França é origem/destino de passageiros líder no Aeroporto de Lisboa no primeiro semestre

20-07-2018 (16h50)

Aeroporto de Lisboa
Aeroporto de Lisboa

Voos de/para Reino Unido têm a única queda no período

França foi a primeira origem/destino de passageiros do Aeroporto de Lisboa no primeiro semestre, com 1,746 milhões, inclusivamente mais cerca de 34 mil que nos voos domésticos.

Dados de tráfego do Aeroporto Humberto Delgado a que o PressTUR teve acesso mostram um aumento médio de passageiros no semestre em 12,9% ou 1,56 milhões, atingindo um total de 13,7 milhões, 87,5% deles em voos internacionais, nos quais o aumento foi em 14,1% ou 1,47 milhões.

França, com um aumento em 9% ou 144,2 mil, passou a liderar, suplantando o movimento em voos domésticos, cujo crescimento foi de 5,4% ou 87,7 mil, para 1,71 milhões.

Espanha foi a 3ª principal origem/destino de passageiros no semestre, com 1,5 milhões e a segunda em aumento em valor absoluto, com mais 180 mil que há um ano (+13,6%), e em 4º lugar ficou a Alemanha, com 1,27 milhões de passageiros, mas que foi no entanto líder em aumento em valor absoluto, com mais 196 mil (+18,2%).

A fechar o Top5 das origens/destinos do Aeroporto de Lisboa no primeiro semestre esteve o Reino Unido, com 1,13 milhões, mas que foi no entanto o único no Top20 a ter queda do número de passageiros, em 3,8% ou cerca de 45 mil.

O Brasil surge a abrir a segunda metade do Top10, com 901,8 mil passageiros e um aumento em 18,1% ou 138,2 mil, seguido por Itália, com 804,7 mil (+7,6% ou mais 57 mil), Estados Unidos, com 472 mil (+14% ou mais 58 mil), Suíça, com 622,2 mil (+2,3% ou mais 14 mil), e Holanda, com 550,4 mil (+12,3% ou mais 60 mil).

A lista do Top20 do primeiro semestre inclui de seguida a Bélgica, com 412 mil passageiros (+16,4% ou mais 58 mil que no primeiro semestre de 2017), Angola, com 237,4 mil (+6,8% ou mais 15 mil), Cabo Verde, com 198 mil (14,9% ou mais 26 mil), Marrocos, com 185,8 mil (+35,2% ou mais 48 mil), Polónia, com 149,6 mil (+60,9% ou mais 57 mil), Luxemburgo, com 147,9 mil (+26,1% ou mais 30 mil), Irlanda, com 142,5 mil (+7,2% ou mais nove mil), Emirados Árabes Unidos, com 135,8 mil (+8,4% ou mais dez mil), Canadá, com 135,7 mil (+96,1% ou mais 67 mil), e Áustria, com 123 mil (+30,7% ou mais 29 mil).

 

Clique para mais notícias: Aeroporto de Lisboa

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Macau recebe mais de 3,5 milhões de visitantes em Fevereiro

22-03-2019 (14h56)

Macau, que no final do ano passado inaugurou a maior travessia marítima do mundo que conecta Macau, Hong Kong e Zhuhai, recebeu mais de 3,5 milhões de visitantes em Fevereiro, mês no qual se celebrou a chegada do Ano Novo Chinês.

Travelport e Japan Airlines juntam-se para criar um GDS líder no Japão

19-03-2019 (18h25)

A Travelport e a Japan Airlines assinaram um acordo para lançar uma joint venture que visa desenvolver um GDS líder no Japão, através da integração das plataformas Travelport Japan e a Axess International Network.

HNA vende participação na TAP à Azul e ao fundo norte-americano Global Aviation Ventures

15-03-2019 (13h02)

O conglomerado chinês HNA vendeu a participação de 9% que detinha na TAP através do consórcio Atlantic Gateway à companhia aérea brasileira Azul e ao fundo norte-americano Global Aviation Ventures.

Turistas portugueses “são bastante valiosos” para Macau, Alexis Tam

12-03-2019 (23h55)

O secretário para os Assuntos Sociais e Cultura de Macau, Alexis Tam, afirmou que os turistas portugueses “são bastate valiosos” devido ao elevado tempo médio de permanência no território, que foi o mais elevado entre os principais mercados europeus em 2018, segundo dados consultados pelo PressTUR.

“Mistura das culturas é o que faz Macau diferente”, Maria Helena de Senna Fernandes

12-03-2019 (18h43)

Macau está a apostar na diversificação dos seus atractivos e a herança portuguesa vai continuar a ter um papel importante, porque a “mistura das culturas é o que faz Macau diferente”, disse ao PressTUR a directora dos Serviços de Turismo de Macau, Maria Helena de Senna Fernandes.