Cuba está a receber mais portugueses que no ano passado, Embaixadora Mercedes Martínez

29-06-2018 (17h59)

A embaixadora de Cuba em Portugal, Mercedes Martínez, revelou, num evento de promoção de Cuba hoje a bordo do MSC Magnífica, organizado pela MSC, Sonhando, Solférias e iTravel, que a ilha das Caraíbas recebeu 12.908 portugueses até 26 de Junho, mais 1% que no período homólogo do ano de 2017.

A embaixadora cubana salientou também que, porém, é nos meses de Julho, Agosto e Setembro que há maior afluência de portugueses à ilha devido ao calendário de voos charter e cruzeiros.

No ano passado, Cuba recebeu 27.315 turistas portugueses, mais 6,9% que em 2016 (25.544) e quase o dobro do ano de 2014 (14.626).

No que diz respeito ao número de turistas internacionais este ano, Mercedes Martínez afirma que “foram ultrapassadas as expectativas”, com um crescimento de 6%, num ano em que há menos 9% de turistas nas Caraíbas.

A embaixadora de Cuba destacou as mais-valias de Cuba para o turismo, como os dez sítios considerados Património Mundial pela UNESCO, as suas seis Reservas da Biosfera, as características hospitaleiras e culturais do seu povo e a segurança na ilha.

O país dispõe de 67.709 quartos em 366 unidades hoteleiras e está a desenvolver mais 10.000 quartos a um ritmo de cerca de 2.500 quartos por ano. No que diz respeito a restauração e alojamento local, estão disponíveis cerca de 2.000 paladares e cerca de 21.000 quartos.

Cuba conta com dez aeroportos internacionais, três portos de cruzeiro, nove pontos de embarque e sete marinas.

A próxima edição da FitCuba vai celebrar os 500 anos de Cuba em Havana e Espanha vai ser o país convidado.

O evento no MSC Magnífica m que participaram dezenas de agentes de viagens também contou com intervenções de Kate Lourenço, da Sonhando, Paulo Almeida, da Solférias, Mateus Vieira da Silva, da iTravel, e de Eduardo Cabrita e Pedro Teixeira Vasco, da MSC Cruzeiros.

Os operadores apresentaram os seus programas para Cuba, como as operações charter para Cayo Coco e Cayo Guillermo, entre 9 de Julho e 10 de Setembro, e para Varadero, que teve início a 2 de Junho e vai decorrer até 6 de Outubro.

A linha de cruzeiros, por sua vez, apresentou os dois itinerários do MSC Armonia pelas Caraíbas, à saída de Havana, sendo que a partir de Dezembro o Armonia vai fazer cruzeiros à saída de Miami.

Clique para ver mais: Cuba

Clique para ver mais: Caraíbas

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Portugal é o segundo país europeu com maior aumento do número de turistas na Dominicana

18-09-2018 (15h13)

Perto de 30 mil turistas portugueses estiveram já este ano na Dominicana, mais 8,4 mil que nos primeiros oito meses de 2017, no que é o segundo maior aumento da Europa, que é um dos mercados em tendência de queda, que aliás se agravou em Agosto com o decréscimo a atingir 10%.

Hilton associa-se à Playa Hotels para abrir novos resorts all-inclusive nas Caraíbas

17-09-2018 (14h46)

A Hilton criou uma aliança com a Playa Hotels & Resorts para abrir novos resorts de operação em regime de tudo incluído (TI), começando com duas unidades nas Caraíbas e na América Latina.

Iberostar abre novo hotel de luxo em Havana na próxima segunda-feira

06-09-2018 (13h25)

A Iberostar Hotels & Resorts vai abrir um hotel de luxo com 321 quartos em Havana na próxima segunda-feira, dia 10 de Setembro, o Iberostar Grand Packard, localizado num edifício histórico próximo do Capitólio da capital cubana.

Norte-americanos garantem crescimento do turismo internacional na Dominicana

20-08-2018 (15h35)

A Dominicana voltou a ter um crescimento modesto em Julho das chegadas de turistas estrangeiros, porque apesar de aumentos dos seus dois maiores emissores da América do Norte, da Europa continua a registar quebras, principalmente da Alemanha e Espanha

Samaná ‘puxou’ em Julho pelo aumento de turistas portugueses na Dominicana

20-08-2018 (13h18)

Samaná foi o destino da Dominicana que mais ‘puxou’ pelo aumento de turistas residentes em Portugal em Julho, um mês que foi, no entanto, de forte abrandamento do crescimento das chegadas portugueses.