Hotéis de 5 e 4-estrelas de Macau tiveram ocupações acima de 90% no 1º quadrimestre

30-05-2018 (14h53)

Os hotéis de Macau tiveram uma taxa de ocupação média de 89,5% no primeiro quadrimestre deste ano, com os 5-estrelas a atingirem 92,1% e os 4-estrelas, 90,5%, por aumento do número de clientes em 8,7%, segundo a informação divulgada hoje pelos serviços de estatísticas do território (DSEC).

A informação mostra que os hotéis de Macau tiveram alojados +8,7% ou mais 356 mil hóspedes que no primeiro quadrimestre de 2017, somando 4,52 milhões, além de uma ligeira subida da estada média, de 1,4 para 1,5 noites, com a qual a sua taxa média de ocupação aumentou 4,9 pontos.

A subida mais forte do período foi nos 5-estrelas, que são a categoria com mais unidades e mais quartos, com uma subida de 7,3 pontos, resultado de um aumento do número de hóspedes em 12,6% ou 278,8 mil, para 2,49 milhões, e uma subida da estada média de 1,6 para 1,7 noites.

Seguiram-se os 4-estrelas, segunda categoria com mais quartos, que tiveram um aumento do número de hóspedes em 3,6% ou 41,3 mil, para 1,196 milhões e uma manutenção da estada média em 1,2 noites.

Já os hotéis de 3 e 2-estrelas tiveram descidas da taxa de ocupação, respectivamente em 1,8 pontos, para 80,5%, e em quatro pontos, para 68,6%, embora em ambos os casos com aumentos do número de hóspedes, em 1,4% ou 15,5 mil nos 3-estrelas, para 650,2 mil e em 22% ou 20,4 mil nos 2-estrelas, para 112,7 mil.

No mês de Abril, em que segundo os dados da DSEC Macau teve em operação mais seis hotéis e mais 2,1 mil quartos (+5,9%, para 37,9 mil), ainda assim a taxa de ocupação subiu 2,8 pontos, para 89,4%, com aumento do número de hóspedes em 7,5% ou 79,9 mil, para 1,148 milhões.

Os 5-estrelas, que tiveram o maior aumento de capacidade do mês, com mais 1,7 mil quartos (+7,9%, para 23,7 mil) em mais dois hotéis, tiveram mesmo assim a maior subida da taxa de ocupação, em 6,1 pontos, para 91,9%, por aumento do número de hóspedes em 14,1% ou 81,1 mil, para 656,9 mil, e subida da estada média de 1,5 para 1,6 noites.

Os hotéis de 4-estrelas, por sua vez, tiveram uma melhoria da taxa de ocupação em 2,1 pontos, para 91,9%, embora com queda do número de hóspedes em 1% ou três mil, para 303,4 mil.

Os hotéis de 3 e 2-estrelas, por sua vez, tiveram quedas de ocupação de 9,1 pontos, para 77,1%, e de 1,4 pontos, para 77,1%, respectivamente.

Os 3-estrelas tiveram queda do número de hóspedes em 3,4% ou 5,5 mil, para 155,2 mil, enquanto o número de quartos aumentou em 2,6% ou cerca de cem, para 5,6 mil.

Os 2-estrelas, tiveram um aumento do número de hóspedes em 1,2% ou 7,3 mil, para 32,9 mil, mas a sua capacidade em número de quartos aumentara 33,5% ou cerca de 200 para 0,9 mil.

 

Clique para mais notícias: Macau

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Ásia & Pacífico

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

British Airways aumenta frequência de voos Londres - Mumbai para 18 por semana

26-04-2019 (12h02)

A British Airways, companhia de aviação britânica do IAG, vai aumentar a frequência de voos entre o seu hub de Londres Heathrow e a maior cidade da Índia, Mumbai (Bombaim), de 14 para 18 por semana na época estival, entre 2 de Junho e 26 de Outubro.

Novo balanço dos ataques no Sri Lanka aponta para 359 mortos

24-04-2019 (10h14)

O número de mortos nos atentados suicidas no Domingo de Páscoa no Sri Lanka subiu para 359 e mais suspeitos foram detidos nas últimas horas, informou hoje a polícia.

Macau recebeu mais 21,2% de visitantes no primeiro trimestre

23-04-2019 (10h12)

Macau recebeu mais de 10,3 milhões de visitantes nos primeiros três meses deste ano, o que corresponde a um aumento de 21,2% em relação ao período homólogo do ano passado, segundo dados oficiais divulgados hoje.

Confirmadas mais duas explosões no Sri Lanka

21-04-2019 (11h26)

O ministro da Defesa do Sri Lanka, Ruwan Wijewardene, confirmou à imprensa que ocorreram mais duas explosões no país, nas áreas de Dehiwela e Dematagoda.

Atentados matam 156 no Sri Lanka um deles um turista português

21-04-2019 (10h18)

Atentados bombistas hoje de manhã contra três igrejas e três hotéis no Sri Lanka provocaram 156 mortos, entre os quais 35 estrangeiros, sendo um português, segundo informação da cônsul de Portugal em Colombo, Preenie Pine.