Vila Galé Touros é um dos cinco projectos hoteleiros “mais quentes” na América Latina – TopHotelNews

10-04-2018 (15h46)

Imagem: Vila Galé
Imagem: Vila Galé

A TopHotelNews, especializada em informação para o sector hoteleiro, elegeu o resort que a Vila Galé está a construir em Touros, no Brasil, como um dos cinco projectos hoteleiros “mais quentes” na América Latina, uma região que diz estar “em ascensão como destino turístico” e onde “os hoteleiros inteligentes” estão a investir.

“A América Latina está em ascensão como destino turístico. Os hoteleiros inteligentes estão a optar por investir em locais exóticos e com procura, como México, Brasil e Cuba, devido à procura contínua por alojamento nessas áreas”, escreve Sorcha O’Higgins, editora do TopHotelNews.

A jornalista irlandesa baseada em Buenos Aires indica que estão previstos abrir 314 novos hotéis na América Latina nos próximos anos e destaca em seguida os cinco hotéis “mais interessantes” em pipeline.

O Vila Galé Touros, no litoral do estado brasileiro do Rio Grande do Norte, a cerca de 90 quilómetros de Natal, é um desses projectos.

O grupo hoteleiro português perspectiva inaugurar o resort em Setembro deste ano, após um investimento de cerca de 150 milhões de reais.

O Vila Galé Touros será um resort de luxo de 4-estrelas localizado “ao longo de uma das famosas praias de areias brancas do Brasil”, sublinha o TopHotelNews, destacando que terá 514 quartos e será “destinado a famílias que desejam aproveitar a deslumbrante costa do Brasil”.

O complexo inclui quatro restaurantes, um Spa, um clube infantil, centro de convenções, instalações recreativas e três piscinas ao ar livre.

Outro dos projectos “mais quentes” em construção na América Latina é o Paradisus Cayo Santa Maria, em Cuba, um 5-estrelas de 802 quartos previsto abrir no 4º trimestre deste ano, “num dos locais mais bonitos do planeta”.

A lista inclui ainda o Hard Rock Hotel Los Cabos, no México, que terá 639 quartos e está previsto abrir no primeiro trimestre de 2019, o Dreams Buenaventura Panama Resort & Spa, no Panamá, um 5-estrelas de 614 quartos, e o Hideaway At Royalton Antigua, um 5-estrelas de luxo em Antigua, com 500 quartos e suites.

 

Ver também:

Vila Galé lança primeira pedra do resort de Touros

 

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Vila Galé

Clique para mais notícias: Brasil

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Azul inaugura voos diários Campinas – Buenos Aires

11-01-2019 (13h34)

A companhia de aviação brasileira Azul, que tem voos entre Lisboa e Campinas, e que a partir de Junho também terá ligações ao Porto, inaugurou hoje uma nova rota diária para Buenos Aires, capital da Argentina.

Governo brasileiro diz que não vai vetar acordo entre a Boeing e Embraer

11-01-2019 (13h14)

O Governo brasileiro disse que não exercerá o poder de veto no acordo entre a empresa aeronáutica norte-americana Boeing e a brasileira Embraer, para a criação de uma nova empresa de aviação comercial que absorve a brasileira.

TAP já tem programação de voos no novo A330-900neo em mais rotas da América do Norte e Brasil

10-01-2019 (13h37)

A TAP, que foi a companhia a fazer os primeiros voos comerciais do novo avião da Airbus A330-900neo, a 15 de Dezembro entre Lisboa e São Paulo, já tem nos sistemas de reservas a programação da utilização do novo avião no Verão IATA nas rotas de Boston, Miami, Nova Iorque JFK, Newark, nos EUA, Toronto, no Canadá, bem como em voos para o Brasil.

Charters de réveillon fazem crescer mercado português nos hotéis Vila Galé no Brasil

10-01-2019 (12h09)

A Vila Galé teve um ano “bastante positivo” no Brasil e com um contributo do mercado português, que cresceu impulsionado pelos voos charter programados pelos operadores turísticos portugueses para o Fim de Ano, segundo o administrador do grupo, Gonçalo Rebelo de Almeida.

Receitas da Vila Galé no Brasil subiram 20% em 2018

10-01-2019 (12h03)

A Vila Galé no Brasil fechou o ano com receitas de 318 milhões de reais (74,8 milhões de euros ao câmbio de hoje), mais 53 milhões (12,5 milhões de euros) ou mais 20% que no ano anterior, avançou Gonçalo Rebelo de Almeida, administrador do grupo.

Ultimas Noticias