentes em Portugal em 15,9%, depois de quedas em 5,1% em Junho e em 8,9% em Julho, ou seja, desde que surgiram notícias sobre mortes de turistas em resorts no país, a maior parte delas ainda inexplicadas, com a quebra a centrar-se nos voos directos para Punta Cana, que têm um decréscimo em 18,2%.

Dados oficiais da República Dominicana indicam que nos três meses de época alta já com dados publicados, os quais representaram 44,4% do total de turistas portugueses que visitaram o país em 2018, este ano registam uma quebra em 10,5% ou 1.889.

Os dados indicam que em Junho estiveram na Dominicana menos 276 turistas residentes em Portugal que há um ano, em Julho foram menos 502 e em Agosto, menos 1.111.

Em função destes resultados nos meses mais fortes do turismo português para a Dominicana, o balanço do ano já ‘está no vermelho’, com uma quebra em 12,7% ou 3.795, tanto mais quanto os primeiros meses do ano, por ausência de voos directos para Punta Cana, também foram de quebra.

De facto, no primeiro trimestre, o número de turistas portugueses na Dominicana caiu 52% ou 3.159, para 2.919.

Abril e Maio já foram meses de recuperação, com aumentos respectivamente em 8,7% ou 312 e em 44,6% ou 941, mas as quedas voltaram em Junho, o que levou ao lançamento de promoções agressivas que, no entanto, não impediram a continuação das quebras (clique para ler: Pacotes Caraíbas a Seis-Nove-Nove fazem soar campaínhas na operação turística).

Os dados do banco central da Dominicana consultados pelo PressTUR mostram que a queda tem sido mais forte nos voos directos para Punta Cana (que a Orbest deixou de operar como charters, passando-os a voos regulares, ainda que sazonais este ano) promovidos principalmente pelos operadores Jolidey e Soltour.

A informação oficial indica que até Agosto chegaram este ano à Dominicana 22.589 turistas residentes em Portugal, o que significa uma quebra em 14,1% ou 3.719 em relação aos primeiros oito meses de 2018, com a quebra no mês de Agosto a atingir 18,2% ou 1.122, ficando em 5.052.

Igualmente em queda, mas bastante menos acentuada estão os voos directos par Samaná, promovidos pelo operador Soltour, que operam apenas no Verão.

Nos meses de Junho a Agosto, chegaram ao aeroporto del Catey (Samaná) 1.888 turistas residentes em Portugal, -4,8% ou menos 95 que no Verão de 2018, mas sem quebra no mês de Agosto, em que viajaram 699 turistas residentes em Portugal, +1,9% ou mais 13 que há um ano.

E a subir estão apenas as chegadas de turistas portugueses ao Aeroporto Internacional de Las Américas, que serve a capital do país, e que é utilizado principalmente por turistas residentes em Portugal que viajam para a Dominicana via Espanha.

Até Agosto, chegaram a esse aeroporto 1.496 turistas residentes em Portugal, +1,6% ou mais 24 que no período homólogo de 2018, e até com aumento em 6,7% ou oito no mês de Agosto, em que viajaram 128.

 

Clique para mais notícias: Dominicana

Clique para mais notícias: Portugal

Clique para mais notícias: Caraíbas

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Dominicana sofre queda de 261 mil turistas estrangeiros em 2019

20-01-2020 (19h34)

A República Dominicana, que em 2019 enfrentou um desgaste de imagem pela ocorrência de mortes não explicadas de turistas estrangeiros, nomeadamente residentes nos Estados Unidos, terminou o ano com menos 261 mil turistas estrangeiros (-4,6%) que em 2018.

Dominicana teve menos 11,8% de turistas residentes em Portugal no ano de 2019

20-01-2020 (16h39)

A República Dominicana, primeiro destino de férias dos portugueses nas Caraíbas, recebeu 35.766 turistas residentes em Portugal no ano de 2019, de acordo com os dados divulgados pelo seu banco central que, assim, mostram uma quebra em 11,8% ou quase 4,8 mil.

EUA restringem voos para Cuba para cortar receitas do turismo

13-01-2020 (12h07)

Os Estados Unidos restringiram os voos entre o seu território e Cuba, para reduzir as receitas do turismo da ilha, que Havana usa, diz Washington, para apoiar o regime de Nicolas Maduro na Venezuela. Cuba diz que medida viola os direitos humanos.

Riu Palace Riviera Maya reabre após renovações de 36 milhões de euros

12-12-2019 (15h50)

O resort Riu Palace Riviera Maya, em Playa del Carmen, no México, reabriu após um investimento em renovações de 40 milhões de dólares, cerca de 36 milhões de euros.

Wamos Air vai passar a voar para Cancun em A330

05-12-2019 (13h41)

A companhia de aviação espanhola Wamos Air, antiga Pullmantur Air, comprada pela sociedade de investimentos Springwater, que em Portugal comprou a antiga Espírito Santo Viagens, actualmente Wamos Portugal, vai passar a voar a rota Madrid - Cancun em Airbus A330-200, em lugar do Boeing B747-400.

Noticias mais lidas