Gastos dos portugueses em turismo no estrangeiro mostram ‘deserção’ do Reino Unido e Brasil

22-05-2018 (15h59)

África e Ásia registam fortes crescimentos. Na Europa sobressaem Espanha e França

Os portugueses despenderam mais 70,5 milhões de euros em viagens e turismo no estrangeiro no primeiro trimestre deste ano, ultrapassando os mil milhões, mesmo com quebras acentuadas das despesas no Reino Unido e no Brasil, que tiveram quebras de 30,67 milhões (-25,7%) e de 10,52 milhões (-29,7%), respectivamente, concluiu o PressTUR a partir de dados do Banco de Portugal.

O Brexit, no Reino Unido, e a violência e a crise política, no Brasil, são as causas mais apontadas para explicar essas quebras ‘em contra-ciclo’ tanto com a tendência de aumento dos gastos dos portugueses em turismo no estrangeiro, em 14,2% quando se excluem Reino Unido e Brasil, como mais especificamente na Europa, que teve +12,9% sem Reino Unido, e na América, que teve +16,3% sem Brasil.

Na realidade, porém, incluindo a evolução no Reino Unido e no Brasil, os gastos dos portugueses em turismo no estrangeiro subiram 7,5% ou 70,49 milhões no primeiro trimestre, para 1.013,06 milhões, com +6,9% ou mais 53,11 milhões de euros na Europa, para 822,46 milhões, e +0,8% ou mais 0,85 milhões no continente americano, para 105,88 milhões.

Os dados do banco central português permitiram ao PressTUR concluir que os destinos em África e na Ásia foram os que tiveram os aumentos mais fortes de gastos turísticos dos portugueses, com subidas respectivamente em 35,2% ou 11,4 milhões de euros, para 43,77 milhões, e em 31,1% ou 8,27 milhões, para 34,88 milhões.

O banco central, no entanto, não publica mensalmente os dados relativos a nenhum destinos asiático e de África apenas inclui Angola, que até teve um decréscimo em 17,7% ou 1,34 milhões de euros, para 6,23 milhões, o que não impediu que o conjunto dos PALOP registasse um aumento em 43,1% ou 6,31 milhões, para 20,96 milhões.

De resto, os dados do banco central, que incluem apenas 13 países, mostram que este conjunto somou 842,75 milhões de euros de gastos de turistas portugueses, o que equivale a 83,2% do total do período, embora tendo um aumento em apenas 3,1% ou 25,49 milhões, enquanto outros destinos tiveram um aumento médio em 35,9% ou 45 milhões de euros, somando 170,31 milhões.

A impulsionar o crescimento no grupo dos Top13 estiveram em primeiro lugar os gastos em Espanha, tradicionalmente o primeiro destino, com +11,5% ou mais 29,38 milhões, somando 285,95 milhões, que equivalem a 28,2% do total, e em França, com +16% ou mais 22,23 milhões, para 161,35 milhões (15,9% do total).

Já os gastos na Alemanha tiveram um aumento moderado, em 3,5% ou 2,47 milhões, para 72,72 milhões (7,2% do total).

Em 5º lugar surgiu a Bélgica no trimestre, com 42,96 milhões de euros, com m um aumento em 17,5% ou 6,4 milhões, à frente dos Estados Unidos, que tiveram um decréscimo em 2,9% ou 1,25 milhões, para 42,15 milhões.

Entre os destinos do Top13 que no primeiro trimestre tiveram também aumentos de gastos turísticos dos portugueses contam-se Itália, com +25,3% ou mais 7,28 milhões de euros, para 36,08 milhões, Holanda, com +7,6% ou mais 1,85 milhões, para 26,18 milhões, Luxemburgo, com +2% ou mais 0,45 milhões, para 22,59 milhões, e Suíça, com +2,2% ou mais 0,39 milhões, para 18,52 milhões.

Em queda, por sua vez, estiveram os gastos na Irlanda, com um decréscimo em 7,6% ou 1,18 milhões de euros, para 14,26 milhões.

 

Para ler mais clique:

Páscoa em Março faz ‘disparar’ receitas turísticas portuguesas acima de 20%

Exportações portuguesas de transporte aéreo de passageiros superam 900 milhões de euros no primeiro trimestre

 

Clique para mais notícias: Balança portuguesa das Viagens e Turismo

Clique para mais notícias: Portugal


 

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Norwegian Air Argentina anuncia voos para Ushuaia

13-06-2019 (14h38)

A Norwegian Air Argentina, primeira subsidiária da low cost Norwegian fora da Europa que começou a operar rotas domésticas em meados de Outubro de 2018, anunciou a introdução de cinco novas rotas domésticas a partir de Setembro, início da época alta no Hemisfério Sul, uma das quais Ushuaia.

TAP inaugura rota Lisboa – São Francisco

11-06-2019 (16h17)

A TAP inaugurou esta segunda-feira, dia 10 de Junho, a rota Lisboa – São Francisco, uma ligação que terá cinco voos por semana, designadamente às segundas, terças, quintas, Sábados e Domingos.

Royal Caribbean cancela escalas em Cuba por causa de proibições dos Estados Unidos

07-06-2019 (10h09)

A Royal Caribbean alterou os seus itinerários nas Caraíbas que incluem escala em Cuba, na sequência das proibições aplicadas pelo Governo dos Estados Unidos da América.

EUA impõem novas sanções contra Cuba proibindo viagens culturais e educacionais

05-06-2019 (18h02)

Os Estados Unidos impuseram novas sanções contra Cuba proibindo viagens culturais e educacionais em grupo para a ilha assim como a exportação de barcos e aviões privados e comerciais.

TAP inaugura rota de Chicago com voo em A330-200

02-06-2019 (18h01)

Às 17h40 de hoje o Airbus A330-200 CS-TOP da TAP está sensivelmente a meio de do voo inaugural da rota de Chicago, o primeiro de três novos destinos nos Estados Unidos que vai inaugurar este mês, seguindo-se São Francisco e Washington.

Noticias mais lidas