Associação Zero pondera avançar com providência cautelar perante viabilização do Montijo

31-10-2019 (15h25)

A associação ambientalista Zero anunciou que pondera avançar com uma providência cautelar perante a decisão “favorável condicionada” da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) que viabiliza o aeroporto do Montijo.

A posição da Zero – Associação Sistema Terrestre Sustentável consta de um comunicado divulgado na noite de quarta-feira, após a APA ter emitido a proposta de Declaração de Impacte Ambiental (DIA) relativa ao aeroporto do Montijo e respectivas acessibilidades, com decisão “favorável condicionada” (clique para ler: Agência do Ambiente aprova aeroporto do Montijo mas impõe medidas de 48 milhões de euros).

A Zero considera a decisão “expectável e já anunciada, num processo não conforme e com lacunas graves”, e lembra que tem uma acção judicial em curso, iniciada em Fevereiro de 2019, por considerar não ter sido realizada, antes da tomada de decisão, uma Avaliação Ambiental Estratégica.

A associação liderada por Francisco Ferreira “pondera agora, face à emissão da Declaração de Impacte Ambiental que permitirá à partida o avanço da obra, interpor uma providência cautelar”.

Além disso, irá "actualizar junto da Comissão Europeia a queixa formulada em Agosto de 2018 sobre esta matéria”.

“A Zero considera que o projecto que agora recebe um “parecer favorável condicionado” não tem a sua urgência demonstrada, nem é compatível com os objectivos de neutralidade carbónica que necessitamos de atingir a nível nacional e global”, lê-se no comunicado.

Para a associação ambientalista, os promotores do projecto “não podem alegar que a alternativa apresentada é a única que responde às necessidades aeroportuárias da região de Lisboa, sem apresentar projectos concretos que possam ser desenvolvidos durante a próxima década”.

(PressTUR com Agência Lusa)

Ver também:

Quercus favorável ao Montijo embora considere que "não é a solução ideal"

CTP diz que viabilização do aeroporto do Montijo é “boa notícia”

ANA vê com “surpresa e apreensão” medidas propostas pela Agência do Ambiente

Agência do Ambiente aprova aeroporto do Montijo mas impõe medidas de 48 milhões de euros

Clique para ver mais: Portugal

Clique para ver mais: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Secretária de Estado do Turismo quer “refrescar” a estratégia e repensar a governança

22-11-2019 (19h33)

A secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, declarou ser necessário “refrescar” a estratégia para o turismo e repensar a governança, uma reflexão que diz ser necessária “de modo a garantir maior eficiência na máquina”.

SANA Hotels vai investir mais de 400 milhões de euros nos próximos 4/5 anos

22-11-2019 (13h24)

O administrador da SANA Hotels, Carlos Silva Neves, anunciou que a rede hoteleira tem previsto investir mais de 400 milhões de euros nos próximos quatro a cinco anos em hotéis em Portugal, Marrocos e Geórgia.

Lacerda Machado afasta possibilidade da TAP aumentar oferta para Faro

22-11-2019 (11h40)

O administrador não executivo da TAP Diogo Lacerda Machado declarou ter “dúvidas que faça sentido acrescentar mais” capacidade aérea para Faro, onde o número de assentos oferecidos pela companhia aumentou 43%.

TAP vai começar “a ganhar sustentadamente dinheiro”, diz administrador Lacerda Machado

22-11-2019 (10h54)

O administrador não executivo da TAP Diogo Lacerda Machado afirmou que o Estado português é "o dono do futuro da transportadora" e garantiu que a companhia vai começar "a ganhar sustentadamente dinheiro".

Ministro Siza Vieira clarifica que é a Esquadra 101 de Sintra que vai ser deslocada para Beja

22-11-2019 (10h44)

O ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital clarificou que é a Esquadra 101 de Sintra que irá ser deslocada para Beja, ao contrário do que, por lapso, referiu inicialmente.

Ultimas Noticias

Noticias mais lidas