Hotéis de Macau ultrapassaram em Novembro os 90% de taxa média de ocupação

29-12-2017 (15h46)

Os hotéis de Macau fecharam o mês de Novembro com uma taxa média de ocupação dos quartos de 90,8%, com 91,3% nos 5-estrelas e 93,7% nos 4-estrelas, de acordo com a informação divulgada hoje pela Direcção dos Serviços de Estatística e Censos (DSEC) do território.

A informação indica que relativamente a Novembro de 2016 a taxa média de ocupação dos quartos subiu 3,3 pontos, com +4,6 pontos nos 5-estrelas e +0,9 nos 4-estrelas, apesar de um aumento do número de quarto disponíveis em 2,6%, para 36,4 mil, 22,3 mil dos quais em hotéis 5-estrelas, com um aumento em 2,9%, e 7,7 mil nos 4-estrelas, como há um ano.

Os ganhos de taxa de ocupação reflectem, assim, um aumento do número de hóspedes alojados em hotéis, de 1,9% para 1,1 milhões, mantendo-se a estada média em 1,4 noites.

Nos 5-estrelas, segundo os números da DSEC, a subida da taxa de ocupação reflecte um aumento do número de hóspedes em 2,4%, para 596,4 mil, e também uma subida da estada média de 1,5 para 1,6 noites,

Os 4-estrelas, por sua vez, tiveram um aumento do número de hóspedes em 1,3%, para 314 mil, mas a estada média manteve-se em 1,2 noites.

Para o conjunto dos meses de Janeiro a Novembro deste ano, a DSEC indica um aumento da taxa média de ocupação dos hotéis em 3,7 pontos, para 86,9%, com +4,0 pontos nos 5-estrelas, para 87,1%, +3,2 pontos nos 4-estrelas, para 88,9%, +3,2 pontos nos 3-estrelas, para 84,4%, e +7,5 pontos nos 2-estrelas, para 74,9%.

Os hotéis de Macau, de acordo com os mesmos dados, somaram 11,79 milhões de hóspedes nesses 11 meses, em alta de 10,4%, com uma estada média também em alta de 1,4 para 1,5 noites.

Os 5-estrelas, categoria com mais capacidade, somam 6,41 milhões de hóspedes com uma estada média de 1,6 noites, os 4-estrelas somam 3,3 milhões de hóspedes com uma estada média de 1,3 noites, os 3-estrelas têm 1,8 milhões de hóspedes com uma estada média de 1,4 noites e os 2-estrelas têm 269,9 mil hóspedes com uma estada média de 1,2 noites.

Relativamente ao período homólogo de 2016, o aumento do número de hóspedes em 10,4% ou 1,11 milhões compreende aumentos em 6,4% ou 386,6 mil nos 5-estrelas, 4,1% ou 129,8 mil nos 4-estrelas, 48,3% ou 587,5 mil nos 3-estrelas e 2,6% ou 6,8 mil nos 2-estrelas

 

Clique para mais notícias: Macau

Clique para mais notícias: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Tufão obriga a cancelamento de mais de 100 voos em Tóquio

08-08-2018 (12h30)

Mais de 100 voos foram hoje cancelados em dois dos principais aeroportos de Tóquio, devido à aproximação de um tufão da capital japonesa e com a chuva a começar a fustigar a cidade.

Aeroporto de Macau atinge recorde mensal de passageiros em Julho

02-08-2018 (14h01)

O Aeroporto Internacional de Macau anunciou hoje em comunicado que em Julho atingiu novos recordes, com 5,7 mil voos e 740 mil passageiros.

Casinos de Macau completam 24 meses seguidos de recuperação das receitas de jogo

01-08-2018 (15h41)

Os Casinos de Macau, que são a maior indústria de jogo a nível mundial, tiveram em Julho o 24º mês consecutivo de aumento das receitas brutas de jogo, com uma subida face a 2017 em 10,3% ou 2.363 milhões de patacas (292,3 milhões de euros), ficando, no entanto, ainda 4.158 milhões de patacas (514,3milhões de euros), abaixo de Julho de 2012.

Hotelaria de Macau recebeu mais de 6,8 milhões de hóspedes no primeiro semestre

30-07-2018 (10h31)

Os hotéis e pensões de Macau receberam mais de 6,8 milhões de hóspedes no primeiro semestre, mais 7,8% que no período homólogo de 2017, indicam dados oficiais hoje divulgados.

Primeiro ano dos voos Lisboa – Pequim garante perspectiva de “crescimento futuro” – Beijing Capital Airlines

26-07-2018 (12h12)

A Beijing Capital Airlines anunciou que transportou mais de 80 mil passageiros no primeiro ano de operação da rota Lisboa – Pequim, com 80% de ocupação na época baixa e 95% na época alta, o que é uma “garantia de uma perspectiva positiva de crescimento futuro”.