Turismo português para Macau resiste melhor ao coronavírus que maioria dos mercados

28-02-2020 (16h27)

Os dados sobre a chegada de visitantes a Macau em Janeiro mostram os efeitos do novo coronavírus, com quebras de todos os principais emissores, incluindo de Portugal, que, ainda assim, demonstrou resistir melhor que a maioria.

Macau recebeu 960 visitantes portugueses em Janeiro, menos 7,7% que no primeiro mês do ano passado, a segunda menor quebra entre os emissores europeus e terceira entre todos os mercados com dados publicados pela Direcção dos Serviços de Estatísticas e Censos (DSEC).

A menor quebra entre os mercados europeus foi da Rússia, que teve em Janeiro deste ano menos 4,7% de visitantes que no mês homólogo do ano passado, baixando para 3.290.

O número de visitantes das Filipinas foi o que melhor resistiu aos efeitos do coronavírus entre todos os mercados emissores para Macau, com um decréscimo de apenas 2,6%, para 26.738.

Entre os emissores europeus, a maior quebra do número de visitantes em Janeiro foi da Holanda, com menos 39,3% de visitantes, para um total de 565, seguindo-se Alemanha (-37,1%, para 1.741), Itália (-35,2%, para 843), Suíça (32,8%, para 388), França (28,4%, para 2.042), Reino Unido (27,1%, para 3.132), e Espanha (14,2%, para 622).

O conjunto de "Outros Países da Europa" teve um quebra de 27,7%, para 3.683 visitantes.

A quebra do número de visitantes europeus para Macau em Janeiro atingiu 25%, para um total de 23.034. Excluindo Portugal, a quebra do número de visitantes europeus em Macau chega a 25,9% em Janeiro, para 21.994.

Macau recebeu 2,850 milhões de visitantes em Janeiro, menos 16,8% ou menos 574.661 que no primeiro mês do ano passado.

O maior mercado emissor de visitantes para Macau é o Interior da China, de onde chegaram à região 2,132 milhões de visitantes em Janeiro, menos 14,9% que um ano antes.

 

Clique para ver mais: Macau

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Governo japonês vai declarar estado de emergência em várias regiões

06-04-2020 (18h04)

O Japão vai declarar o estado de emergência em várias regiões do país onde os casos da covid-19 estão a aumentar, incluindo Tóquio e Osaka, anunciou hoje o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe.

Japão reforça restrições à entrada no país a partir de sexta-feira

02-04-2020 (13h57)

O Japão reforçou as restrições às chegadas ao país, proibindo a entrada de viajantes provenientes de 73 países e impondo uma quarentena a todos os outros, para combater a propagação do novo coronavírus.

Beijing Capital Airlines retoma voos para Lisboa a 24 de Abril

02-04-2020 (12h34)

A companhia de aviação chinesa Beijing Capital Airlines vai retomar os seus voos para Lisboa no dia 24 de Abril, com uma ligação semanal Pequim Daxing – Xi’an – Lisboa, em Airbus A330-200.

Fluxo de passageiros no Aeroporto de Macau cai 45%

31-03-2020 (12h47)

O Aeroporto Internacional de Macau indicou hoje que este ano, até 30 de Março, o fluxo de passageiros e o movimento de voos em Macau caíram, respectivamente 45% e 55%, em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Timor-Leste autoriza ligações para Díli para fazer regressar timorenses

30-03-2020 (19h30)

O Governo timorense autorizou a Air Timor, a Sriwijaya, a Citilink e a AirNorth a fazerem ligações ao Domingo para Díli, com o intuito de permitir o regresso de timorenses ao país, que se encontra em estado de emergência devido ao surto de coronavírus.

Noticias mais lidas