Moçambique já permite vistos à chegada, mas TAP recomenda obtê-lo na origem

22-08-2017 (11h20)

A TAP divulgou hoje uma informação para as agências de viagens em que recomenda que nas viagens para Moçambique os viajantes obtenham “visto na origem”, pois embora já seja possível obtê-lo à chegada a Maputo, a perspectiva é que seja “um processo moroso (que implica necessidade de tirar fotografia e preencher documentos)”.

A companhia começa por referir que “já é possível a qualquer cidadão estrangeiro, quer proveniente de país com representação ou sem representação diplomática ou consular moçambicana, obter visto no acto de entrada, nos Postos de Travessia”, conforme informação de dia 14 do Serviço Nacional de Migração da República de Moçambique.

A TAP também especifica que os passageiros que optem pela modalidade de obter o visto à chegada a Maputo devem atender que precisam “apresentar passaporte ou documento equiparado com validade não inferior a seis (6) meses; exibir garantias de subsistência; exibir garantias de meios financeiros de regresso à procedência; [e] não ter sido expulso ou encontrar-se interdito de entrar na República de Moçambique”.

“A TAP alerta no entanto, que à chegada ao aeroporto de Maputo,  a obtenção de visto possa ser ainda um processo moroso (que implica necessidade de tirar fotografia e preencher documentos). Recomenda-se portanto obter visto na origem”, conclui a informação da Direcção de Vendas da TAP às agências de viagens portuguesas a que o PressTUR teve acesso.

 

Clique para mais notícias: TAP

Clique para mais notícias: África

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Angolana BestFly contrata dois ATR 72-600 para charters de negócios

18-06-2019 (13h58)

A companhia de aviação angolana BetFly anunciou no salão aeronáutico de Paris a contratação em leasing de dois ATR 72-600 para voos charter de negócios em Angola, de acordo com o seu CEO, Nuno Pereira, citado pela imprensa internacional.

Air France altera modelos de aviões que vai usar nos voos de/para Luanda

14-06-2019 (15h14)

A companhia de aviação francesa Air France, que tem voos de Paris para Lisboa e para o Porto, vai passar a voar do seu hub em Paris Charles de Gaulle e Luanda em Airbus A340-300, Boeing B777-200ER e Boeing B787-9, uma vez por semana cada um deles.

Governo de São Tomé quer “aliança formal” da STP Airways com companhia da Guiné Equatorial

14-06-2019 (14h13)

O Governo são-tomense, que indicou querer substituir a portuguesa euroAtlantic como parceira da STP Airways, revelou estar a trabalhar com a Guiné Equatorial na concretização de “uma aliança formal” entre as companhias de aviação dos dois países.

Ethiopian vai ter voos directos entre a Beira (Moçambique) e Adis Abeba (Etiópia)

14-06-2019 (13h23)

A companhia de aviação etíope Ethiopian Airlines, membro da Star Alliance, como a TAP, vai passar a ter voos directos entre a cidade da Beira, capital da província moçambicana de Sofala, e Adis Abeba, capital da Etiópia.

euroAtlantic admite sair da STP Airways, mas não empurrada, Tomaz Metello

11-06-2019 (17h47)

O fundador e presidente da Administração da euroAtlantic Airways, Tomaz Metello, admitiu hoje em declarações à Agência Lusa que a empresa deixe de ser accionista da companhia são-tomense STP Airways, mas quando entender.

Noticias mais lidas