Brasil promulga acordo de céus abertos com os Estados Unidos

28-06-2018 (15h33)

O presidente brasileiro Michel Temer assinou um decreto para promulgar o acordo de céus abertos entre Brasil e Estados Unidos da América, que torna ilimitado o número de voos entre os dois países.

O decreto foi assinado na terça-feira, dia 26, num encontro entre Michel Temer e o vice-presidente norte-americano Mike Pence.

O acordo que torna ilimitado o número de voos entre os dois países era discutido há cerca de duas décadas, escreve o “Panrotas”, parceiro editorial do PressTUR no Brasil.

O acordo de céus abertos foi assinado em 2011, durante a gestão de Dilma Rousseff, no Brasil, e Barack Obama, os Estados Unidos, mas carecia de aval pelo Congresso brasileiro, o que aconteceu em Março deste ano.

Com a promulgação do acordo, as companhias aéreas brasileiras e norte-americanas deverão estreitar relações.

A LATAM Airlines, segundo o “Panrotas”, procura assinar um joint business agreement (JBA) com a American Airlines, assim como a Azul tem a intenção de concretizar um joint venture com a United Airlines e a Gol e a Delta Air Lines mantêm uma aliança estratégica que poderá ser ampliada.

A implementação do acordo internacional é um pré-requisito para que o Departamento de Transporte dos Estados Unidos possa avaliar e aprovar a parceria entre as empresas brasileiras e norte-americanas, como no caso da LATAM e da American.

 

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Brasil

Clique para mais notícias: América

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP foi a companhia estrangeira líder em passageiros de/para o Brasil em 2017

14-11-2018 (17h11)

A TAP foi a 3ª maior companhia em passageiros de voos internacionais de/para o Brasil e a primeira entre as estrangeiras, suplantando a maior companhia de aviação do mundo, a American Ailines, dos Estados Unidos, de acordo com o Anuário publicado pela ANAC, autoridade aeronáutica brasileira.

Portugal reforça liderança das ligações aéreas do Brasil com a Europa

14-11-2018 (15h03)

Portugal foi a origem/destino de 29,6% dos passageiros que voaram entre o Brasil e a Europa no ano de 2017, reforçando assim a liderança neste mercado, já que em 2016 a sua quota tinha sido de 24,9%, de acordo com os dados publicados pela autoridade aeronáutica brasileira (ANAC).

Azul contabiliza ganho de 95,8 milhões de reais com títulos da TAP

09-11-2018 (10h10)

A Azul, companhia de aviação brasileira fundada e presidida por David Neeleman, accionista de referência da TAP, contabilizou no terceiro trimestre um ganho de 95,8 milhões de reais (22,4 milhões de euros ao câmbio de hoje), “devido principalmente ao ganho relacionado ao aumento do valor justo do título da TAP”.

Expansão internacional penaliza ocupação média da Azul em Outubro

07-11-2018 (14h50)

A Azul, companhia de aviação brasileira fundada e presidida por David Neeleman, também accionista de referência da TAP, indicou que alcançou em Outubro um crescimento médio do tráfego de passageiros em 16,6%, mas ainda assim teve uma ligeira descida da taxa média de ocupação dos voos, que baixou 0,5 pontos, para 82,4%.

TAAG já está com mais voos Luanda - São Paulo

07-11-2018 (13h14)

A companhia de aviação angolana TAAG já está com sete voos por semana entre Luanda e São Paulo, com a introdução de voos de Luanda às quartas e sextas-feiras (DT749) em Boeing 777-200ER.