Vendas de TAP pelas agências corporate brasileiras caem 13,2% no primeiro semestre

24-07-2019 (18h35)

As vendas de voos TAP pelas agências corporate brasileira associadas da ABRACORP caíram 13,2% no primeiro semestre e reduziram a quota de vendas da companhia portuguesa, nº 1 em oferta de ligações entre o Brasil e a Europa, para 3,7%, de acordo com os dados avançados pela associação à imprensa brasileira.

A informação da ABRACORP mostra que no primeiro semestre prevaleceu uma tendência de queda de voos internacionais, que tiveram um decréscimo de 1,7%, para 1.435,77 milhões de reais (cerca de 342 milhões de euros ao câmbio de hoje), embora a tendência geral tenha sido de aumento de vendas das suas associadas, que tiveram uma subida em 14,7%, atingindo o total de 5.569,67 milhões de reais (cerca de 1.326,6 milhões de euros).

Esta subida foi impulsionada principalmente pela evolução das vendas de voos domésticos, que subiram 24,8%, totalizando 2.234,84 milhões de reais (cerca de 532,3 milhões de euros).

Relativamente às vendas de voos internacionais, o portal “Panrotas” noticiou que das dez companhias com mais vendas de voos internacionais, apenas o grupo chileno - brasileiro LATAM, que em Outubro reforça a oferta de voos para Lisboa, a norte-americana United e a panamense Copa tiveram aumentos de vendas no primeiro semestre, respectivamente em 19,7%, em 20% e em 10,5%.

O “Panrotas” acrescenta que a Lufthansa com a Swiss foi o grupo aéreo com maior queda de vendas no semestre, com 20,8%.

O ranking avançado na notícia indica que o LATAM reforçou a liderança, com as vendas a ascenderem a 282,86 milhões de reais (cerca de 67,37 milhões de euros), à frente da American, com 186,81 milhões de reais (cerca de 44,49 milhões de euros), United, com 153,66 milhões de reais (cerca de 36,6 milhões de euros), e grupo Air France KLM, que é assim o nº 1 europeu, com 133,21 milhões de reais (cerca de 31,73 milhões de euros).

A informação mostra que as vendas ABRACORP de voos Air France KLM caíram 7,5% no semestre e as vendas do grupo Brisith Airways e Iberia caíram 7,7%.

 

Clique para mais notícias: ABRACORP

Clique para mais notícias: TAP

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Agências de viagens

Clique para mais notícias: Brasil

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Air Europa amplia ligações entre Espanha e o nordeste brasileiro com voos para Fortaleza

23-08-2019 (15h38)

A Air Europa, única companhia espanhola com voos directos entre Espanha e o nordeste brasileiro, disputando esse mercado com a TAP, marcou para Dezembro a introdução do seu terceiro destino nessa região do Brasil, Fortaleza, depois de Salvador e Recife, que lhe valeram 80 mil passageiros nos primeiros sete meses deste ano, com um aumento homólogo em 8,3%.

Air Europa vai voar Madrid – Fortaleza a partir de 20 de Dezembro

23-08-2019 (13h58)

A Air Europa, companhia do grupo Globalia, de que fazem parte o operador turístico Travelplan e os hotéis Be Live, vai voar Madrid – Fortaleza a partir de 20 de Dezembro, inicialmente com dois voos por semana e, a partir de Junho, com três voos por semana.

Pista do aeroporto Santos Dumont no Rio de Janeiro encerra um mês para obras

23-08-2019 (13h39)

A pista principal do aeroporto Santos Dumont no Rio de Janeiro vai estar encerrada durante um mês para obras. Cerca de 200 voos diários serão transferidos para o Aeroporto Internacional Tom Jobim (Rio Galeão).

Avianca Brasil deixa Star Alliance no dia 1 de Setembro

19-08-2019 (16h02)

A companhia aérea Avianca Brasil, que está a atravessar graves problemas financeiros, e já deixou de ser liderada por German Efromovich, vai deixar a Star Alliance no dia 1 de Setembro.

Balanço do LATAM evidencia recuperação ‘explosiva’ da aviação no Brasil

16-08-2019 (16h15)

O LATAM, maior grupo de aviação comercial da América Latina, cuja subsidiária brasileira, a LATAM Brasil (antiga TAM), é líder brasileira em voos internacionais, indicou que no segundo trimestre teve um aumento da receita unitária (por lugar voado um quilómetro) de 18,7%, atingindo 29,5% em reais.

Noticias mais lidas