Azul avança com proposta de compra não vinculativa de operação aérea da Avianca Brasil

11-03-2019 (12h08)

Foto: Azul
Foto: Azul

A Azul, companhia de aviação brasileira futura da TAP, revelou hoje ter apresentado uma proposta de compra não vinculativa “de activos” da Avianca Brasil, que está é protecção de credores e que viu gorar-se a fusão com a sua ‘homónima’ colombiana.

A informação divulgada pela Azul mostra que o seu interesse á na operação da Avianca, uma vez que especifica que os “certos activos” que diz serem alvo da sua proposta incluem “o certificado de operador aéreo da Avianca Brasil, 70 pares de slots [faixas horárias de aterragem e descolagem] e aproximadamente 30 aeronaves Airbus A320”.

O comunicado da Azul começa por referir que “assinou uma proposta não-vinculante no valor de US$ 105 milhões para a aquisição de certos activos da Avianca Brasil através de uma Unidade Produtiva Isolada (UPI), de acordo com a Lei de Falências e Recuperação Judicial”.

“Destacamos que o acordo é não-vinculante e que o processo de aquisição da UPI está sujeito à uma série de condições como a conclusão de um processo de diligência, a aprovação de órgãos reguladores e credores, assim como a conclusão do processo de Recuperação Judicial”, frisa ainda o comunicado da Azul, que adianta também ter “a expectativa” que o processo “dure até três meses”.

“A Azul manterá seus accionistas informados sobre novas informações relevantes a respeito desta transacção”, acrescenta o comunicado da empresa fundada e presidida por David Neeleman, também accionista de referência da TAP, e que se apresenta como “a maior companhia aérea do Brasil em números de cidades atendidas, com 821 voos diários e 110 destinos”.

A Avianca Brasil, em protecção de credores desde meados de Dezembro (para ler mais clique: , é liderada por José Efromovich, irmão de German Efromovich, candidato derrotado à privatização da TAP

 

Clique para mais notícias: Azul

Clique para mais notícias: Avianca Brasil

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Brasil

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Embratur já tem novo presidente, o 3º nomeado por Bolsonaro

21-05-2019 (16h21)

O empresário pernambucano Gilson Machado Neto é a mais recente escolha do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, para liderar a Embratur, organismo que tem a seu cargo a promoção internacional do Brasil.

Air Europa avança para criação de companhia de aviação no Brasil

21-05-2019 (14h33)

A Air Europa, que é a companhia espanhola com mais rotas para o Brasil, está a avançar com a criação de uma subsidiária no Brasil, de acordo com a imprensa brasileira, que indica que já entregou à Junta Comercial de São Paulo um pedido para operar voos domésticos no Brasil.

TAP volta a ter a queda mais forte de vendas de bilhetes pelas agências corporate brasileiras

16-05-2019 (23h04)

A TAP foi a companhia que teve a mais forte quebra do número de bilhetes vendidos pelas agências de viagens corporate brasileiras membros da ABRACORP no primeiro trimestre, com um decréscimo em 28%, que compara com uma quebra média das vendas de voos internacionais pelas suas 29 associadas de 0,6%.

Avianca Brasil suspensa do BSP

16-05-2019 (21h16)

A IATA comunicou ao mercado brasileiro que suspendeu do BSP a Avianca Brasil, marca sob a qual operava a Ocean Air, e, de acordo com o “Panrotas”, recomendou às agências de viagens que liquidem directamente com a equipa comercial da companhia todas as contas em aberto, incluindo vendas pendentes e reclamações de reembolso, assim como quaisquer transacções futuras.

Embraer perde mais 23,3% no primeiro trimestre

15-05-2019 (17h17)

A Embraer, fabricante brasileira de aviões, entre os quais os E190 e E195 utilizados pela TAP Express, teve um prejuízo de 160,8 milhões de reais (35,8 milhões de euros) no primeiro trimestre, +23,3% que no período homólogo de 2018.