Kifaru House integra Elewana Collection e abre reservas a individuais

30-04-2018 (16h30)

Imagem: Minor Hotels
Imagem: Minor Hotels

O hotel de luxo para safaris Kifaru House, no Quénia, que apenas permitia reservas de grupos, passou a integrar a rede Elewana Collection, onde a Minor Hotels tem uma participação de 50%, passando assim a ter disponíveis reservas para viajantes individuais.

A Kifaru House encontra-se no Quénia, na Lewa Wildlife Conservancy, que em conjunto com a Borana Wildlife Conservancy, acolhe 66 rinocerontes negros e 62 rinocerontes brancos, segundo um comunicado divulgado pela Minor Hotels.

A unidade hoteleira, cujo nome significa rinoceronte em swahili, dispõe de cinco cabanas privadas, uma das quais com dois quartos, ideal para famílias, e quatro com um quarto.

No edifício principal é possível desfrutar do serviço de bar e relaxar junto de uma das duas lareiras, enquanto que o terraço fornece o palco ideal para apreciar o céu estrelado.

As actividades possíveis incluem safaris diurnos e nocturnos, passeios, visitas culturais a uma aldeia local e a um sítio arqueológico, ou simplesmente relaxar na piscina aquecida com vista para o Monte Quénia.

As instalações da Kifaru House foram erguidas com recurso a material local de acordo com as estruturas da região e de forma a ter o mínimo impacto ambiental. No que diz respeito a consumo, esta unidade conta com painéis solares e um sistema de reciclagem de água com um sistema de irrigação.

A Lewa Wildlife Conservancy contribui activamente para a protecção e gestão da fauna da região e oferece apoio às comunidades locais através de programas de consciencialização da importância do valor da vida selvagem.

Em comunicado, a Minor Hotels destaca o contributo da Conservancy para a redução do declínio de espécies da região, nomeadamente os rinocerontes.

A Conservancy dedica-se também a projectos de fornecimento de água a comunidades locais, oferece acesso a serviços de saúde nas suas quatro clínicas, facilita o acesso a educação para adultos e crianças, e promove um programa de micro-crédito para mulheres.

Os hóspedes da Kifaru House estão convidados a visitar o Joint Operations Centre e conhecer a equipa anti-caçadores no Norte do Quénia.

As instalações da Kifaru House e da Elewana Lewa Safari Camp são propriedade da Conservancy, e "todos os lucros e taxas de conservação gerados pelos campos são re-investidos directamente na conservação e em iniciativas comunitárias", afirmou James Haigh, director de vendas e marketing para a Elewana Collection.

O director de vendas também manifestou a sua satisfação por "terem sido seleccionados pela criticamente importante Lewa / Borana Wildlife Conservancy para gerir a Kifaru House além do Elewana Lewa Safari Camp".

A Elewana Collection, cujo nome significa harmonia ou compreensão em kiswahili, conta agora com 16 propriedades de luxo como acampamentos de luxo, lodges e boutique beach hotels na Tanzânia, na ilha de Zanzibar e no Quénia, das quais se destaca o conforto e a preservação.

 

Clique para ver mais: África

Clique para ver mais: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Incêndio destrói parte do Pestana Bazaruto Lodge

21-05-2018 (10h01)

Treze habitações do hotel Pestana Bazaruto Lodge, em Moçambique, foram danificadas na sexta-feira por um incêndio, sem provocar vítimas, anunciou fonte do parque ambiental daquela zona à Televisão de Moçambique (TVM).

Turistas portugueses na hotelaria de Cabo Verde aumentam 9,4% no primeiro trimestre

18-05-2018 (14h47)

A hotelaria de Cabo Verde teve alojados +9,4% ou mais mil turistas portugueses no primeiro trimestre deste ano, que teve o benefício de Março ter sido o mês do ‘pico’ de férias da Páscoa, que em 2017 apenas foi em Abril.

Boavista liderou crescimento das estadas de turistas portugueses em Cabo Verde no 1º trimestre

18-05-2018 (14h43)

A ilha da Boavista foi o destino cabo-verdiano com o maior aumento de dormidas de residentes em Portugal, concluiu uma análise do PressTUR aos dados divulgados pelo INE de Cabo Verde, a qual mostrou que o Sal manteve-se, no entanto, o destino nº 1 em número de pernoitas e São Vicente liderou em número de hóspedes.

Hotelaria de Cabo Verde acolhe +10,3% de turistas no primeiro trimestre – INE

17-05-2018 (14h10)

Os estabelecimentos hoteleiros em Cabo Verde acolheram 215 mil turistas no primeiro trimestre deste ano, com um aumento de 10,3% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) cabo-verdiano.

British Airways volta a voar para Durban nove anos depois de cessar a ligação

09-05-2018 (14h25)

A companhia de aviação britânica do IAG, British Airways, que deixou de ter voos para Durban, África do Sul, desde Março de 1999, tem programado voar directamente entre o seu hub de Londres Heathrow e Durban três vezes por semana a partir de 29 de Outubro, em Boeing Dreamliner B787-8.