euroAtlantic negoceia fazer voos para a Cubana de Aviación que precisa tirar médicos do Brasil

23-11-2018 (16h31)

Imagem: euroAtlantic
Imagem: euroAtlantic

Eugénio Fernandes, CEO da euroAtlantic, confirmou ao PressTUR que a companhia de aviação portuguesa está em negociações para alugar uma aeronave à Cubana de Aviación, numa altura em que a transportadora cubana está em missão de retirada de médicos cubanos do Brasil.

Fonte do mercado disse ao PressTUR que a companhia estatal cubana, que opera ligações entre Madrid e Cuba, suspendeu a comercialização de algumas rotas esta semana, por estar a realizar a operação de retirada de médicos cubanos do Brasil, após o fim de um programa de cooperação entre os dois países imposto pelo novo presidente eleito Jair Bolsonaro.

A imprensa brasileira avançou este mês que o governo cubano decidiu deixar o programa Mais Médicos, através do qual Cuba envia profissionais de saúde para o Brasil desde 2013, devido a “referências directas, depreciativas e ameaçadoras” à presença de médicos cubanos no Brasil feitas por Jair Bolsonaro.

A Cubana de Aviación, de acordo com uma fonte do PressTUR, reabriu hoje as vendas dos seus voos, por ter chegado a acordo para alugar um avião a uma companhia de aviação portuguesa.

Eugénio Fernandes, CEO da euroAtlantic, questionado pelo PressTUR durante o Congresso da APAVT, a decorrer em Ponta Delgada, Açores, não confirmou a existência de um acordo, indicando apenas que estão a decorrer negociações com a companhia cubana, para a qual já efectuou vários voos no passado.

“O que podemos dizer é que é óbvio que estamos a negociar com a Cubana. Nós operamos para a Cubana há 13 anos. Há 13 anos que todos os anos nesta altura do ano precisam de capacidade adicional. Por isso, sim, estamos a negociar”, disse o executivo.

As rotas para as quais a euroAtlantic poderá voar pela Cubana serão “o normal, Madrid – Havana, Buenos Aires – Havana”, disse Eugénio Fernandes, acrescentando que, contudo, ainda não estão definidas, nem rotas, nem datas, porque “as negociações são difíceis”.

No início de Agosto, citado num comunicado da euroAtlantic a assinalar 25 anos de actividade da empresa, o proprietário e presidente do Conselho de Administração, Tomaz Metello, afirmou que “a marca euroAtlantic já faz parte do património das palavras cubanas”, recordando a sua actividade como exportadora de serviços ACMI (aluguer que inclui avião, tripulação, manutenção e seguro) para a companhia aérea Cubana de Aviácion (clique para ler: euroAtlantic prevê transportar 2.730 turistas nos charters da Sonhando para Cayo Coco).


O PressTUR está em Ponta Delgada a convite da APAVT 

 

Clique para ver mais: euroAtlantic

Clique para ver mais: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Americanos garantem crescimento do turismo internacional na Dominicana no 1º trimestre

16-04-2019 (14h44)

O crescimento em 12,3% das chegadas dos Estados Unidos, seu primeiro mercado emissor, garantiu à Dominicana um aumento de turistas internacionais no primeiro trimestre, apesar do calendário desfavorável à comparação com 2018.

Turistas portugueses na Dominicana baixam 52% no 1º trimestre

16-04-2019 (14h37)

Sem voos directos para Punta Cana e sem Páscoa no primeiro trimestre, ao contrário do que aconteceu em 2018, o número de turistas portugueses na Dominicana baixou 52% este ano, representando uma queda de 3,1 mil, para 2,9 mil.

Barceló investe 250 milhões de dólares em novo resort na Riviera Maya

02-04-2019 (14h39)

O Barceló Hotel Group anunciou que vai abrir em Dezembro um novo resort "adults only" na Riviera Maya com 850 quartos, num investimento de 250 milhões de dólares, cerca de 223 milhões de euros.

Charters para Cayo Coco, Cuba, já têm mais de 100 passageiros em cada partida

01-04-2019 (17h10)

As vendas de férias em Cuba estão “muito mais avançadas” que em anos anteriores, disse ao PressTUR o director do operador turístico Sonhando, José Manuel Antunes, indicando que, a mais de três meses do início da operação para Cayo Coco, já “não há nenhuma partida com menos de 100 passageiros”.

Dominicana: Crescimento das chegadas dos EUA compensa quebra de turistas europeus

26-03-2019 (16h13)

A República Dominicana está a manter este início de 2019 o padrão de desenvolvimento do turismo internacional que já apresentava em 2018, com o crescimento a basear-se no aumento a dois dígitos das chegadas dos Estados Unidos, que mais do que compensa  quebra de turistas europeus, incluindo portugueses.