Marriott anuncia primeiro hotel em Moçambique, em Nampula

01-10-2018 (16h17)

Projecto do AC Hotel by Marriott Cape Town Waterfront
Projecto do AC Hotel by Marriott Cape Town Waterfront

A Marriott, maior rede hoteleira do mundo, com mais de 1,16 milhões de quartos em quase seis mil hotéis em 2016, anunciou hoje que vai abrir a sua primeira unidade em Moçambique, em 2023, em Nampula, numa área que terá também um centro comercial, um hospital e escritórios.

“O hotel, cuja abertura está prevista para 2023, faz parte de um complexo de utilização mista, que terá um centro comercial, apartamentos, casas residenciais, um hospital, escritórios e um hotel, diz num comunicado distribuído hoje no Fórum de Investimento Hoteleiro, que decorre em Nairobi, capital do Quénia.

“A propriedade de 185 quartos inclui 100 quartos de hotel e 85 quartos de estadas prolongadas, serviços de restauração, equipamento para conferências, um centro de fitness e uma piscina”, acrescenta o comunicado.

O hotel, detido pela Marriott, é um dos vários que a cadeia de hotéis quer abrir ou reconverter em África, continente onde vai investir 250 milhões de dólares (215,3 milhões de euros) e gerar 12 mil empregos, segundo os promotores.

“As economias africanas registaram taxas de crescimento sustentadas, alicerçadas principalmente pela procura interna, melhoria da gestão macroeconómica e maior estabilidade política”, argumentou o presidente e director para o Médio Oriente e África da Marriott International, Alex Kyriakidis.

“O continente ainda tem um défice de oferta no que diz respeito aos hotéis de marca, o que nos apresenta uma fantástica oportunidade para fazer crescer as nossas marcas e aumentar a nossa pegada”, acrescentou.

O grupo Marriott International está presente em 21 países africanos e Moçambique será o primeiro país lusófono a receber uma unidade das suas marcas.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Marriott

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: África

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

PR moçambicano lança primeira pedra para construção de aeroporto no sul de Moçambique

08-10-2018 (13h29)

O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, lançou a primeira pedra para construção do Aeroporto Internacional de Xai-Xai, na província de Gaza, no Sul de Moçambique, um projecto orçado em cerca de 75 milhões de dólares (65 milhões de euros).

Novas tarifas aéreas entre ilhas de Cabo Verde entram em vigor no dia 28

08-10-2018 (13h23)

As novas tarifas no transporte aéreo entre as ilhas de Cabo Verde vão mesmo entrar em vigor a 28 de Outubro, apesar do pedido de adiamento da companhia aérea Binter, que chegou a ameaçar suspender as ligações após essa data.

Nova direcção da TAAG prepara privatização da companhia aérea

08-10-2018 (13h14)

O presidente da nova administração da companhia aérea angolana TAAG indicou que a privatização da empresa vai ser feita "gradualmente", devendo, primeiro, criar-se condições "adequadas e atractivas" para o investimento privado, noticiou a imprensa angolana.

TAAG vai contar com mais aviões a partir do próximo ano

29-09-2018 (15h38)

A companhia aérea angolana TAAG, líder nas ligações entre Angola e Portugal, como voos para Lisboa e para o Porto, vai adquirir, em 2019, 11 novos aviões de médio curso e um número ainda não informado de Boeing 787 Dreamliner, de longo curso, no quadro do seu programa de modernização da transportadora.

Angola negoceia com Boeing novos aviões para a TAAG

27-09-2018 (14h59)

O Presidente de Angola revelou em Nova Iorque que as autoridades de Luanda estão a negociar a compra de novos aviões da Boeing destinados à companhia aérea angolana TAAG, que é líder em ligações com Portugal, com voos de Luanda tanto para Lisboa como para o Porto.