Queda da ocupação dos voos do grupo LATAM acentua-se em Julho

08-08-2018 (16h34)

Foto: Marcio Jumpei/LATAM
Foto: Marcio Jumpei/LATAM

O grupo LATAM, que tem programado ter voos da sua subsidiária LATAM Brasil (antiga TAM) entre São Paulo e Lisboa a partir de inícios de Setembro, teve em Julho uma queda da taxa de ocupação média dos seus voos em 2,1 pontos, para 84%, sobressaindo o decréscimo de 3,2 pontos em voos internacionais, para 84,6%.

Os dados de tráfego publicados pelo grupo indicam que nas suas operações no Brasil (voos da LATAM Brasil) o decréscimo foi de 0,8 pontos, para 84,1%, e nos seus mercados de língua espanhola (voos LAN no Chile, Argentina, Colômbia, Equador e Peru) o decréscimo foi de 0,6 pontos, para 82,1%.

Só no caso do mercado de voos domésticos no Brasil, porém, a queda ocorreu com quebra do tráfego em RPK (passageiros x quilómetros voados) em 0,4%.

Nas linhas internacionais e nos voos domésticos nos mercados de língua espanhola as quedas foram por crescimentos do tráfego menores que os aumentos de capacidade, em 4,6% nos mercados do Chile, Argentina, Colômbia, Equador e Peru face a 5,4% de aumento de capacidade e 0,8% face a aumento de capacidade em 4,6% no internacional.

Em número de passageiros embarcados, os dados indicam um aumento de 0,7% ou 46 mil, pelo aumento em 4,4% ou 93 mil nos voos domésticos no Chile, Argentina, Colômbia, Equador e Peru, para 2,188 milhões, enquanto nos voos domésticos no Brasil e nos internacionais teve quedas de respectivamente 1,2% ou 30 mil, para 2,558 milhões, e de 1,2% ou 18 mil, para 1,47 milhões.

Nos sete meses desde o início deste ano, o grupo soma 38,952 milhões de passageiros transportados, com um aumento em 2,3% ou 869 em relação ao período homólogo de 2017.

O maior contributo para o crescimento foi das linhas domésticas da LAN, com um aumento em 4,3% ou 549 mil, para 13,228 milhões, seguindo-se as rotas internacionais operadas pelas duas companhias, com +2,5% ou mais 237 mil, para 9,577 milhões.

Os voos domésticos no Brasil, da LATAM Brasil, antiga TAM, somam 16,147 milhões de passageiros no fim de Julho, com um aumento em 0,5% ou 84 mil em relação aos primeiros sete meses de 2017.

 

Clique para mais notícias: LATAM

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Brasil

Clique para mais notícias: América

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP quer acabar com “dependência” do Brasil através da diversificação de mercados

22-03-2019 (16h42)

A TAP está a trabalhar na diversificação de mercados para acabar com a “dependência” do Brasil, um mercado que representa quase 25% das vendas totais da companhia e que no ano passado teve uma quebra de receitas de 10%, em euros.

Club Med fecha resort na ilha de Itaparica, na Bahia

22-03-2019 (08h32)

O Club Med vai encerrar a 31 de Julho o seu resort na ilha de Itaparica, no estado brasileiro da Bahia, indicando que “já não se encontrava à altura das expectativas e exigências dos nossos clientes”.

Projecto de lei aprovado reduz quartos para pessoas com mobilidade reduzida no Brasil

21-03-2019 (18h25)

O projecto de lei que retira o limite ao investimento estrangeiro em companhias aéreas brasileiras também vai alterar pontos na Política Nacional de Turismo do Brasil, como a redução da percentagem do número de quartos para pessoas com mobilidade reduzida.

Aprovado projecto de lei que retira limite ao investimento estrangeiro nas companhias aéreas brasileiras

21-03-2019 (18h07)

A Câmara de Deputados do Brasil aprovou um projecto de lei que retira o limite de capital estrangeiro em companhias aéreas brasileiras, muito semelhante à Medida Provisória 863 editada em Dezembro de 2018 pelo ex-presidente Michel Temer, que foi preso hoje, 21 de Março, por suspeitas de corrupção.

Brasil isenta de visto turistas dos EUA, Austrália, Canadá e Japão

19-03-2019 (09h18)

O Governo brasileiro aprovou um decreto que dispensa a necessidade de visto de entrada para turistas dos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão.