TACV cancela 52 voos numa semana afectando mais de 7.500 passageiros

11-07-2018 (12h32)

Foto: TACV
Foto: TACV

A companhia aérea TACV Cabo Verde Airlines cancelou 52 voos desde a semana passada, por falta de aviões, afectando cerca de 7.550 passageiros, divulgou a empresa.

A Cabo Verde Airlines indicou em comunicado que já conseguiu "assegurar a protecção de 90% dos passageiros, estando os restantes 10% em processo de tentativas de acolhimento nas melhores circunstâncias possíveis, em companhias terceiras".

"Estas são circunstâncias extraordinárias que estamos a enfrentar e prevemos que sejam resolvidas nos próximos dias por forma a restabelecer a operação a curto prazo", adiantou o Conselho de Administração da companhia aérea.

A transportadora aérea pública cabo-verdiana lamentou "profundamente todos os constrangimentos causados", referindo que "está focada" no plano de protecção dos passageiros até a retoma das operações, "prevista para os próximos dias".

"Estamos a trabalhar incansavelmente para remarcar todos os nossos passageiros em voos alternativos e garantir que chegam ao seu destino da forma mais rápida e confortável possível", prosseguiu a TACV.

Na semana passada, a Cabo Verde Airlines (TACV) anunciou que cancelou voos até ao dia 4 de Julho devido a atrasos na reposição da frota, tendo accionado o programa operacional de protecção de passageiros.

Entretanto, a frota ainda não foi reposta e os voos continuam a ser cancelados.

Os TACV estão em processo de reestruturação, tendo o Governo assinado com o grupo islandês Icelandair um contrato de gestão, de forma a preparar a empresa para a privatização.

A companhia começou a operar com dois aviões da Icelandair em Novembro e, aquando da assinatura do acordo de gestão, em Agosto, o Governo cabo-verdiano anunciou que a frota da empresa iria receber até ao final deste ano mais três aviões.

Com um passivo acumulado de mais de 100 milhões de euros, a companhia, que mudou a sua base operacional da capital cabo-verdiana para a ilha do Sal, assegura agora apenas as ligações internacionais, depois de ter sido cedido à Binter Cabo Verde o mercado doméstico.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: TACV Cabo Verde Airlines

Clique para mais notícias: Cabo Verde

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Solférias, Soltrópico e Abreu contratam charters à TAP para pacotes de Carnaval e Páscoa em Cabo Verde

10-09-2018 (17h25)

A Solférias, a Soltrópico e a Viagens Abreu contrataram à TAP voos charter para as ilhas cabo-verdianas do Sal e da Boavista no Carnaval e na Páscoa, disse ao PressTUR fonte de uma das empresas.

Depressão tropical obrigou a cancelar 20 voos domésticos em Cabo Verde

03-09-2018 (11h11)

A passagem de uma depressão tropical por Cabo Verde levou ao cancelamento de 20 voos domésticos, na sexta-feira e Sábado, além da suspensão da maioria das ligações marítimas entre ilhas, estando a situação a ser normalizada.

Ethiopian Airlines prepara começar voos domésticos em Moçambique a partir de Outubro

31-08-2018 (11h43)

A Ethiopian Airlines, que se apresenta como a maior companhia de aviação africana, vai iniciar voos domésticos em Moçambique a partir de 1 de Outubro, segundo informou o presidente da empresa Aeroportos de Moçambique, Emanuel Chaves.

TUIfly Nordic programa voar para Cabo Verde de Copenhaga, Helsínquia e Estocolmo este Inverno

29-08-2018 (15h43)

A TUIfly Nordic, companhia de aviação do maior grupo mundial de operadores turísticos e agências de viagens baseada no Norte da Europa, indicou aos sistemas globais de reservas que este Inverno tem programado voar de Copenhaga, Helsínquia e Estocolmo para as ilhas cabo-verdianas da Boavista e do Sal.

Aeroporto de Maputo espera atrair mais tráfego internacional com nova certificação

28-08-2018 (10h46)

O Aeroporto Internacional de Maputo, capital moçambicana, recebeu um novo certificado que eleva a sua capacidade de resposta para voos comerciais, esperando com isso atrair mais tráfego internacional.