Meliá vai abrir mais dois hotéis na China

16-12-2019 (12h28)

Foto: Meliá Hotels International
Foto: Meliá Hotels International

A Meliá Hotels International assinou um acordo com o Beijing Taiwei Group para abrir dois novos hotéis na China em 2022, um na região da Mongólia Interior e outro em Xi’an.

Na região da Mongólia Interior, o Meliá Arxan Hot-Spring Resort, com 180 quartos, ficará “a cerca de uma hora de carro de um dos maiores e mais importantes destinos naturais da China graças às suas termas, o Parque Florestal Nacional de Arxan”, sublinha um comunicado.

Em Xi’an, o Meliá Qinhan New Town, com 250 quartos, encontra-se “numa das mais importantes e antigas cidades da China, ponto de início da Rota da Seda e lugar dos Guerreiros de Terracota do Imperador Qin Shi Huang”.

Os dois hotéis pretendem oferecer “uma experiência holística de bem-estar aos seus hóspedes” e terão “uma ampla oferta gastronómica internacional, espaços completos para reuniões e serviços de bem-estar, todos com o calor da hospitalidade espanhola”, acrescenta o comunicado.

Citado na nota de imprensa, o vice-presidente para Ásia e Pacífico da Meliá Hotels International, Bernardo Cabot, afirmou que com estes dois hotéis “a Meliá consolida este grande mercado como um de seus pontos estratégicos na Ásia”.

“Serão os dois primeiros projectos em que colaboramos com o Beijing Taiwei Group Holdings Ltd, uma empresa com grande experiência no sector e com a qual esperamos compartilhar novos projectos no futuro”, acrescentou Bernardo Cabot.

María Zarraluqui, directora de expansão da Meliá, acrescentou por sua vez que “actualmente, 40% do crescimento da nossa empresa está concentrado na Ásia e Pacífico e estamos confiantes de que continuaremos a expandir o ADN da Meliá na região”.

Com estes dois novos projectos, a empresa hoteleira tem actualmente 51 hotéis abertos e em processo de abertura na região Ásia e Pacífico, incluindo 11 na China.

 

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Meliá Hotels International

Clique para ver mais: Ásia&Pacífico

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Turismo português para Macau resiste melhor ao coronavírus que maioria dos mercados

28-02-2020 (16h27)

Os dados sobre a chegada de visitantes a Macau em Janeiro mostram os efeitos do novo coronavírus, com quebras de todos os principais emissores, incluindo de Portugal, que, ainda assim, demonstrou resistir melhor que a maioria.

Emirates reduz mais voos para a China

26-02-2020 (11h27)

A Emirates, que é uma das companhias que vende voos para a China em Portugal, via o seu hub no Dubai, reviu em baixa as operações no segundo trimestre em quatro rotas para aeroportos chineses, em consequência do impacto do novo coronavírus nas viagens de/para a China.

Nova associação de Turismo Chinês em Portugal quer ajudar negócios afectados pelo novo coronavírus

24-02-2020 (18h08)

Uma nova Associação de Turismo Chinês em Portugal está a ser criada para ajudar os negócios afectados pelo coronavírus e potenciar o aumento das viagens entre os dois países, anunciou hoje Liang Yong, da agência de viagens Sinotravel, num almoço organizado pela APAVT e a Liga de Chineses em Portugal.

Casinos de Macau vão poder voltar a funcionar a partir de dia 20

17-02-2020 (13h56)

O Governo de Macau anunciou hoje que a partir da meia-noite do dia 20 de Fevereiro, os casinos do território, que estão encerrados há cerca de 15 dias devido ao coronavírus, vão poder voltar a funcionar.

CEO da MGM anuncia demissão

13-02-2020 (14h42)

O CEO da MGM Resorts desde 2008, Jim Murren, creditado com a expansão da companhia para a Ásia, com a abertura do MGM Macau em 2007 e do MGM Cotai em 2018, anunciou que vai deixar os cargos actuais, mas só concretizará a demissão quando a empresa tiver um substituto.

Noticias mais lidas