Charters de réveillon fazem crescer mercado português nos hotéis Vila Galé no Brasil

10-01-2019 (12h09)

A Vila Galé teve um ano “bastante positivo” no Brasil e com um contributo do mercado português, que cresceu impulsionado pelos voos charter programados pelos operadores turísticos portugueses para o Fim de Ano, segundo o administrador do grupo, Gonçalo Rebelo de Almeida.

Dos quatro voos charter de Portugal para o Fim de Ano no Brasil, designadamente um para Natal, dois para Salvador e um para Fortaleza, programados pelos operadores turísticos portugueses Solférias, Exoticoonline, Sonhando e Alto Astral, “a grande fatia dos clientes acabou por ir para os nossos hotéis”, começou por dizer Gonçalo Rebelo de Almeida, num almoço com jornalistas ontem em Paço de Arcos.

“No caso de Natal quase 99% dos clientes que iam no avião foram experimentar o nosso novo hotel em Touros”, frisou o administrador, como já havia avançado o PressTUR no início de Setembro (clique para ler: Operadores portugueses esgotam charter para réveillon no novo Vila Galé Touros).

“Na Bahia cerca de 70% dos clientes [dos charters] acabaram por ir para o [Vila Galé] Marés e para Fortaleza também cerca de 70%/80% acabaram por ir para o Cumbuco e alguns para Fortaleza”, acrescentou Gonçalo Rebelo de Almeida.

O administrador salientou que a parceria com os operadores na realização destes charters “acaba por resultar bem” e que “a presença da marca e a força da marca aqui em Portugal, bem como a qualidade do produto, fez com que grande parte deste movimento resultasse bem”.

Além do impacto nos hotéis no Brasil, “a operação teve também a vantagem de trazer nas pernas vazias dos aviões brasileiros para Portugal, grande parte deles também a ficar alojada nos nossos hotéis”, acrescentou o executivo.

A passagem de ano “tem um impacto na presença dos portugueses no Brasil”, mas Gonçalo Rebelo de Almeida frisou que também “houve um ligeiro aumento ao longo do ano” do número de portugueses nos hotéis Vila Galé no Brasil.

O mercado brasileiro, porém, continua a ser o principal nos hotéis Vila Galé no Brasil, “ainda destacadíssimo com 85% da ocupação”.

Portugal tem “alguma posição de destaque”, a Argentina “abrandou outra outra vez um bocadinho, mas a Argentina é altos e baixos, sobe e desce”, e depois registaram-se “ligeiros crescimentos de países da América do Sul, como Chile, Peru, Uruguai, Colômbia, todos eles com alguns crescimentos para o Brasil, mas com pouca expressão nos números globais”, concluiu Gonçalo Rebelo de Almeida.

 

Continua: 

Receitas da Vila Galé no Brasil subiram 20% em 2018

 

Ver também:

Subida das vendas directas impulsiona aumento do preço médio dos hotéis Vila Galé em Portugal – administrador

Receitas dos hotéis Vila Galé em Portugal sobem 6,2% por aumento do preço médio - administrador

Vila Galé investe 90 milhões em seis novos hotéis em Portugal e no Brasil até 2020

Vila Galé estuda concurso para hotel no CCB e mantém 'olho' no Quartel da Graça

 

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Vila Galé

Clique para ver mais: Brasil

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Azul inaugura voos diários Campinas – Buenos Aires

11-01-2019 (13h34)

A companhia de aviação brasileira Azul, que tem voos entre Lisboa e Campinas, e que a partir de Junho também terá ligações ao Porto, inaugurou hoje uma nova rota diária para Buenos Aires, capital da Argentina.

Governo brasileiro diz que não vai vetar acordo entre a Boeing e Embraer

11-01-2019 (13h14)

O Governo brasileiro disse que não exercerá o poder de veto no acordo entre a empresa aeronáutica norte-americana Boeing e a brasileira Embraer, para a criação de uma nova empresa de aviação comercial que absorve a brasileira.

TAP já tem programação de voos no novo A330-900neo em mais rotas da América do Norte e Brasil

10-01-2019 (13h37)

A TAP, que foi a companhia a fazer os primeiros voos comerciais do novo avião da Airbus A330-900neo, a 15 de Dezembro entre Lisboa e São Paulo, já tem nos sistemas de reservas a programação da utilização do novo avião no Verão IATA nas rotas de Boston, Miami, Nova Iorque JFK, Newark, nos EUA, Toronto, no Canadá, bem como em voos para o Brasil.

Receitas da Vila Galé no Brasil subiram 20% em 2018

10-01-2019 (12h03)

A Vila Galé no Brasil fechou o ano com receitas de 318 milhões de reais (74,8 milhões de euros ao câmbio de hoje), mais 53 milhões (12,5 milhões de euros) ou mais 20% que no ano anterior, avançou Gonçalo Rebelo de Almeida, administrador do grupo.

Vila Galé investe 90 milhões em seis novos hotéis em Portugal e no Brasil até 2020

09-01-2019 (18h36)

O Grupo Vila Galé, segundo maior grupo hoteleiro português, tem em desenvolvimento seis novas unidades hoteleiras em Portugal e no Brasil, a abrir entre este ano e início de 2020, num investimento de cerca de 90 milhões de euros.