LATAM anuncia data de 3 de Setembro para o início da sua operação para Lisboa

04-06-2018 (17h29)

LATAM Airlines
LATAM Airlines

O grupo LATAM, resultante da integração da brasileira TAM na chilena LAN, anunciou hoje o dia 3 de Setembro como a data do início dos voos da sua subsidiária brasileira LATAM Brasil entre São Paulo Guarulhos e Lisboa, em concorrência com a TAP e, em alguma medida, também com a Azul, que voa para a capital portuguesa a partir de Viracopos (Campinas), também no estado de São Paulo.

“No próximo dia 3 de Setembro a LATAM Airlines chega a Portugal”, diz o comunicado divulgado hoje em Lisboa pelo grupo aéreo, que ainda há menos de um mês estava sem data de começo da rota marcada (clique para ler: LATAM Brasil mantém interesse em voar para Lisboa, mas ainda sem data de início).

“A partir deste momento, os portugueses terão mais facilidade em chegar a destinos tão atractivos como a Patagónia, ao Deserto de Atacama ou a Machu Picchu, uma vez que a  LATAM Airlines, companhia aérea líder da América Latina, chega a Portugal com o seu novo voo Lisboa-Sao Paulo, que ligará Portugal a mais de 120 destinos na América Latina”, é como o grupo anuncia o começo da rota de Lisboa, evidenciando que as ligações além São Paulo, nomeada para outros países da região, são uma das suas principais apostas.

A informação acrescenta que a rota vai ter inicialmente cinco voos semanais em Boeing B767 de 191 lugares em Classe Económica e 30 em Premium Business e preços ida e volta desde 699 euros.

“Continuamos a oferecer opções de viagens novas e inigualáveis, ligando a América Latina com o mundo como nunca antes foi feito”, diz uma declaração do CEO do LATAM Arilines Group, Enrique Cueto, citada no comunicado, na qual volta a realçar que “nos últimos cinco anos, a LATAM não lançou somente 30 novas rotas, um número sem precedentes — incluindo novos destinos na Europa, América do Norte e Oceânia — mas também continua a fortalecer as rotas existentes com mais frequências e opções de conexões”.

A informação acrescenta que o voo à partida de São Paulo (JJ8178) terá uma duração de dez horas em horário nocturno e a ligação de regresso (JJ8179) terá uma duração de 10 horas e 45 minutos em horário diurno, sem especificar horários, porque, diz, “os horários exactos de partida e chegada dependerão dos dias da viagem”.

Além de Lisboa, na Península Ibérica o grupo LATAM, que se apresenta como o maior grupo de aviação da América do Sul, tem voos também para Madrid e Barcelona.

 

Clique para mais notícias: LATAM

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Brasil

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Accor vai estrear marca Jo&Joe no Rio de Janeiro

21-06-2018 (16h22)

A AccorHotels anunciou que vai estrear a sua marca Jo&Joe no Rio de Janeiro, no Brasil, ocupando seis casarões no Largo do Boticário, no bairro de Cosme Velho, através de um investimento de cerca de 50 milhões de reais, aproximadamente 11,5 milhões de euros.

ABAV Expo 2018 já tem reservado 80% do espaço para expositores

15-06-2018 (15h14)

A 46ª ABAV Expo Internacional de Turismo e 50º Encontro Comercial Braztoa, que acontece em São Paulo, no Brasil, de 26 a 28 de Setembro, já tem reservado 80% do espaço para expositores.

Air France programa mais voos para São Paulo e Rio de Janeiro

12-06-2018 (17h05)

A companhia de aviação francesa Air France, que forma o maior grupo aéreo europeu juntamente com a holandesa KLM e a low cost Transavia, actualizou nos sistemas de reservas a sua programação de voos para São Paulo e Rio de Janeiro, introduzindo mais ligações.

LATAM cresce menos do que esperava em Maio no Brasil e em voos internacionais

11-06-2018 (17h32)

O grupo LATAM, cuja subsidiária brasileira começa a voar para Lisboa em inícios de Setembro, terminou Maio com uma queda da taxa de ocupação por crescimentos do tráfego abaixo dos aumentos de capacidade nas rotas internacionais e em voos domésticos no Brasil.

Rotas internacionais geram 91% do crescimento da Azul em Maio

11-06-2018 (15h30)

A companhia de aviação brasileira Azul, que, como a TAP, tem David Neeleman como accionista de referência, cresceu 14% em Maio, ‘puxada’ por um aumento em 71,4% em rotas internacionais, uma das quais Lisboa, até ao presente a sua única rota europeia.