Turismo de Portugal lança plataforma online dedicada ao turismo religioso

24-10-2018 (16h35)

Foto: www.visitportugal.com
Foto: www.visitportugal.com

O Turismo de Portugal lançou uma plataforma online dedicada ao turismo religioso, que visa posicionar Portugal internacionalmente como destino de fruição espiritual e cultural, anunciou hoje a secretária de Estado do Turismo em declarações à Lusa.

“Acabámos de lançar uma nova plataforma, “Os Caminhos da Fé”, onde passámos a ter os nossos recursos relacionados com o turismo religioso nas várias dimensões”, que corresponde a “uma forma de posicionamento do país” num mercado que tem “uma grande capacidade de crescimento”, afirmou Ana Mendes Godinho.

A página na Internet, “ancorada nas temáticas do Culto Mariano (Caminhos de Fátima e Altares Marianos), Caminho de Santiago e Herança Judaica”, para já em português e em inglês, vai estar disponível brevemente também em francês, espanhol e alemão, avançou a governante.

“É um processo em construção” e “uma forma de comunicar este país, que é um país ecuménico, onde independentemente da religião as pessoas se sentem acolhidas e se sentem bem”, explicou.

As declarações de Ana Mendes Godinho à agência Lusa foram à margem do Fórum de Economia de Turismo Global de Macau que terminou hoje e que reuniu mais de um milhar de participantes, autoridades e líderes de empresas privadas de vários países do mundo durante dois dias.

A secretária de Estado afirmou que está a ser feita “uma aposta no turismo religioso”, um esforço que se cruza com o novo programa de captação de grandes eventos para Portugal ao nível de filmagens e que se está a materializar, por exemplo, com a rodagem de um filme sobre Fátima.

“Neste momento temos uma grande filmagem internacional a ser feita em Portugal, coprodução italiana e norte-americana, precisamente dedicada a Fátima, com o [actor] Harvey Keitel”, e que “vai ser também um momento muito importante em termos de posicionamento e de afirmação internacional de Fátima”, argumentou.

Este é um investimento de Portugal para continuar, numa abordagem de promoção turística mediática, defendeu, dando um exemplo: “Vamos estar presentes no dia 14 de Novembro numa feira em Xangai [China], precisamente para captação de filmagens internacionais”.

O turismo religioso tem registado um aumento de turistas oriundos da Coreia do Sul, Filipinas e Estados Unidos, estando a ser trabalhados os mercados da Itália, Rússia, Ucrânia, Brasil, Canadá e Polónia e Israel, seja na ligação a Fátima ou relacionados com a herança judaica.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Turismo de Portugal

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Aeroporto de Hong Kong contrata Travelport promoção da conectividade multi-modal

18-04-2019 (11h37)

A multinacional tecnológica para o turismo e transportes Travelport anunciou ter assinado um acordo para promover os serviços de conectividade multi-modal do Aeroporto Internacional de Hong Kong (HKIA) junto de viajantes da Ásia, Europa e América do Norte.

Jet Airways suspende todos os voos

18-04-2019 (09h47)

A Jet Airways, que já foi a maior companhia de aviação privada da Índia, com uma frota de 123 aviões e 23 mil trabalhadores, suspendeu todos os voos, por não ter como pagar o combustível e outros serviços.

APG Portugal acrescenta Air Astana ao seu programa de interline

11-04-2019 (11h03)

A Air Astana, companhia aérea de bandeira do Cazaquistão, passou a integrar o programa de emissão de bilhetes interline da APG Portugal, que já conta com mais de 80 transportadoras.

Feira de Turismo de Macau vai ter mais espaço para produtos lusófonos

09-04-2019 (13h23)

A 7ª edição da Feira Internacional da Indústria do Turismo de Macau (MITE), que se realiza de 26 a 28 de Abril, vai ter mais espaço para apresentação de produtos lusófonos do que na edição anterior, foi hoje anunciado.

Governo de Macau quer diversificar atracções para distribuir turistas pelo território

09-04-2019 (13h18)

A directora dos Serviços de Turismo de Macau, Maria Helena de Senna Fernandes, defendeu hoje a oferta de mais atracções e locais de interesse para distribuir os turistas e aliviar a pressão sentida em algumas zonas do território.