Gastos de turistas russos subiram 29,7% em 2017 e voltaram ao Top10 mundial

29-08-2018 (12h36)

Gráfico: OMT
Gráfico: OMT

A Rússia, que para Portugal foi apenas o 21º maior emissor em receitas turísticas em 2017, regressou no ano passado ao Top10 mundial dos maiores compradores de turismo, na 8ª posição, com o maior aumento do grupo dos maiores emissores mundiais.

De acordo com a OMT, os gastos dos russos em turismo no estrangeiro subiram 29,7% em 2017, atingindo um total de 31,1 mil milhões de dólares.

Em Portugal, dados do banco central consultados pelo PressTUR, indicam que o aumento dos gastos de turistas russos até foi mais forte que o aumento médio mundial, atingindo 60,6%, mas sobre um montante baixo, pelo que o valor total do ano ficou em 104,38 milhões de euros, que permitiu à Rússia subir apenas um lugar no ranking dos maiores emissores para Portugal.

O ranking publicado pela OMT mostra que a China ‘segurou' a liderança dos ‘top spenders' mundiais com gastos no montantes de 257,7 mil milhões de dólares, não muito longe do dobro do nº2, os Estados Unidos, com 135 mil milhões, embora os gastos dos norte-americanos tenham crescido mais fortemente (+9,3%) que os dos chineses (+4,7%).

Seguem-se, tal como no Ranking dos ‘top spenders' de 2016, a Alemanha, com 89,1 mil milhões de dólares, Reino Unido, com 71,4 mil milhões, França, com 41,4 mil milhões, Austrália, com 34,2 mil milhões, e Canadá, com 31,8 mil milhões.

Neste grupo, os turistas residentes na Alemanha foram os que mais aumentaram os gastos em dólares relativamente a 2016, com +9,4%, seguindo-se Canadá, com +8,5%, Austrália, com +7,7%, Reino Unido, com +2,4%, e França, com +0,8%.

O Top10 fecha com a Federação Russa, com 31,1 mil milhões de dólares de gastos turísticos (+29,7%), República da Coreia, com 30,6 mil milhões (+12,3%), e Itália, com 27,7 mil milhões (+8,9%).

Em Portugal, o nº1 mundial, a China, foi em 2017 o 18º emissor, subindo de 23º em 2015 e 20º em 2016, com um aumento dos gastos em 79,9%, para 129,58 milhões de euros.

Os Estados Unidos, nº 2 mundial, manteve-se 5º em Portugal, com 812,8 milhões de euros (+37% que em 2016), e a Alemanha, nº 3 mundial, manteve-se 4º em Portugal, com 1.731,8 milhões de euros de gastos turísticos (+16,8% que em 2016).

O Reino Unido, 4º ‘top spender' mundial em 2017 segundo a OMT, voltou no ano passado a ser nº 1 em Portugal, com 2.591,39 milhões de euros (+14,3%), superando França, 5º mundial, que baixou para nº 2, apesar de um aumento em 9%, para 2.482,85 milhões de euros.

A Austrália, 6º ‘top spender' mundial foi 23º maior emissor para Portugal em 2017, depois de 24º em 2016 e 2015, com 69,84 milhões de dólares (+40,3% que em 2016), e o Canadá, 7º mundial, manteve-se 13º em Portugal, com 274,4 milhões de euros (+32,3%).

A República da Coreia, 9 º maior emissor mundial, em Portugal foi 35º, depois de 34º em 2016, com 17,79 milhões de euros (+42,7%), e Itália, 10º mundial, manteve-se 12º em Portugal, com em 2016 e 2015, com gastos no montante de 337,53 milhões de euros (+27,4% que em 2016).

 

Para ler mais clique:

Turistas de 53 dos 62 principais emissores aumentaram gastos em Portugal acima de 10%

Espanha subiu em 2017 a 2º maior destino turístico mundial, à frente dos EUA

Macau liderou em 2017 o crescimento de receitas turísticas no Top10 mundial


Clique para mais notícias: OMT

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

LOT contrata euroAtlantic para voos entre Budapeste e EUA

11-09-2018 (08h32)

A companhia de aviação polaca LOT contratou a transportadora portuguesa euroAtlantic para fazer os seus voos entre Budapeste e Chicago O’Hare e Nova Iorque JFK, em Boeing 767-300ER.

TAP volta a ter avião próprio nos voos para Caracas a partir de 30 de Outubro

07-09-2018 (13h28)

A TAP, que tem estado a fazer os voos Lisboa - Caracas em Boeing B767 alugado à euroAtlantic Airways, a partir de 30 de Outubro terá um dos seus Airbus A330-200.

CVC entra no mercado argentino com aquisições que a colocam no Top3

06-09-2018 (17h25)

A CVC, maior companhia sul-americana de agências de viagens e operadores turísticos, anunciou a aquisição de três empresas na Argentina que em conjunto, segundo informou, “terão aproximadamente US$500 milhões de reservas anuais confirmadas, estando entre os três maiores grupos de viagens do mercado argentino”.

Norwegian Air Argentina já aceita reservas para seis rotas domésticas

06-09-2018 (16h21)

A Norwegian Air Argentina, subsidiária da los cost Norwegian, pioneira dos voos low cost de longo curso, já abriu as reservas para as rotas domésticas que iniciará a 16 de Outubro, com voos de Buenos Aires para Córdoba e Mendonza.

Air Europa vai ter voos de Madrid para lado argentino das cataratas de Iguaçu

05-09-2018 (16h35)

A Air Europa, companhia de aviação do grupo Globalia, indicou que tem programado voar a partir de 1 de Junho de Madrid para o aeroporto argentino quer serve as Cataratas de Iguaçu (Iguazu em castelhano).