Macau anuncia plano de quatro anos dedicado à gastronomia

19-02-2018 (15h59)

O Governo da Região Administrativa Especial de Macau divulgou o seu plano a quatro anos com o intuito de preservar e reviver o legado cultural da cidade através de uma série de iniciativas que contam com a gastronomia como ponto comum.

No seguimento do lançamento da iniciativa "2018 Ano da Gastronomia de Macau", o Governo de Macau delineou um plano a quatro anos com diversas iniciativas em seis componentes distintas.

O plano de acção começa por criar um mecanismo de gestão e supervisão, gerida pelo Secretário de Assuntos Sociais e da Cultura, com o intuito de criar, gerir e supervisionar projectos.

O segundo passo será a criação de campanhas locais e internacionais para promover Macau como Cidade da Gastronomia da Rede de Cidades Criativas da UNESCO como as rotas culinárias da "Step Out, Experience Macao's Communities - Walking Tour Routes" ou a inclusão de elementos gastronómicos em roadshows promocionais.

A terceira componente do plano de acção será a criação de uma escola com uma área de cozinha por parte do Departamento dos Serviços de Educação e Juventude, a criação de um centro dedicado a técnicas de cozinha por parte do Institudo de Estudos de Turismo (IFT), enquanto que o Governo de Macau vai elaborar uma base de dados dedicada aos mais de 400 anos de gastronomia macaense.

A quarta componente baseia-se na troca de experiências e cooperção com outras Cidades Criativas da Rede da UNESCO através de, entre outras actividades, a participação na 12ª Reunião Anual da Rede de Cidades Criativas da UNESCO, na Polónia, de iniciativas de intercâmbio entre instituições de educação superior de diferentes cidades e a organização do Fórum Internacional de Gastronomia.

Esta componente passa ainda pela conscialização de países lusófonos, especialmente em África, para a Rede de Cidades Criativas de UNESCO e incentivar a sua candidatura.

A cooperação com indústrias de catering e culinária através da criação de programas de formação e actividades como o Macao Food Festival, as iniciativas do Guia Michelin, e a organização da cerimónia de entrega de prémios "Asia's 50 Best Restaurants Awards Ceremony" em 2018 e 2019, entre outras.

Esta componente prevê ainda a criação de pacotes de tours gastronómicos em Macau e apresentá-los a agências de viagens, além de apoio a negócios locais relacionados com gastronomia.

A última componente é dedicada à cooperação com outras indústrias de diferentes campos culturais e criativos como a presença de apontamentos gastronómicos nas performances de celebração do Ano Novo Chinês, a criação de uma zona de gastronomia para a 6ª Macao International (Industry) Expo e ainda a criação de uma secção de filmes dedicados à gastronomia no 3º International Film Festival & Awards Macao.

Clique para ver mais: Ásia & Pacífico

Clique para ver mais: Gastronomia

Clique para mais notícias: Macau

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Booking Holdings assina acordo para comprar HotelsCombined

11-07-2018 (14h34)

A Booking Holdings, grupo detentor da Booking.com, assinou um acordo para comprar o site de meta-pesquisa australiano HotelsCombined, aumentando desta forma a sua presença na zona da Ásia e Pacífico.

Macau promove aproximação entre regiões da Grande Baía e países lusófonos

11-07-2018 (13h04)

O chefe do executivo de Macau salientou num balanço da sua visita às regiões da Grande Baía que pretende reforçar a ideia de que Macau pode apoiar essas regiões na promoção de produtos e outros projectos junto dos países de língua portuguesa.

Xiamen Airlines abre reservas para rota Paris – Fuzhou

09-07-2018 (07h47)

A Xiamen Airlines, representada em Portugal pela APG, disponibilizou nos sistemas globais de reservas a sua nova rota entre Paris e Fuzhou, na China, que começa a operar a partir de 11 de Dezembro.

Aeroporto de Macau cresce 20% no primeiro semestre

06-07-2018 (09h30)

O Aeroporto de Macau teve no primeiro semestre um aumento médio de passageiros de 20%, com +22% no segmento dos que tinha o território como destino final.

Ocupação dos hotéis 5-estrelas de Macau supera os 90% nos primeiros cinco meses

29-06-2018 (17h06)

Os hotéis de 5-estrelas de Macau atingiram uma taxa de ocupação média de 91,6% nos primeiros cinco meses deste ano, mais 6,7 pontos que no período homólogo de 2017, por aumentos tanto do número de hospedes, em 11,7% ou 330,5 mil, para 3,15 milhões, como da estada média, de 1,6 para 1,7 noites.