Transportadoras aéreas africanas assinam acordo com IATA para melhorar serviços

04-06-2018 (11h37)

A Associação Internacional de Transportes Aéreos (IATA) e a Associação de Transportadores Africanos (AFRAA) assinaram um memorando de entendimento para aprofundar a cooperação, libertar fundos bloqueados pelos Governos e aumentar a conectividade dos países africanos.

"Segundo o memorando, a IATA e a AFRAA vão trocar informações, experiências e capacidades para trabalhar em conjunto para melhorar a segurança, promover a conectividade regional e implementar o Mercado Único Africano de Transporte Aéreo (SAATM), libertar fundos das companhias aéreas bloqueados pelos Governos através de aconselhamento sobre as melhores práticas e atingir níveis razoáveis de taxas", lê-se no comunicado.

O acordo, assinado em Sydney à margem do Encontro Anual da IATA pelo director-geral daquele organismo, Alexandre de Juniac, e o secretário-geral da AFRAA, Abderahmane Berthé, prevê também o encorajamento da troca de dados entre os acionistas das companhias aéreas para melhorar a experiência dos passageiros.

"África está cheia de potencial; desbloquear os benefícios sociais e económicos da aviação é um elemento crítico para o desenvolvimento do continente", disse Alexandre de Juniac, acrescentando que "atingir o potencial, no entanto, não vai acontecer por acaso, é preciso uma melhoria contínua na segurança, uma moldura regulamentar eficaz e infraestruturas adequadas".

Os transportes aéreos movimentam um mercado de 72,5 mil milhões de dólares e empregam 6,8 milhões de pessoas no continente africano, segundo a IATA.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: África

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Air France altera modelos de aviões que vai usar nos voos de/para Luanda

14-06-2019 (15h14)

A companhia de aviação francesa Air France, que tem voos de Paris para Lisboa e para o Porto, vai passar a voar do seu hub em Paris Charles de Gaulle e Luanda em Airbus A340-300, Boeing B777-200ER e Boeing B787-9, uma vez por semana cada um deles.

Governo de São Tomé quer “aliança formal” da STP Airways com companhia da Guiné Equatorial

14-06-2019 (14h13)

O Governo são-tomense, que indicou querer substituir a portuguesa euroAtlantic como parceira da STP Airways, revelou estar a trabalhar com a Guiné Equatorial na concretização de “uma aliança formal” entre as companhias de aviação dos dois países.

Ethiopian vai ter voos directos entre a Beira (Moçambique) e Adis Abeba (Etiópia)

14-06-2019 (13h23)

A companhia de aviação etíope Ethiopian Airlines, membro da Star Alliance, como a TAP, vai passar a ter voos directos entre a cidade da Beira, capital da província moçambicana de Sofala, e Adis Abeba, capital da Etiópia.

euroAtlantic admite sair da STP Airways, mas não empurrada, Tomaz Metello

11-06-2019 (17h47)

O fundador e presidente da Administração da euroAtlantic Airways, Tomaz Metello, admitiu hoje em declarações à Agência Lusa que a empresa deixe de ser accionista da companhia são-tomense STP Airways, mas quando entender.

Governo de São Tomé anuncia que STP Airways vai deixar de ter voos para Lisboa com a sua accionista euroAtlantic

11-06-2019 (16h06)

A companhia aérea portuguesa euroAtlantic Airways vai deixar de fazer os voos da STP Airways entre Lisboa e São Tomé a partir de Outubro, após a recusa das autoridades são-tomenses de estender o acordo em vigor, anunciou o Governo são-tomense, adiantando que "outros parceiros" assumirão a rota.

Noticias mais lidas