Aigle Azur quer vender operação para Portugal à low cost espanhola Vueling

12-08-2019 (14h39)

Foto: Aigle Azur
Foto: Aigle Azur

A companhia francesa Aigle Azur, que tem como accionistas maioritários o grupo chinês HNA e o accionista de referência da TAP e da Azul, David Neeleman, procura vender a sua operação em Orly para Porto, Faro e Funchal como forma de obter liquidez para se manter a voar, segundo a imprensa francesa.

“Aigle Azur quer vender os seus voos para Portugal à Vueling para ter um balão de oxigénio”, noticiou o jornal “La tribune”, que acrescenta que a companhia francesa pretende obter pelo menos 20 milhões de euros e que o negócio, incluindo a transferência de voos para o Aeroporto de Charles de Gaulle, já foi apresentado aos representantes dos trabalhadores.

A notícia sustenta que a Aigle Azur foi abandonada pelos seus accionistas, o HNA e David Neeleman, que teriam “grande parte” da estratégia de longo curso, “abandonaram” a companhia, que assim se vê na contingência de ter que procurar soluções para se manter em actividade.

A notícia diz que a Aigle azur apresentou na semana passada aos representantes dos trabalhadores uma nova organização empresarial, que passa pela criação de uma empresa operadora dos seus voos entre Paris Orly e o aeroportos portugueses do Porto, Faro e Funchal (a empresa ‘já deixou para a TAP’ as ligações com Lisboa), a qual seria depois vendida à Vueling por 15 milhões a 30 milhões, segundo “um conhecedor do dossier”.

A notícia do “La Tribune” acrescenta que o interesse da Vueling será também “recuperar 40% dos 9.850 slots” detidos pela Aigle Azur em Orly, um aeroporto onde são escassos.

O plano, acrescenta a notícia, prevê que a Aigle Azur manterá em Orly apenas uma parte dos seus voos para a Argélia  os voos para a Europa de Leste e desviará para Charles de Gaulle os restantes voos para a Argélia, bem como a ligação com o Mali, que é a única rota de longo curso que se mantém, depois de ter interrompido Pequim e São Paulo (para ler mais clique: Aigle Azur deixa de voar entre Paris Orly e Viracopos/Campinas).

 

Clique para mais notícias: Aigle Azur

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Receitas turísticas portugueses aguentam crescimento médio este ano em 7,7%

18-10-2019 (14h37)

Passados os meses de Julho e Agosto, os mais fortes do turismo em Portugal, as receitas turísticas portugueses, que são os gastos de turistas estrangeiros no país, mantêm o crescimento médio em 7,7%, que significa um aumento de 897,62 milhões de euros.

Gastos dos portugueses em turismo no estrangeiro sobem 17,8% em Agosto

18-10-2019 (14h34)

O Banco de Portugal contabilizou 626,92 milhões de euros de gastos dos portugueses em turismo no estrangeiro, o que representa um aumento em 17,8% ou 94,71 milhões de euros relativamente ao montante de Agosto de 2018 depois de revisto pelo banco central em alta de 82,28 milhões.

Presidente da TAP descarta voos directos para a China “num futuro imediato”

18-10-2019 (13h38)

O presidente do Conselho de Administração da TAP, Miguel Frasquilho, descartou a hipótese de a companhia fazer voos directos de Portugal para a China "num futuro imediato", apesar do crescimento de turistas daquele país asiático.

Banco de Portugal revê balança turística em alta de 2,1 mil milhões de euros desde 2013

18-10-2019 (13h14)

O Banco de Portugal publicou ontem novos valores de receitas e gastos turísticos para os 79 meses desde 1 de Janeiro de 2013, numa revisão que ‘acrescenta’ 2.136 milhões de euros ao saldo entre gastos de turistas estrangeiros no país e gastos dos portugueses em turismo no estrangeiro.

TAP anuncia mais 20% de capacidade para Luanda no próximo ano

17-10-2019 (14h53)

A TAP vai reforçar a sua capacidade para Luanda em mais 20% a partir do próximo ano, anunciou na capital angolana o seu Chief Marketing and Sales Officer, Abílio Martins, que realçou que para a companhia Angola “é um mercado estratégico”.

Noticias mais lidas