Azul contabiliza ganho de 53,8 milhões de reais com a TAP

11-05-2018 (13h35)

Foto: Azul
Foto: Azul

A companhia de aviação brasileira Azul, que tem o mesmo accionista de referência que a TAP, contabilizou um ganho de 53,8 milhões de reais com as obrigações convertíveis da companhia portuguesa que detém.

A informação consta do balanço do primeiro trimestre, no qual diz que os seus “resultados de transacções com partes relacionadas, líquidos” foram positivos em 57,9 milhões de reais no primeiro trimestre, “devido principalmente ao ganho de R$53,8 milhões relacionado ao aumento do valor justo do título da TAP, que é conversível em 41,25% do valor económico da companhia aérea portuguesa”.

O documento também refere que actualmente a Azul tem subarrendados à TAP 15 aviões, sem especificar modelos.

 

Clique para mais notícias: Azul

Clique para mais notícias: TAP

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Azul inaugura voos diários Campinas – Buenos Aires

11-01-2019 (13h34)

A companhia de aviação brasileira Azul, que tem voos entre Lisboa e Campinas, e que a partir de Junho também terá ligações ao Porto, inaugurou hoje uma nova rota diária para Buenos Aires, capital da Argentina.

Governo brasileiro diz que não vai vetar acordo entre a Boeing e Embraer

11-01-2019 (13h14)

O Governo brasileiro disse que não exercerá o poder de veto no acordo entre a empresa aeronáutica norte-americana Boeing e a brasileira Embraer, para a criação de uma nova empresa de aviação comercial que absorve a brasileira.

TAP já tem programação de voos no novo A330-900neo em mais rotas da América do Norte e Brasil

10-01-2019 (13h37)

A TAP, que foi a companhia a fazer os primeiros voos comerciais do novo avião da Airbus A330-900neo, a 15 de Dezembro entre Lisboa e São Paulo, já tem nos sistemas de reservas a programação da utilização do novo avião no Verão IATA nas rotas de Boston, Miami, Nova Iorque JFK, Newark, nos EUA, Toronto, no Canadá, bem como em voos para o Brasil.

Charters de réveillon fazem crescer mercado português nos hotéis Vila Galé no Brasil

10-01-2019 (12h09)

A Vila Galé teve um ano “bastante positivo” no Brasil e com um contributo do mercado português, que cresceu impulsionado pelos voos charter programados pelos operadores turísticos portugueses para o Fim de Ano, segundo o administrador do grupo, Gonçalo Rebelo de Almeida.

Receitas da Vila Galé no Brasil subiram 20% em 2018

10-01-2019 (12h03)

A Vila Galé no Brasil fechou o ano com receitas de 318 milhões de reais (74,8 milhões de euros ao câmbio de hoje), mais 53 milhões (12,5 milhões de euros) ou mais 20% que no ano anterior, avançou Gonçalo Rebelo de Almeida, administrador do grupo.