LAM espera transportar 12 a 14 mil passageiros entre Lisboa e Maputo no primeiro ano

08-10-2019 (11h27)

Foto: Nils Nedel / Unsplash
Foto: Nils Nedel / Unsplash

A LAM – Linhas Aéreas de Moçambique anunciou que vai voar entre Lisboa e Maputo a partir de Março, três vezes por semana, num A340-300 de 267 lugares da Hi Fly, esperando transportar 12 mil a 14 mil passageiros no primeiro ano.

A aeronave, propriedade da companhia aérea portuguesa Hi Fly, com a qual a LAM fez um acordo por um período experimental de seis meses, inclui 213 lugares em classe económica, 42 em económica premium e 12 em executiva.

Os voos serão operados às segundas, quartas e sextas-feiras no sentido Maputo – Lisboa e às terças, quintas-feiras e Sábados no sentido Lisboa para Maputo.

“Queremos transportar no primeiro ano entre 12 mil e 14 mil passageiros. Mas obviamente que temos de ajustar a nossa oferta ao que veremos a acontecer no mercado”, disse o director-geral da LAM, João Carlos Pó Jorge, à Lusa.

A base vai ser inicialmente “o mercado étnico entre Moçambique e Portugal, a diáspora moçambicana, que foi na verdade quem fez muita pressão para que este voo acontecesse. E compreende-se, porque estavam a voar para Maputo via outros destinos, e obviamente que o voo directo é melhor", afirmou o responsável da LAM.

Por outro lado, “queremos ir buscar aquele grupo de pessoas que está cá, que saiu de Moçambique há muitos anos, e que pensamos que vai começar a voltar para visitar” o país, acrescentou.

Há ainda o mercado "corporate a começar a intensificar-se muito, por causa dos projectos grandes do petróleo e do gás, em que a portuguesa Galp é uma das empresas presente, e também por causa de algumas indústrias de transformação”, concluiu João Carlos Pó Jorge.

(PressTUR com Agência Lusa)

Ver também:

LAM quer negociar um acordo de code-share com a TAP

 

Clique para ver mais: Aviação

Clique para ver mais: LAM

Clique para ver mais: África

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Cabo Verde Airlines vai ter mais voos Sal - Paris

10-12-2019 (16h58)

A Cabo Verde Airlines, ‘sucessora’ da TACV, vai aumentar a oferta de voos entre o Sal e Paris Charles de Gaulle ainda este mês, passando a disponibilizar quatro voos por semana.

Ilha do Sal ‘monopoliza’ cada vez mais a atracção dos turistas portugueses

10-12-2019 (16h06)

A hotelaria da ilha do Sal concentrou nos primeiros nove meses deste ano 50% dos turistas residentes em Portugal que se alojaram em estabelecimentos cabo-verdianos, acima do período do homólogo de 2018 em 3,5 pontos, por um crescimento em 18,7%, que compara com um aumento médio de turistas portugueses em Cabo Verde e 10,3%.

Cabo Verde está com crescimento a dois dígitos da procura de turistas portugueses

10-12-2019 (15h44)

A hotelaria de Cabo Verde regista até ao fim de Setembro crescimentos de 10,3% do número de hóspedes residentes em Portugal e de 10,2% das respectivas pernoitas, concluiu o PressTUR a partir dos dados divulgados pelo INE cabo-verdiano.

Turismo português para Cabo Verde cresceu 16,1% este Verão

10-12-2019 (15h40)

A hotelaria de Cabo Verde teve este Verão um aumento em 16,1% das dormidas de turistas portugueses que, uma vez mais, foram o seu segundo maior mercado internacional, atrás apenas dos residentes no Reino Unido, concluiu o PressTUR com base nos dados publicados pelo INE cabo-verdiano.

TAAG junta operadores e parceiros para jantar de Natal em Lisboa

06-12-2019 (11h44)

A companhia de aviação angolana TAAG juntou operadores turísticos e outros parceiros esta quinta-feira em Lisboa, para um jantar de Natal que encerrou com uma actuação do novo embaixador da companhia, o cantor Matias Damásio.

Noticias mais lidas