Low cost africana Fastjet tem futuro em risco

27-06-2018 (10h58)

A companhia aérea africana low cost Fastjet anunciou que corre risco de falir no caso de falharem as negociações com os seus principais accionistas para captar novos fundos.

“Embora as discussões iniciais com certos accionistas tenham sido positivas, as discussões estão a decorrer e não há garantia de um resultado bem sucedido”, revelou a transportadora numa declaração enviada à Bolsa de Valores de Londres, citada na imprensa britânica.

A Fastjet, cuja maioria é detida pelo fundador da easyJet, Stelios Haji-Ioannou, declarou que a 18 de Junho o seu saldo era de 3,3 milhões de dólares.

A transportadora perspectiva que alguma captação de fundos seja alcançada em conjunto com o anúncio dos resultados anuais da empresa para o ano terminado a 31 de Dezembro de 2017, acrescenta a declaração da Fastjet.

“Se a captação de recursos não for bem sucedida, os resultados anuais não serão publicados e a companhia será suspensa da negociação no [mercado secundário] AIM”, conclui a companhia.

 

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: África

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP vai alterar routing dos voos para Lomé e Accra

17-07-2018 (17h56)

A TAP, que actualmente tem quatro voos por semana de Lisboa para Lomé e seguidamente Accra, a partir do início do Inverno IATA fará duas dessas ligações indo primeiro a Accra e só depois a Lomé.

TACV Cabo Verde Airlines prevê receber hoje mais um avião

16-07-2018 (11h19)

A companhia aérea TACV Cabo Verde Airlines, que no Sábado recebeu o seu primeiro avião Boeing 757, tem previsto receber hoje, segunda-feira, mais uma aeronave e assim “retomar a estabilidade operacional”.

Receitas turísticas na Tunísia crescem 40% para 500 milhões de euros

13-07-2018 (11h38)

As receitas de turismo na Tunísia no primeiro semestre cresceram 40% face ao período homólogo do ano passado, uma evolução que o Governo tunisino atribui ao ‘regresso' dos visitantes europeus.

TUI vai investir na construção de um hotel de 500 quartos na Ilha do Sal

12-07-2018 (18h11)

A TUI irá investir, pela primeira vez directamente, na construção de uma unidade hoteleira de 500 quartos na Ilha do Sal, em Cabo Verde, anunciou o Governo cabo-verdiano.

Falta de lugares em voos Binter e TACV dificultam negócio de agências de viagens cabo-verdianas

12-07-2018 (17h04)

As agências de viagens de Cabo Verde denunciaram que estão a atravessar uma situação difícil devido à falta de lugares em voos da Binter Cabo Verde e dos TACV - Cabo Verde Airlines.