Azul ‘desinveste’ em voos no Brasil enquanto faz aumento em 80,3% em rotas internacionais

10-04-2018 (14h31)

Foto: ANA Aeroportos
Foto: ANA Aeroportos

A Azul, companhia de aviação brasileira da qual até há alguns meses o líder executivo era o actual CEO da TAP, indicou hoje que no primeiro trimestre aumentou a sua capacidade em 12,4%, pelo aumento em 80,3% em voos internacionais, enquanto em domésticos até reduziu ligeiramente, em 0,1%.

As rotas internacionais, ainda assim, representaram apenas 24,7% da capacidade total da companhia no trimestre, se bem que mais 9,3 pontos que nos primeiros três meses de 2017.

A companhia, fundada por David Neeleman, também accionista de referência da TAP, explica a redução de capacidade em 2,9% “com a remoção de quatro E-Jets da frota operacional” no âmbito da sua “estratégia de transformação de frota, que consiste em substituir aeronaves de antiga geração por aeronaves de nova geração”, indica a Azul em comunicado sobre os resultados de tráfego no mês passado.

Os dados indicam que apesar dessa redução de capacidade em voos domésticos, a Azul manteve crescimento do tráfego em RPK (passageiros x quilómetros voados) nesse segmento, ainda que apenas em 1,5%, enquanto em internacionais teve um aumento em 69,8%.

Em taxa de ocupação dos voos, porém, a Azul indicou uma subida de 0,8 pontos, para 81,4%, neste caso, pela subida no sector doméstico, em1,3 pontos, para 79,5%, enquanto no internacionais teve uma descida de 5,4 pontos, para 91,9%.

No mês de Março, a Azul teve uma taxa média de ocupação de 80,6%, em alta de 0,4 pontos, com crescimento do tráfego em 10% face a um aumento de capacidade em 9,6%

O aumento de capacidade e o crescimento do tráfego cingiram-se ao internacional, onde a Azul aumentou a capacidade em 80% e o tráfego cresceu 69,2%.

Em voo domésticos, a Azul reduziu a capacidade em 2,9% e o tráfego caiu 2%.

A subida da taxa de ocupação deveu-se ao aumento em 0,7 pontos em voos domésticos, para 79,2%, porque em internacionais teve uma queda de 5,4 pontos, para 84,7%.

 

Clique para mais notícias: Azul

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Brasil

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Azul inaugura voos diários Campinas – Buenos Aires

11-01-2019 (13h34)

A companhia de aviação brasileira Azul, que tem voos entre Lisboa e Campinas, e que a partir de Junho também terá ligações ao Porto, inaugurou hoje uma nova rota diária para Buenos Aires, capital da Argentina.

Governo brasileiro diz que não vai vetar acordo entre a Boeing e Embraer

11-01-2019 (13h14)

O Governo brasileiro disse que não exercerá o poder de veto no acordo entre a empresa aeronáutica norte-americana Boeing e a brasileira Embraer, para a criação de uma nova empresa de aviação comercial que absorve a brasileira.

TAP já tem programação de voos no novo A330-900neo em mais rotas da América do Norte e Brasil

10-01-2019 (13h37)

A TAP, que foi a companhia a fazer os primeiros voos comerciais do novo avião da Airbus A330-900neo, a 15 de Dezembro entre Lisboa e São Paulo, já tem nos sistemas de reservas a programação da utilização do novo avião no Verão IATA nas rotas de Boston, Miami, Nova Iorque JFK, Newark, nos EUA, Toronto, no Canadá, bem como em voos para o Brasil.

Charters de réveillon fazem crescer mercado português nos hotéis Vila Galé no Brasil

10-01-2019 (12h09)

A Vila Galé teve um ano “bastante positivo” no Brasil e com um contributo do mercado português, que cresceu impulsionado pelos voos charter programados pelos operadores turísticos portugueses para o Fim de Ano, segundo o administrador do grupo, Gonçalo Rebelo de Almeida.

Receitas da Vila Galé no Brasil subiram 20% em 2018

10-01-2019 (12h03)

A Vila Galé no Brasil fechou o ano com receitas de 318 milhões de reais (74,8 milhões de euros ao câmbio de hoje), mais 53 milhões (12,5 milhões de euros) ou mais 20% que no ano anterior, avançou Gonçalo Rebelo de Almeida, administrador do grupo.

Ultimas Noticias