Rio de Janeiro declara estado de emergência, fecha locais turísticos e limita comércio

17-03-2020 (10h24)

O estado brasileiro do Rio de Janeiro entrou em estado de emergência devido ao novo coronavírus e fecha ao público, a partir de hoje, os seus principais locais turísticos, como o Corcovado e o Pão de Açúcar.

As medidas foram anunciadas pelo governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, que especificou que o decreto também determinará que bares e restaurantes reduzam a aceitação de clientes em 30% e que nos centros comerciais apenas permaneçam abertas as praças de restauração.

O governador estadual reiterou, em conferência de imprensa, a importância de seguir as recomendações das autoridades, num apelo aos jovens e àqueles que não entenderam que estão a tentar evitar mais mortes como as que estão a ocorrer em Itália, Espanha e Coreia do Sul.

Em relação às medidas adotadas nos restaurantes, o governador aconselhou os habitantes do Rio de Janeiro a optarem por entregas ao domicílio ou a comprarem comida e levá-la para casa, de forma a evitar aglomerações de pessoas.

Witzel afirmou que estado de emergência foi decretado para justificar as medidas adotadas para fazer frente ao impacto do novo coronavírus e apoiar comerciantes e empresários e anunciou que o governo estadual desembolsará 320 milhões de reais (57 milhões de euros) para apoiar financeiramente os pequenos empresários afetados.

O governador frisou várias vezes um pedido de cuidado especial para com os idosos e pessoas mais vulneráveis à contração do vírus.

As novas medidas em vigor no Rio de Janeiro desde hoje somam-se às que tinham sido anunciadas na semana passada, como a suspensão das aulas nas escolas públicas, além de espetáculos e qualquer tipo de evento desportivo em todos os municípios da região.

O número de casos confirmados no Brasil do novo coronavírus aumentou para 234, sendo que o Ministério da Saúde monitoriza 2.064 casos suspeitos, informou hoje o Governo brasileiro.

São Paulo, maior metrópole brasileira, tem mais de metade dos casos, com 152 infetados, e seguem-se os estados do Rio de Janeiro, com 31, e o Distrito Federal (Brasília) com 14.

Rio de Janeiro e São Paulo são também os estados que já registam casos de transmissão comunitária, que é quando há uma maior difusão do vírus, e as autoridades de saúde já não conseguem identificar a cadeia de infecção.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Brasil

Clique para mais notícias: Coronavírus

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Azul ainda termina 1º trimestre a crescer, apesar do impacto da pandemia de covid-19

07-04-2020 (16h21)

A Azul, companhia brasileira que é accionista indirecta da TAP, indicou hoje que terminou o primeiro trimestre com um crescimento do tráfego em 10,8%, embora tendo registado uma quebra de 24,6% no mês de Março, em que se agravou a disseminação pelo mundo das infecções pelo novo coronavírus.

Brasil tem quase 300 mortos e regista 3º dia seguido com mais de mil infectados

03-04-2020 (12h55)

A pandemia de covid-19 já provocou 299 mortos e 7.910 infectados no Brasil, que, assim, pelo terceiro dia consecutivo ultrapassou os mil casos confirmados da infecção provocada pelo novo coronavírus.

LATAM reduz operação em Abril em 95%

02-04-2020 (17h06)

O Latam, grupo que engloba a chilena LAN e a brasileira TAM, que é uma das companhias brasileiras com voos para Lisboa, informou hoje que em Abril reduz a operação em 95%, tendo em conta as restrições às viagens e a quebra da procura devido à pandemia de covid-19.

Covid-19 já matou mais de 200 pessoas no Brasil

01-04-2020 (10h30)

O Brasil ultrapassou a barreira dos 200 mortos pelo novo coronavírus, tendo registado até ao momento 201 óbitos e 5.717 infectados, anunciou o Governo brasileiro, acrescentando que foram confirmados 1.138 casos positivos nas últimas 24 horas.

Covid-19 avança no Brasil e já matou 111 pessoas

29-03-2020 (10h21)

O Brasil tem 111 mortos em dez estados pela covid-19 e 3.904 infectados pelo novo coronavírus, segundo informou hoje o Ministério da Saúde, que indica assim um aumento de 487 infectados em 24 horas.

Noticias mais lidas