LAM e Fastjet assinam acordo de cooperação

21-03-2018 (14h01)

As Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) e a companhia aérea low cost Fastjet assinaram um memorando de entendimento que prevê acordos de code-share e interline, sinergias de rede e cooperação em sistemas comerciais, de carga, engenharia e manutenção.

A companhia estatal moçambicana regista atrasos frequentes por falta de aviões e recursos, reflexo de uma crise agravada no início do mês por dificuldades no pagamento de combustível.

A Fastjet, por sua vez, iniciou actividade no mercado doméstico de Moçambique em Novembro, com o certificado de exploração da companhia Solenta Aviation, sua principal accionista (clique para ler: Low cost Fastjet começa voos domésticos em Moçambique a 3 de Novembro).

Citado num comunicado, o presidente da comissão executiva da LAM, António Pinto, acredita que o acordo assinado na terça-feira vai servir para "fortalecer" a companhia pública e promover o turismo.

"Esta abordagem de cooperação comercial é a primeira deste tipo no continente africano", realçou o presidente executivo da Fastjet, Nico Bezuidenhout.

"A Fastjet está empenhada em explorar e alavancar o acordo em benefício de ambas as empresas e, em última instância, do povo de Moçambique", concluiu.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: LAM

Clique para mais notícias: Fastjet

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP contrata voos à Hi Fly para Maputo, Natal e Recife

22-05-2018 (11h33)

A TAP contratou à Hi Fly, companhia de aviação da família Mirpuri, vários voos para três das suas rotas intercontinentais, para a capital moçambicana, Maputo, e para as capitais nordestinas brasileiras de Natal e Recife, que vai ter um Airbus A340 a operá-los.

Incêndio destrói parte do Pestana Bazaruto Lodge

21-05-2018 (10h01)

Treze habitações do hotel Pestana Bazaruto Lodge, em Moçambique, foram danificadas na sexta-feira por um incêndio, sem provocar vítimas, anunciou fonte do parque ambiental daquela zona à Televisão de Moçambique (TVM).

Turistas portugueses na hotelaria de Cabo Verde aumentam 9,4% no primeiro trimestre

18-05-2018 (14h47)

A hotelaria de Cabo Verde teve alojados +9,4% ou mais mil turistas portugueses no primeiro trimestre deste ano, que teve o benefício de Março ter sido o mês do ‘pico’ de férias da Páscoa, que em 2017 apenas foi em Abril.

Boavista liderou crescimento das estadas de turistas portugueses em Cabo Verde no 1º trimestre

18-05-2018 (14h43)

A ilha da Boavista foi o destino cabo-verdiano com o maior aumento de dormidas de residentes em Portugal, concluiu uma análise do PressTUR aos dados divulgados pelo INE de Cabo Verde, a qual mostrou que o Sal manteve-se, no entanto, o destino nº 1 em número de pernoitas e São Vicente liderou em número de hóspedes.

Hotelaria de Cabo Verde acolhe +10,3% de turistas no primeiro trimestre – INE

17-05-2018 (14h10)

Os estabelecimentos hoteleiros em Cabo Verde acolheram 215 mil turistas no primeiro trimestre deste ano, com um aumento de 10,3% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) cabo-verdiano.