Avião da companhia indonésia Lion Air caiu no Mar de Java

29-10-2018 (09h07)

Foto: Boeing
Foto: Boeing

As autoridades indonésias informaram hoje que um avião da companhia aérea Lion Air caiu no Mar de Java, com 189 pessoas a bordo, 13 minutos depois de ter descolado do aeroporto de Jacarta.

"O acidente foi confirmado", disse o porta-voz das equipas de emergência, Yusuf Latif, num momento em que decorrem operações de busca e salvamento.

O avião seguia da capital indonésia para Pangkal Pinang, na ilha de Samatra, num voo que tinha uma duração prevista de uma hora.

O avião Boeing 737-800, da companhia aérea low cost Lion Air, partiu de Jacarta por volta das 06h20 de hoje (22h20 de Domingo em Lisboa).

A página de internet da Flightradar, que regista o percurso dos voos, mostra num mapa a trajetória da aeronave em direção a Sudoeste, um desvio para Sul e depois para Nordeste antes de desaparecer repentinamente sobre o Mar de Java, não muito longe da costa.

O presidente da companhia de aviação indonésia Lion Air, Edward Sirait, disse que o aparelho registou problemas técnicos no último voo, mas que foram resolvidos de acordo com os procedimentos recomendados pelo fabricante.

O director-geral do organismo de Transportes Aéreos indonésios, por sua vez, disse que o avião que fazia hoje a ligação entre Jacarta e Pangkal Pinang, Sumatra, pediu para regressar ao aeroporto da capital pouco depois da descolagem.

"O aparelho pediu autorização para regressar à base depois de ter desaparecido dos radares", disse Sindu Rahayu que não forneceu mais detalhes sobre a mensagem transmitida pelo avião.

O desastre ocorre pouco depois de ter sido levantada a proibição de ligações das companhias aéreas indonésias para os Estados Unidos e para os países da União Europeia devido a questões de segurança.

O vice-chefe do Serviço Nacional de Resgate, Nugroho Budi Wiryanto, disse que se encontram no local um total de 300 efectivos da polícia, forças armadas, além de pescadores da zona, mas que até ao momento não foram encontrados corpos das vítimas ou eventuais sobreviventes.

Entretanto, o ministro das Finanças, Sri Mulyani, que se encontra no posto de controlo do Serviço Nacional de Resgate, disse que 20 elementos do ministério, que tinham estado presentes numa reunião em Jacarta, encontravam-se a bordo do avião da Lion Air.

A Indonésia, um arquipélago do sudeste asiático de 17.000 ilhas e ilhotas, é altamente dependente de ligações aéreas, sendo que os acidentes são comuns.

Em Agosto, uma criança de 12 anos sobreviveu a um acidente aéreo que matou oito pessoas numa área montanhosa da remota província de Papua (Leste).

Em Dezembro de 2016, 13 pessoas morreram quando um avião militar se despenhou perto de Timika, outra região montanhosa de Papua.

Em Agosto de 2015, um ATR 42-300 da companhia aérea indonésia Trigana Air, que transportava 49 passageiros e cinco tripulantes, todos indonésios, caiu nas Montanhas Bintang. Nenhum sobrevivente foi encontrado.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: Ásia&Pacífico

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Aeroporto de Hong Kong contrata Travelport promoção da conectividade multi-modal

18-04-2019 (11h37)

A multinacional tecnológica para o turismo e transportes Travelport anunciou ter assinado um acordo para promover os serviços de conectividade multi-modal do Aeroporto Internacional de Hong Kong (HKIA) junto de viajantes da Ásia, Europa e América do Norte.

Jet Airways suspende todos os voos

18-04-2019 (09h47)

A Jet Airways, que já foi a maior companhia de aviação privada da Índia, com uma frota de 123 aviões e 23 mil trabalhadores, suspendeu todos os voos, por não ter como pagar o combustível e outros serviços.

APG Portugal acrescenta Air Astana ao seu programa de interline

11-04-2019 (11h03)

A Air Astana, companhia aérea de bandeira do Cazaquistão, passou a integrar o programa de emissão de bilhetes interline da APG Portugal, que já conta com mais de 80 transportadoras.

Feira de Turismo de Macau vai ter mais espaço para produtos lusófonos

09-04-2019 (13h23)

A 7ª edição da Feira Internacional da Indústria do Turismo de Macau (MITE), que se realiza de 26 a 28 de Abril, vai ter mais espaço para apresentação de produtos lusófonos do que na edição anterior, foi hoje anunciado.

Governo de Macau quer diversificar atracções para distribuir turistas pelo território

09-04-2019 (13h18)

A directora dos Serviços de Turismo de Macau, Maria Helena de Senna Fernandes, defendeu hoje a oferta de mais atracções e locais de interesse para distribuir os turistas e aliviar a pressão sentida em algumas zonas do território.