Hotel de São Luís do Maranhão deixa de fazer parte do Pestana Hotel Group

09-04-2018 (17h52)

Foto: Pestana São Luís
Foto: Pestana São Luís

O Pestana Hotel Group, que já em 2016 vendera o seu hotel em São Luís do Maranhão, mantendo-o no entanto na rede em regime de franchising, desde dia 1 que já não conta mais com essa unidade hoteleira que adquirira em 2006, na fase em que estava em expansão no Brasil.

“Gostaríamos de informá-los que a partir de 01.04.2018 o hotel Pestana São Luis, localizado em São Luis do Maranhão, deixará de pertencer ao portfólio do Pestana Hotel Group”, indica essa nota, assinada por Cristiane Roquetti, gerente nacional de Vendas no Brasil.

O grupo hoteleiro português agradece “a parceria de todos” durante o período em que esteve “à frente da administração do empreendimento”, que era o antigo São Luís Park Hotel, localizado na Praia do Calhau (clique para ler: Grupo Pestana em fase final de negociação para integrar hotel em São Luís do Maranhão).

O grupo já tinha vendido o hotel em São Luís do Maranhão em 2016 mas manteve a unidade na sua rede em regime de franchise (clique para ler: Pestana vende hotel do Maranhão, mas mantém-no na rede em franchise).

Em Novembro desse ano, o CEO do Grupo Pestana, José Theotónio, em declarações à imprensa no âmbito do congresso da AHP realizado em 2016 nos Açores, afirmou que o grupo já tinha encerrado o ciclo de desinvestimentos no Brasil e agora tratava-se de rentabilizar activos e espreitar oportunidades, bem como especificou que o Brasil deixou de ser um mercado prioritário para o grupo (para ler mais clique: Rentabilizar activos e espreitar oportunidades é a estratégia do Grupo Pestana para o Brasil).

No ano seguinte, em Março de 2017, o grupo deixou o Pestana Rio Barra (clique para ler: Pestana deixa mais um hotel no Brasil – Pestana Rio Barra passa a Laghetto Stilo Barra Rio).

O hotel Pestana São Luís já não consta na lista de hotéis apresentada pelo grupo no seu website, que assim apenas apresenta cinco unidades do Brasil, designadamente o Pestana Rio Atlântica, no Rio de Janeiro, o Pestana Curitiba, em Curitiba, o Pestana São Paulo e as duas unidades em Salvador da Bahia, designadamente o Pestana Bahia Lodge e o Pestana Convento do Carmo.

 

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Brasil

Clique para mais notícias: Pestana

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

W São Paulo abre em 2021 com assinatura de Nini Andrade Silva

16-10-2018 (14h16)

A Marriott International anunciou que vai abrir o seu primeiro hotel de luxo no Brasil em 2021, o W São Paulo, que terá a assinatura da designer portuguesa Nini Andrade Silva.

Voos da LATAM entre Lisboa e São Paulo estão “acima das expectativas” – Thibaud Morand

11-10-2018 (01h23)

Os voos da LATAM Airlines entre Lisboa e São Paulo, que começaram a 3 de Setembro, cinco vezes por semana, estão “acima das expectativas”, com um load factor acima de 85%, disse esta quarta-feira Thibaud Morand, director Comercial da LATAM Airlines para Espanha.

Rota da LATAM entre Lisboa e São Paulo contribui para “mais qualidade de serviço aos nossos clientes” – APAVT

11-10-2018 (01h20)

A entrada da LATAM Airlines nas ligações entre Lisboa e São Paulo, em concorrência com a TAP e a Azul, "vai contribuir para mais qualidade de serviço aos nossos clientes", disse o presidente da APAVT - Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo, Pedro Costa Ferreira.

LATAM aumenta capacidade em 8% em Setembro e sofre queda acentuada da ocupação dos voos

10-10-2018 (19h58)

O grupo LATAM, formado pela integração da brasileira TAM na chilena LAN, informou hoje que embora tendo aumentado a sua capacidade (em ASK, lugares x quilómetros voados) em 8% em Setembro, o crescimento do tráfego (em RPK, passageiros x quilómetros voados) ficou em 2,4% o que acarretou uma queda da taxa de ocupação em 4,5 pontos, para 81,9%.

Air France trava aumento da frequência de voos para o Rio de Janeiro

02-10-2018 (13h18)

A companhia de aviação francesa Air France, que integra o grupo de que fazem parte também a KLM, a Transavia e a Joon, já não tem nos sistemas de reservas o aumento da frequência de voos na rota Paris CGD - Rio de Janeiro, mantendo apenas voo diário.