Fundador da Air Asia admite instalação de base em Macau

28-03-2019 (17h08)

O fundador da Air Asia, maior low cost da região asiática, admitiu hoje a possibilidade de Macau vir a ter uma base da companhia para servir clientes chineses.

Em entrevista ao jornal “South China Morning Post” (SCMP), de Hong Kong, Tony Fernandes afirmou que “entrar na China pode ser através de Macau”, o que torna a Air Asia a primeira companhia de aviação a antecipar apostar no território depois de 25 anos de monopólio da Air Maca, que chegam ao fim em Novembro de 2020.

“Não temos que estar na China continental, mas estar em Macau é como estar na China”, afirmou o CEO da Air Asia, de ascendência portuguesa, numa conferência sobre investimento realizada em Hong Kong.

Uma base em Macau, o primeiro apoio na China para a transportadora com sede em Kuala Lumpur desde o seu serviço inaugural em 2004, facilitará o acesso a passageiros chineses.

Tal base serviria também para testar a adesão da Área da Grande Baía Guangdong - Hong Kong - Macau, um projecto de criação de uma metrópole mundial que envolve as regiões administrativas especiais chinesas de Hong Kong e de Macau, e nove cidades da província de Guangdong, no sul da China, Cantão, Dongguan, Foshan, Huizhou, Jiangmen, Shenzhen, Zhaoqing, Zhongshan e Zhuhai.

No total, esta região tem cerca de 70 milhões de habitantes e possui um Produto Interno Bruto que ronda 1,3 biliões de dólares, maior que o PIB da Austrália, Indonésia e México, países que integram o G20.

Actualmente, a Air Asia voa para quatro destinos da região da Grande Baía: Hong Kong, Macau, Shenzhen e Cantão, e está aberta à possibilidade de obter um certificado para operar uma companhia aérea em Macau, disse Fernandes.

“Se a possibilidade surgir [de ter uma base em Macau], sim, isso é outra forma” de chegar ao mercado chinês, acrescentou.

As operações da Air Asia atravessam toda a região e incluem Malásia, Tailândia, Indonésia, Filipinas, Índia e Japão. A companhia também concordou lançar uma low cost no Vietname.

A transportadora é a segunda maior utilizadora do aeroporto de Macau, onde ocupa 15% dos slots, com voos provenientes da Malásia, da Tailândia e das Filipinas, com 102 partidas marcadas todas as semanas. Só a Air Macau tem presença maior, controlando dois quintos dos slots.

“Macau tem um lugar muito especial no meu coração. Acreditaram em nós quando não éramos nada”, disse Tony Fernandes ao “South China Morning Post”.

A companhia voa para 18 destinos na China, “o que prova que a aviação na China é um mercado aberto”, acrescentou.

A Air Asia também se prepara para lançar, em Macau, serviços em terra, designadamente check-in, embarque e bagagens, o que permitirá uma redução de custos de operação.

A transportadora está ainda a preparar-se para vender viagens em transportes locais, como autocarros, ferries e comboios, o que lhe permitirá aproveitar as vantagens da ponte Hong Kong - Zhuhai - Macau, a maior travessia marítima do mundo, bem como do comboio de alta velocidade que deverá ligar toda a região, indicou o SCMP.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Macau

Clique para mais notícias: Air Asia

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Novo balanço dos ataques no Sri Lanka aponta para 359 mortos

24-04-2019 (10h14)

O número de mortos nos atentados suicidas no Domingo de Páscoa no Sri Lanka subiu para 359 e mais suspeitos foram detidos nas últimas horas, informou hoje a polícia.

Macau recebeu mais 21,2% de visitantes no primeiro trimestre

23-04-2019 (10h12)

Macau recebeu mais de 10,3 milhões de visitantes nos primeiros três meses deste ano, o que corresponde a um aumento de 21,2% em relação ao período homólogo do ano passado, segundo dados oficiais divulgados hoje.

Confirmadas mais duas explosões no Sri Lanka

21-04-2019 (11h26)

O ministro da Defesa do Sri Lanka, Ruwan Wijewardene, confirmou à imprensa que ocorreram mais duas explosões no país, nas áreas de Dehiwela e Dematagoda.

Atentados matam 156 no Sri Lanka um deles um turista português

21-04-2019 (10h18)

Atentados bombistas hoje de manhã contra três igrejas e três hotéis no Sri Lanka provocaram 156 mortos, entre os quais 35 estrangeiros, sendo um português, segundo informação da cônsul de Portugal em Colombo, Preenie Pine.

Aeroporto de Hong Kong contrata Travelport promoção da conectividade multi-modal

18-04-2019 (11h37)

A multinacional tecnológica para o turismo e transportes Travelport anunciou ter assinado um acordo para promover os serviços de conectividade multi-modal do Aeroporto Internacional de Hong Kong (HKIA) junto de viajantes da Ásia, Europa e América do Norte.