Receitas dos casinos de Macau sobem 12% em Maio

01-06-2018 (13h21)

Os casinos de Macau fecharam o mês de Maio com receitas de 25,48 mil milhões de patacas (2,7 mil milhões de euros), mais 12,1% comparativamente ao periodo homónimo de 2017.

Em Maio do ano passado, as receitas dos casinos tinham sido de 22,74 mil milhões de patacas, indicam dados oficiais.

De acordo com a Direção de Inspeção e Coordenação de Jogos (DICJ), as receitas de Maio registaram uma ligeira descida em relação ao mês anterior, Abril, quando atingiram os 25,728 mil milhões de patacas.

As receitas brutas acumuladas nos cinco primeiros meses do ano totalizaram 127,72 mil milhões de patacas (cerca de 13,52 mil milhões de euros), o que representa um aumento de 20,1% em relação a igual período do ano anterior.

A indústria do jogo, principal pilar da economia da Região Administrativa Especial de Macau da República Popular da China, começou a recuperar em Agosto de 2016 de um ciclo de 26 meses consecutivos de quedas anuais homólogas das receitas.

As receitas dos casinos de Macau vinham a cair há três anos consecutivos: -3,3%, em 2016, -34,3% em 2015 e -2,6% em 2014.

Macau é o único local na China onde o jogo em casino é legal. Operam no território seis concessionárias: Sociedade de Jogos de Macau, fundada pelo magnata Stanley Ho, Galaxy, Venetian, Melco Resorts, Wynn e MGM.

(PressTUR com Agência Lusa)

Clique para ver mais: Ásia & Pacífico

Clique para ver mais: Macau

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Macau quer atrair mais convenções, congressos e exposições

17-01-2019 (14h07)

O Governo de Macau pretende tornar o território mais competitivo na atracção de mais convenções, congressos e exposições, o segmento MICE, apesar das melhorias neste sector nos últimos anos, anunciou hoje o secretário para a Economia e Finanças daquela região.

TAP prevê ter “em breve” voos em code-share Lisboa – Pequim, via Xi’an, diz Miguel Frasquilho

15-01-2019 (17h17)

O presidente do Conselho de Administração da TAP, Miguel Frasquilho, disse hoje que a companhia prevê ter “em breve”, previsivelmente “em Fevereiro ou Março”, um acordo de code-share com a Beijing Capital Airlines para vender os seus voos entre Lisboa e Pequim, via Xi’An.

Finnair vai voar de Helsínquia para Sapporo e Punta Cana

15-01-2019 (15h09)

A Finnair, que voa para Lisboa e tem programado voar também para o Porto no próximo Verão a partir de Helsínquia, vai inaugurar em Dezembro duas novas rotas de e para a capital finlandesa, nomeadamente Sapporo e Punta Cana.

Aeroporto Internacional de Macau quer reduzir as emissões de CO2 em 30% até 2028

15-01-2019 (14h38)

O Aeroporto Internacional de Macau anunciou hoje a intenção de reduzir as emissões de dióxido de carbono (CO2) em 30% por movimento até 2028.

Aeroporto de Macau prevê fechar receitas de 2018 acima de 540 milhões de euros

10-01-2019 (16h03)

O aeroporto internacional de Macau (MIA) indicou esperar receitas superiores a cinco mil milhões de patacas (cerca de 540 milhões de euros) em 2018, ano em que bateu o recorde do número de passageiros.