Riu passa a usar palhinhas biodegradávies nos seus hotéis em Portugal, Espanha e Cabo Verde

01-06-2018 (15h07)

A Riu anunciou que a partir de hoje, dia 1 de Junho, passou a utilizar palhinhas biodegradáveis nos seus hotéis em Portugal e Espanha, uma medida que também vai implementar nos seus hotéis em Cabo Verde a partir de Julho.

A iniciativa é levada a cabo em colaboração com fornecedora Emicela e significa a substituição de todo o material anterior por palhinhas mais sustentáveis, com o objectivo de ajudar a reduzir o CO2, eliminar resíduos e proteger o meio ambiente.

O tempo de decomposição das novas palhinhas varia dependendo da humidade e temperatura, mas em condições normais ocorre em 40 dias e sem deixar resíduos visíveis ou tóxicos, o que a Riu encara como "uma grande conquista se considerarmos que uma palhinha comum leva 500 anos a decompor-se".

Com esta iniciativa, o grupo hoteleiro está um passo à frente da Comissão Europeia, que apresentou um plano esta semana para proibir em 2021 uma série de artigos de plástico, incluindo palhinhas, talheres e pratos descartáveis.

Além deste plano, também o governo das Ilhas Baleares apresentou um projecto de lei sobre Prevenção de Resíduos para eliminar artigos plásticos descartáveis e que poderia entrar em vigor em 1 de Janeiro de 2020.

Em Espanha são usadas cinco mil milhões de palhinhas por ano, um número que se eleva a mil milhões por dia se contabilizado a nível mundial, segundo a rede hoteleira.

Apesar de parecerem inofensivas e decorativas em alguns cocktails, as palhinhas são consideradas a principal fonte de lixo marinho, equivalendo a 4% dos oito milhões de toneladas de resíduos plásticos em todo o mundo.

O grupo hoteleiro sublinha que as novas palhinhas são 100% biodegradáveis e também ‘compostáveis' e já podem ser encontradas nos mais de 35 hotéis da Riu nas Ilhas Canárias, na Andaluzia, no Algarve e na Madeira.

A Riu acrescenta que a partir de Julho a medida também vai ser aplicada nos seus hotéis no Sal e na Boavista e que a partir de 2019 deverá começar a implementar também no continente americano.

 

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Riu Hotels & Resorts

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Air France altera modelos de aviões que vai usar nos voos de/para Luanda

14-06-2019 (15h14)

A companhia de aviação francesa Air France, que tem voos de Paris para Lisboa e para o Porto, vai passar a voar do seu hub em Paris Charles de Gaulle e Luanda em Airbus A340-300, Boeing B777-200ER e Boeing B787-9, uma vez por semana cada um deles.

Governo de São Tomé quer “aliança formal” da STP Airways com companhia da Guiné Equatorial

14-06-2019 (14h13)

O Governo são-tomense, que indicou querer substituir a portuguesa euroAtlantic como parceira da STP Airways, revelou estar a trabalhar com a Guiné Equatorial na concretização de “uma aliança formal” entre as companhias de aviação dos dois países.

Ethiopian vai ter voos directos entre a Beira (Moçambique) e Adis Abeba (Etiópia)

14-06-2019 (13h23)

A companhia de aviação etíope Ethiopian Airlines, membro da Star Alliance, como a TAP, vai passar a ter voos directos entre a cidade da Beira, capital da província moçambicana de Sofala, e Adis Abeba, capital da Etiópia.

euroAtlantic admite sair da STP Airways, mas não empurrada, Tomaz Metello

11-06-2019 (17h47)

O fundador e presidente da Administração da euroAtlantic Airways, Tomaz Metello, admitiu hoje em declarações à Agência Lusa que a empresa deixe de ser accionista da companhia são-tomense STP Airways, mas quando entender.

Governo de São Tomé anuncia que STP Airways vai deixar de ter voos para Lisboa com a sua accionista euroAtlantic

11-06-2019 (16h06)

A companhia aérea portuguesa euroAtlantic Airways vai deixar de fazer os voos da STP Airways entre Lisboa e São Tomé a partir de Outubro, após a recusa das autoridades são-tomenses de estender o acordo em vigor, anunciou o Governo são-tomense, adiantando que "outros parceiros" assumirão a rota.

Noticias mais lidas