Ex-Abreu João Mateus e Luís Tonicha associam-se ao grupo Master para lançar catálogo de luxo

08-06-2017 (13h45)

Foto: Master
Foto: Master

Longitude9 - Travel Design, assim foi baptizada a nova "linha de produtos diferenciados, voltado para a classe A" anunciada pelo grupo brasileiro Master "em parceria com os portugueses João Mateus e Luis Tonicha, ambos ex-Abreu".

"O catálogo, que disponibiliza diversos roteiros especiais pela Europa, inclui experiências personalizadas ou em grupos restritos, que vão desde dirigir uma Ferrari em Maranello ou tomar um chá no deserto ao passar pelo Marrocos, até um jantar com habitantes de Varsóvia", diz o comunicado em que é anunciada a parceria que Fernando Dias, presidente da Master, diz dirigir-se a "agências e operadoras de todo o Brasil".

"Entre os destinos diferenciados pelo Velho Mundo, inclusos nessa nova linha, estão três roteiros por Portugal que unem requinte e sofisticação e, que é considerado um dos locais mais trendy da actualidade", acrescenta Fernando Dias que diz também que a filosofia da proposta "é proporcionar vivências surpreendentes, improváveis e extraordinárias, que vão marcar, como nenhum outro passeio".

Fernando Dias também diz que com o Longitude9 - Travel Design ambiciona "preencher uma lacuna que existe no segmento de luxo" do Brasil e que "a ideia é oferecer um roteiro que mescla gastronomia, moda, arte, beleza e conforto, com destinos e experiências únicas, seleccionados cuidadosamente para atender ao público com o que ele busca".

A informação acrescenta que "por meio dessa nova linha, o Grupo Master vai oferecer a Série Collection, que consta de pequenos grupos, com passeios conduzidos por guias experientes, hospedagem em hotéis boutique e luxo e muitas experiências" e a Série Private, na qual "o viajante pode optar pela hospedagem Platinum (hotéis de nível mais alto) ou Gold (quatro estrelas), sempre com grande qualidade, localização privilegiada, boutique e de charme".

A informação diz ainda que na Série Private "o cliente conta ainda com um motorista de turismo, que dá explicações sobre os lugares que visitam", embora também mantenha a opção "Self Drive, onde o viajante terá um carro de aluguer e conduz sua própria viagem".

Luís Tonicha, que dirigia o portal de venda b2b da alojamento hoteleiro da Abreu, saiu da empresa em finais do ano passado e já em Março deste ano foi anunciado como sócio e managing director da EMI Global USA, um receptivo full service nos Estados Unidos (para ler mais clique: Luís Tonicha é managing director da EMI Global USA).

 

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Clique para mais notícias: Brasil

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Vila Galé analisa possibilidade de abrir hotel no centro histórico de Salvador

11-04-2019 (17h45)

O grupo hoteleiro português Vila Galé confirmou ao PressTUR que está a procurar "uma área no centro histórico de Salvador", capital do estado da Bahia, Brasil, país onde é a rede hoteleira líder em resorts.

GOL cresce 6,2% no primeiro trimestre

05-04-2019 (13h51)

A GOL, maior companhia de aviação brasileira em número de passageiros transportados em voos domésticos, informou hoje que concluiu o primeiro trimestre com um crescimento do tráfego em RPK (passageiros x quilómetros voados) em 6,2%, com aumentos em 4,4% em rotas domésticas e 18,3% em internacionais.

Azul destaca procura “robusta” no Brasil

04-04-2019 (16h04)

A Azul, companhia de aviação brasileira fundada por David Neeleman que também é accionista da TAP, anunciou hoje ter registado um crescimento do tráfego em 15,6% em Março, impulsionado por um aumento em 20,1% no mercado doméstico, onde, diz, a procura “continua robusta”.

Lufthansa programa retomar a rota Munique - São Paulo a partir de Dezembro

04-04-2019 (11h49)

A companhia de aviação alemã Lufthansa tem programado retomar a rota Munique - São Paulo Guarulhos a partir de 2 de Dezembro, com três voos por semana em Airbus A350-900XWB.

TAP quer acabar com “dependência” do Brasil através da diversificação de mercados

22-03-2019 (16h42)

A TAP está a trabalhar na diversificação de mercados para acabar com a “dependência” do Brasil, um mercado que representa quase 25% das vendas totais da companhia e que no ano passado teve uma quebra de receitas de 10%, em euros.