Grupo brasileiro CVC cresce 11,5% em 2017

09-01-2018 (18h08)

Realça crescimento das vendas de circuitos europeus no 4º trimestre

O grupo de agência de viagens e operação turística brasileiro CVC, que se apresenta como “a maior operadora de turismo das Américas”, indicou hoje que em 2017 realizou um volume de facturação de 6.232,8 milhões de reais (cerca de 1,6 mil milhões de euros), com um aumento em 11,5%, descontado o efeito da consolidação de novas participadas.

Essa informação refere-se às “reservas embarcadas” da CVC, Trend, Visual Turismo e Experimento, não incluindo, portanto, a Rextur Advance nem a Submarino Viagens.

Em relação às vendas no ano — “reservas confirmadas” — a informação indica que a CVC Corp realizou 10.245,9 milhões de reais (cerca de 2,64 mil milhões de euros) com um aumento em 13,5%.

Esse total compreendeu 6.323,2 milhões de reais (1.629,8 milhões de euros) em Lazer, onde engloba a CVC e a Visual Turismo, 3.279 milhões de reais (cerca de 870,9 milhões de euros) em Corporativo, onde engloba a Rextur Advance e a Trend, e 543,7 milhões de reais (140,1 milhões de euros) em “outros”, onde engloba a Experimento e a Submarino Viagens.

A CVC explica ainda, relativamente ao 4º trimestre, em que teve um aumento das reservas em 12,4%, com +8,8% no lazer, que este aumento “foi ocasionado principalmente pelo forte crescimento dos segmentos marítimo e internacional, com destaque para a venda dos Circuitos Europeus”.

O grupo inclui actualmente 1.190 “lojas exclusivas” distribuídas por todo o Brasil, a que acrescenta uma “rede de agentes credenciados com mais de 6.500 agentes independentes”.

 

Clique para mais notícias: CVC

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Clique para mais notícias: Brasil

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP foi a companhia estrangeira líder em passageiros de/para o Brasil em 2017

14-11-2018 (17h11)

A TAP foi a 3ª maior companhia em passageiros de voos internacionais de/para o Brasil e a primeira entre as estrangeiras, suplantando a maior companhia de aviação do mundo, a American Ailines, dos Estados Unidos, de acordo com o Anuário publicado pela ANAC, autoridade aeronáutica brasileira.

Portugal reforça liderança das ligações aéreas do Brasil com a Europa

14-11-2018 (15h03)

Portugal foi a origem/destino de 29,6% dos passageiros que voaram entre o Brasil e a Europa no ano de 2017, reforçando assim a liderança neste mercado, já que em 2016 a sua quota tinha sido de 24,9%, de acordo com os dados publicados pela autoridade aeronáutica brasileira (ANAC).

Azul contabiliza ganho de 95,8 milhões de reais com títulos da TAP

09-11-2018 (10h10)

A Azul, companhia de aviação brasileira fundada e presidida por David Neeleman, accionista de referência da TAP, contabilizou no terceiro trimestre um ganho de 95,8 milhões de reais (22,4 milhões de euros ao câmbio de hoje), “devido principalmente ao ganho relacionado ao aumento do valor justo do título da TAP”.

Expansão internacional penaliza ocupação média da Azul em Outubro

07-11-2018 (14h50)

A Azul, companhia de aviação brasileira fundada e presidida por David Neeleman, também accionista de referência da TAP, indicou que alcançou em Outubro um crescimento médio do tráfego de passageiros em 16,6%, mas ainda assim teve uma ligeira descida da taxa média de ocupação dos voos, que baixou 0,5 pontos, para 82,4%.

TAAG já está com mais voos Luanda - São Paulo

07-11-2018 (13h14)

A companhia de aviação angolana TAAG já está com sete voos por semana entre Luanda e São Paulo, com a introdução de voos de Luanda às quartas e sextas-feiras (DT749) em Boeing 777-200ER.