Participação da Azul na TAP voltou a valorizar-se no 2º trimestre

09-08-2019 (14h50)

Foto: ANA Aeroportos
Foto: ANA Aeroportos

A companhia de aviação brasileira Azul, que tem o accionista de referência David Neeleman em comum com a TAP, contabilizou no segundo trimestre um ganho com a participação na TAP, revertendo assim a evolução do primeiro trimestre.

O balanço da Azul relativo ao segundo trimestre indica que a companhia registou um ganho de 1,9 milhões de reais (cerca de 430 mil euros ao câmbio de hoje) em “Resultados de transacções com partes relacionadas, líquidos” que atribui “principalmente ao aumento do valor justo da nossa participação na TAP”.

A companhia esclarece seguidamente que actualmente “detém directa e indirectamente 47,3% do valor económico da TAP, sendo 6,1% provenientes de um investimento directo, e 41,25% indirectamente a partir de um bond conversível [obrigação convertível] em acções da companhia aérea portuguesa”.

A Azul indicou assim uma reversão da evolução ocorrida no primeiro trimestre em que tivera uma perda de 52,9 milhões de reais (11,9 milhões de euros ao câmbio de hoje) em “resultados de transacções com partes relacionadas, líquidos” devida “principalmente à redução do valor justo da nossa participação na TAP” (para ler mais clique: Azul assinala redução do valor da sua participação na TAP).

Ainda assim, o balanço mostra que no conjunto do semestre a conta de “resultados de transacções com partes relacionadas, líquidos” permanece ‘no vermelho’, com uma perda de 51 milhões de reais (11,5 milhões de euros), que compara com um ganho de 192,1 milhões de reais (43,39 milhões de euros) no primeiro semestre de 2018.

O balanço da Azul relativo ao segundo trimestre de 2018 dizia compensou parcialmente as perdas com variações cambiais “pela valorização do título conversível da TAP e pelos depósitos em garantia e reserva de manutenção”.

A Azul dizia ainda que nesse trimestre tivera um ganho de 122,8 milhões de reais (27,7 milhões de euros) em “resultados de transacções com partes relacionadas, líquidos” “devido principalmente ao ganho relacionado ao aumento do valor justo do título da TAP, que é conversível em 41,25% do valor económico da companhia aérea portuguesa”.

Na mesma ocasião a Azul explicitara que fizera “um investimento de R$1,1 bilhão [cerca de 248 milhões de euros] em títulos conversíveis em 41,25% do valor da TAP”.

No balanço do segundo trimestre deste ano, a Azul indica que mantém 15 aeronaves subarrendadas à TAP.

 

Clique para mais notícias: Azul

Clique para mais notícias: TAP

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

“Recuperação” do mercado brasileiro faz crescimento do LATAM ‘disparar’ para 23,3% em Dezembro

13-01-2020 (16h00)

O grupo LATAM, formado pela integração da brasileira TAM na chilena LAN, informou que no mês de Dezembro a sua operação no mercado doméstico brasileiro cresceu 23,3% em RPK (do inglês para passageiros x quilómetros voados) e 24,6% em número de passageiros embarcados, atingindo um total de 3,19 milhões.

Cabo Verde alarga isenção de vistos a cidadãos do Brasil, Canadá e EUA

13-01-2020 (13h29)

Os turistas brasileiros, canadianos e norte-americanos vão passar a estar isentos de vistos em passaporte para entrar em Cabo Verde a partir de Fevereiro, medida com a qual o Governo cabo-verdiano pretende atrair um novo nicho turístico.

Azul anuncia voos de Recife para Buenos Aires e Montevideu

08-01-2020 (14h17)

A companhia de aviação brasileira Azul, fundada e presidida por David Neeleman, também accionista de referência da TAP, anunciou o lançamento este ano de voos para Buenos Aires e Montevideu de Recife, capital do estado nordestino brasileiro de Pernambuco, para onde a TAP tem voos directos de Lisboa.

Azul cresce 23,9% em 2019

07-01-2020 (15h38)

A Azul, companhia de aviação brasileira que já tem a aprovação dos seus accionistas e da TAP para uma joint-venture com a companhia portuguesa, indicou que em 2019 teve um crescimento médio do tráfego em RPK (passageiros x quilómetros voados) em 23,9%, com +27,6% em voos domésticos e +13,5% em internacionais, entre as ligações de Campinas com Lisboa e com o Porto.

Rio de Janeiro alcança novo recorde de turistas no Fim de Ano

03-01-2020 (10h12)

A cidade brasileira do Rio de Janeiro recebeu 2,9 milhões de pessoas durante as celebrações da passagem de ano, sendo que 1,7 milhões eram turistas, um número recorde, de acordo com a Prefeitura da região.

Noticias mais lidas