Grupo LATAM lucrou menos 38,5% em 2019

05-03-2020 (14h28)

Foto: LATAM
Foto: LATAM

O grupo LATAM, constituído pela integração da brasileira TAM na chilena LAN, declarou um lucro de 190,4 milhões de dólares no exercício de 2019, em queda de 38,5% ou 119,3 milhões relativamente a 2018.

Essa quebra ocorreu por força de um decréscimo do resultado operacional em 16,4% ou 145,3 milhões de dólares, para 741,6 milhões, agravado por uma degradação da conta de juros, que aumentara 9,4%, para 589,9 milhões de dólares.

A quebra dos resultados operacionais deve-se a um aumento em 2,2% dos encargos, para 9.689,3 milhões de dólares, nomeadamente por subida dos custos com manutenção e aumento das amortizações e provisões, bem como uma evolução dos proveitos penalizada pela quebra de receitas de transporte de carga, que baixaram 10,3%, para 1.064,4 milhões de dólares,

As receitas de passagens do grupo, cuja subsidiária brasileira começou no ano passado a voar entre São Paulo e Lisboa, por sua vez, subiram 3,4%, para 9.005,6 milhões de dólares, ligeiramente acima do aumento de capacidade, que foi de 3,2% e, sobretudo, da receita unitária (por ASK, ou seja por lugar voado um quilómetro), que aumentou 3,1%, com realce para o aumento no mercado brasileiro, em 5,9%, com +13% em reais, incluindo uma subida da taxa de ocupação dos voos em 0,5 pontos.

Para o quarto trimestre de 2019, os dados indicam que os voos domésticos em países de língua espanhola (Chile, Peru, Argentina e Equador) tiveram uma quebra da receita unitária em 4,7%, nomeadamente pela quebra da taxa média de ocupação, que baixou 3,9 pontos, para 78,3%.

A informação para o conjunto do ano de 2019 indica que o grupo teve um decréscimo do yield (receita por passageiros voado um quilómetro) em 1,1%, pelo qual, apesar de uma melhoria da taxa de ocupação dos voos em 0,4 pontos, para 83,5%, a receita unitária baixou 0,6%, ainda assim menos que o decréscimo dos custos por ASK, que baixaram 1,8%, nomeadamente pela redução da factura de combustíveis.

O grupo LATAM, que em 2019 protagonizou uma das grandes ‘transferências’ do ano, ao deixar a parceria com o IAG e a Aliança oneworld por troca com a entrada para o seu capital da Delta Air Lines com uma participação de 20% num negócio de mil milhões de dólares e a integração na Sky Team realçou a satisfação com o seu novo alinhamento e os benefícios que perspetiva terá com esse novo enquadramento.

 

Clique para mais notícias: LATAM

Clique para mais notícias: Aviação


 

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Covid-19 avança no Brasil e já matou 111 pessoas

29-03-2020 (10h21)

O Brasil tem 111 mortos em dez estados pela covid-19 e 3.904 infectados pelo novo coronavírus, segundo informou hoje o Ministério da Saúde, que indica assim um aumento de 487 infectados em 24 horas.

Brasil proíbe entrada de estrangeiros por via aérea

28-03-2020 (10h21)

O Governo brasileiro proibiu, a partir de hoje, e por 30 dias, a entrada no país de todos os cidadãos estrangeiros por via aérea, de forma a travar a expansão do coronavírus.

Maracanã é transformado em hospital de campanha para doentes com covid-19

26-03-2020 (15h14)

O estádio do Maracanã, na zona Norte da cidade do Rio de Janeiro, vai ser transformado em hospital de campanha para tratar doentes infetados com o novo coronavírus, informou hoje o governador do estado brasileiro do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.

Azul reduz operação em 90% até 30 de Abril

25-03-2020 (11h16)

A companhia de aviação Azul, fundada e presidida por David Neeleman, também accionista de referência da TAP, anunciou uma redução da sua operação que atinge 90% até 30 de Abril.

LATAM suspende voos Lisboa – São Paulo

23-03-2020 (08h33)

A companhia de aviação LATAM anunciou a suspensão dos voos Lisboa - São Paulo a partir de hoje, 23 de Março.

Noticias mais lidas