Hotelaria de Cabo Verde acolhe +10,3% de turistas no primeiro trimestre – INE

17-05-2018 (14h10)

Os estabelecimentos hoteleiros em Cabo Verde acolheram 215 mil turistas no primeiro trimestre deste ano, com um aumento de 10,3% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) cabo-verdiano.

Segundo as estatísticas do turismo e movimentação de hóspedes do INE, no primeiro trimestre de 2018 entraram em Cabo Verde mais 20.186 turistas do que em igual período do ano passado.

As dormidas, por sua vez, aumentaram em 10,6%, totalizando 1.342.553.

A informação do INE indica que o Reino Unido se manteve a principal origem de turistas para a hotelaria de Cabo Verde, com 20% do total das entradas, seguido pela Alemanha, com 12,4% do total, França, com 12,2%, e Holanda, com 12,4%.

Em dormidas, o Reino Unido também se manteve em primeiro lugar, com 26,9% do total de pernoitas, seguido de Holanda, com 12,3%, Alemanha, com 11,6%, e França, com 9,8%.

Os visitantes procedentes do Reino Unido foram os que tiveram a mais elevada permanência média em Cabo Verde no trimestre em análise, com 7,6 noites, seguidos pelos turistas de Itália, com 6,5, e Alemanha, com 5,6.

Segundo os dados do INE, a ilha do Sal acolheu mais de metade (51,8%) dos turistas que visitaram Cabo Verde, seguida da ilha da Boavista (23,9%) e Santiago (11%).

Os hotéis, por sua vez, continuaram a ser os estabelecimentos mais procurados, concentrando 85,2%, enquanto as residenciais tiveram 4,3% e pensões e os aldeamentos turísticos tiveram 3,3% cada.

Durante o primeiro trimestre de 2018, o INE apurou que a taxa média de ocupação das camas em Cabo Verde foi de 62%, com a ilha da Boavista a atingir 81%, o Sal, 73%, Santo Antão, 31%, e São Vicente, 30%.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Cabo Verde

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: África

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Hotéis no Sal e na Boavista estão “no limite da sua capacidade” para o Fim de Ano – presidente da AAVTCV

10-12-2018 (12h58)

Os hotéis das ilhas cabo-verdianas do Sal e da Boavista estão “no limite da sua capacidade” para o réveillon, e os principais mercados emissores são o Reino Unido e Portugal, segundo Mário Sanches, presidente da Associação das Agências de Viagem e Turismo de Cabo Verde (AAVTCV).

Cabo Verde deve apostar na “diversidade e qualidade da oferta” turística – presidente da AAVTCV

10-12-2018 (12h56)

Mário Sanches, presidente da Associação das Agências de Viagem e Turismo de Cabo Verde (AAVTCV), considera que Cabo Verde deve apostar na criação de "roteiros e alternativas capazes de acrescentar valor e interesse para que consigamos atrair mais turistas e novos mercados".

Alemanha proíbe voos da Fly Egypt e Air Cairo

06-12-2018 (15h42)

A autoridade alemã para a aviação civil proibiu as companhias aéreas egípcias Fly Egypt e Air Cairo de voarem para o país por alegado incumprimento de um regulamento sobre catering, deixando assim alguns operadores turísticos à procura de alternativas.

Egotravel anuncia mais um voo por semana do Porto para Djerba no próximo Verão

06-12-2018 (11h50)

O operador turístico Egotravel, que está a comercializar programas para Djerba com voos de Lisboa e do Porto no próximo Verão, com uma partida semanal de cada cidade, anunciou que terá mais um voo para estância balnear tunisina a partir do Porto.

Royal Air Maroc vai juntar-se à aliança oneworld

06-12-2018 (10h27)

A Royal Air Maroc vai ser a primeira companhia de aviação africana a juntar-se à aliança oneworld, de que fazem parte as transportadoras British Airways, Iberia, LATAM, Finnair e Qatar Airways, entre outras.