Portugal é o mercado onde a Delta está a fazer o aumento mais forte da sua oferta

23-05-2018 (13h29)

A Delta Air Lines tem este Verão 7.432 lugares por semana em voos entre Portugal e Estado Unidos, o que representa um aumento de capacidade de 216% face ao ano passado, afirmaram hoje em Lisboa os executivos da transportadora Corneel Koster e Frederic Schenk.

“Não há outra cidade ou região na nossa entidade onde estejamos a crescer a esta taxa”, sublinhou Frederic Schenk, director regional de Vendas da Delta para o Sul da Europa, numa conferência de imprensa esta manhã em Lisboa.

A companhia aérea iniciou no ano passado uma rota sazonal de Verão entre Lisboa e Nova Iorque JFK, que este ano passou a anual, com voos diários desde 3 de Maio. De Janeiro a Março de 2019 o voo será operado quatro vezes por semana (para ler mais clique: Delta passa a voar todo o ano entre Nova Iorque JFK e Lisboa).

Durante o Verão, a Delta também vai ligar Lisboa ao seu hub de Atlanta, com voos diários a partir de 26 de Maio, e Ponta Delgada a Nova Iorque JFK, com cinco voos por semana (clique para ler: Norte-americana Delta reforça em Portugal com 2ª rota para Lisboa e voo Nova Iorque JFK - Ponta Delgada).

As vendas dos voos da Delta Air Lines de/para Portugal estão “dentro das expectativas”, frisou por sua vez Corneel Koster, vice-presidente sénior da Delta para Europa, Médio Oriente, África e Índia.

Corneel Koster salientou que os Estados Unidos são o principal parceiro comercial de Portugal fora da União Europeia, com o comércio bilateral de bens e serviços entre os dois países a alcançar os 6,6 mil milhões de dólares em 2017.

O executivo acrescentou que existem mais de 130 empresas norte-americanas com actividade em Portugal, 20 mil norte-americanos a viver em Portugal e 1,3 milhões de portugueses a viver nos Estados Unidos.

Acresce ainda que o número de turistas norte-americanos em Portugal em 2017 aumentou 30%, para cerca de 685 mil.

Para Corneel Koster “é a altura certa para estreitar estas ligações, para solidificar a nossa rede e para conectar os Estados Unidos com este lindo país, com a sua cultura vibrante, as suas cidades históricas, as suas praias fantásticas, a sua comida, os seus vinhos...”.

A Delta transportou mais de 42 mil passageiros nos seus voos entre Lisboa e Nova Iorque no ano passado, com uma taxa média de ocupação dos voos de 89%.

Os principais destinos norte-americanos, segundo Frederic Schenk, foram Los Angeles, São Francisco, Mineápolis, Orlando, Boston, Detroit e Seattle.

A companhia aérea está a investir em operações transatlânticas, tendo transportado no ano passado mais de 18 milhões de passageiros em voos sobre o Atlântico (para ler mais clique: Delta Airlines somou 186,39 milhões de passageiros em 2017).

Este Verão, a Delta é a companhia aérea com a maior operação transatlântica, com rotas para 36 cidades em 19 países num total de 179 voos por dia entre Estados Unidos e EMEA (Europa, Médio Oriente e África), sublinharam ainda os executivos Corneel Koster e Frederic Schenk.

 

Continua em:

Delta está “empolgada” com o potencial dos Açores

Aeroporto de Lisboa está “muito saturado”, mas “recebemos os slots que precisávamos” – Delta Air Lines

 

Clique para mais notícias: Delta Air Lines

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Portugal

Clique para mais notícias: América

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Queda da ocupação dos voos do grupo LATAM acentua-se em Julho

08-08-2018 (16h34)

O grupo LATAM, que tem programado ter voos da sua subsidiária LATAM Brasil (antiga TAM) entre São Paulo e Lisboa a partir de inícios de Setembro, teve em Julho uma queda da taxa de ocupação média dos seus voos em 2,1 pontos, para 84%, sobressaindo o decréscimo de 3,2 pontos em voos internacionais, para 84,6%.

Air France KLM e Air Europa preparam joint-venture para voos entre Europa e América

01-08-2018 (10h43)

O Grupo Air France KLM e a Air Europa anunciaram hoje que estão a preparar a criação de uma joint-venture para reforçar as ligações aéreas entre a Europa e a América Central e do Sul.

RevPAR dos hotéis da Accor na Europa sobe 5,9% no 2º trimestre

26-07-2018 (18h02)

A AccorHotels indicou hoje que no segundo trimestre teve um aumento médio da RevPAR em 5%, influenciado principalmente pelo aumento em 5,9% na Europa, onde tem a maioria das unidades, com 2.879 em 4.530, e quase metade dos quartos (49,8%), com 325.470 em 652.939.

Canadá é a origem/destino de passageiros com o aumento mais forte em Lisboa

20-07-2018 (16h54)

O Aeroporto de Lisboa teve no primeiro semestre um aumento quase para o dobro do número de passageiros em voos de/para o Canadá, que foi assim a origem/destino com o crescimento mais forte do período, embora em valor absoluto os maiores aumentos tenham sido nas ligações com a Alemanha, com Espanha, com França e com o Brasil.

CEO da Azul prevê joint-venture com a TAP até ao fim do ano

19-07-2018 (16h14)

O CEO da companhia brasileira Azul, de que o accionista da TAP David Neeleman é fundador e presidente, afirmou que as negociações com a TAP para a criação de uma joint-venture para voos transatlânticos ainda estão a decorrer e que prevê chegar a acordo no final deste ano.