Rotas internacionais geram 91% do crescimento da Azul em Maio

11-06-2018 (15h30)

Foto: ANA Aeroportos
Foto: ANA Aeroportos

A companhia de aviação brasileira Azul, que, como a TAP, tem David Neeleman como accionista de referência, cresceu 14% em Maio, ‘puxada’ por um aumento em 71,4% em rotas internacionais, uma das quais Lisboa, até ao presente a sua única rota europeia.

Os dados publicados pela Azul mostram que as rotas internacionais geraram, assim, 91,6% do aumento de tráfego (em RPK, do inglês para passageiros x quilómetros voados) do mês de Maio, sensivelmente em linha com o aumento de capacidade (em ASK, do inglês para lugares x quilómetros voados).

A Azul, que se apresenta como “a maior companhia aérea do Brasil em número de destinos”, concentrou em rotas internacionais 84,2% do seu aumento de capacidade, fazendo um aumento em 71,5%.

A companhia teve assim apenas uma ligeira queda de 0,1 pontos da taxa de ocupação dos seus voos internacionais, para 89,5%.

Igualmente em queda esteve a ocupação dos seus voos domésticos, que baixou de 78% para 77,1%, já que o crescimento do tráfego ficou em 1,5% face a um aumento de capacidade em 2,6%.

No conjunto dos primeiros cinco meses do ano, no entanto, a Azul regista uma melhoria da taxa média de ocupação dos voos domésticos de 0,6 pontos, para 79,8%, por crescimento do tráfego em 2,5% face a um aumento da capacidade em 1,7%.

Os voos domésticos concentraram 75,3% da capacidade total da companhia nos primeiros cinco meses deste ano, mas no período homólogo de 2017 concentravam 84,1%.

Essa redução de 8,7 pontos reflecte a crescente aposta da companhia nos voos internacionais, traduzida na concentração em 89,4% do seu aumento de capacidade nestas linhas, por um aumento homólogo em 75,9%.

 

Clique para mais notícias: Azul

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Brasil

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Low cost argentina Flybondi recebe autorização para entrar no Brasil

17-02-2019 (12h16)

A low cost argentina Flybondi foi autorizada a entrar no Brasil pela Agência Nacional de Aviação Civil do país (ANAC), através de uma publicação no Diário Oficial da União, mas ainda necessita de uma autorização operacional para começar voar.

LATAM passa a voar São Paulo – Madrid com B777 e A350

15-02-2019 (08h59)

A LATAM, que actualmente opera as ligações São Paulo Guarulhos – Madrid com aviões A350-900XWB, vai passar a utilizar também um B777-300ER nessa rota.

LATAM começa 2019 com crescimento ‘curto’ para o aumento de capacidade

12-02-2019 (11h45)

O grupo de aviação LATAM, formado pela integração da brasileira TAM na chilena LAN, indicou hoje que em Janeiro teve crescimento do tráfego em 5,1%, as ainda assim a sua taxa média de ocupação dos voos caiu 0,8 pontos, ficando em 85,5%.

Azul vai ter os novos A330-900neo a voar para Lisboa e Porto a partir de Junho

11-02-2019 (10h42)

A Azul, companhia de aviação brasileira fundada por David Neeleman que também tem capital da TAP, vai ter o seu novo Airbus A330-900neo a voar para Lisboa, que será a rota de estreia de voos comerciais com o novo avião, a 1 de Junho, e para o Porto, um mês depois.

Gastos dos brasileiros em turismo no estrangeiro caíram 738,5 milhões de dólares em 2018

29-01-2019 (14h37)

Os residentes no Brasil, que são dos turistas que mais contribuem para as receitas turísticas portuguesas, reduziram em 738,55 milhões de dólares (171,58 milhões de euros), apesar de no fim do primeiro semestre terem um aumento de 770,8 milhões (179 milhões de euros).