Hotelaria de Cabo Verde acolhe +10,3% de turistas no primeiro trimestre – INE

17-05-2018 (14h10)

Os estabelecimentos hoteleiros em Cabo Verde acolheram 215 mil turistas no primeiro trimestre deste ano, com um aumento de 10,3% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo dados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) cabo-verdiano.

Segundo as estatísticas do turismo e movimentação de hóspedes do INE, no primeiro trimestre de 2018 entraram em Cabo Verde mais 20.186 turistas do que em igual período do ano passado.

As dormidas, por sua vez, aumentaram em 10,6%, totalizando 1.342.553.

A informação do INE indica que o Reino Unido se manteve a principal origem de turistas para a hotelaria de Cabo Verde, com 20% do total das entradas, seguido pela Alemanha, com 12,4% do total, França, com 12,2%, e Holanda, com 12,4%.

Em dormidas, o Reino Unido também se manteve em primeiro lugar, com 26,9% do total de pernoitas, seguido de Holanda, com 12,3%, Alemanha, com 11,6%, e França, com 9,8%.

Os visitantes procedentes do Reino Unido foram os que tiveram a mais elevada permanência média em Cabo Verde no trimestre em análise, com 7,6 noites, seguidos pelos turistas de Itália, com 6,5, e Alemanha, com 5,6.

Segundo os dados do INE, a ilha do Sal acolheu mais de metade (51,8%) dos turistas que visitaram Cabo Verde, seguida da ilha da Boavista (23,9%) e Santiago (11%).

Os hotéis, por sua vez, continuaram a ser os estabelecimentos mais procurados, concentrando 85,2%, enquanto as residenciais tiveram 4,3% e pensões e os aldeamentos turísticos tiveram 3,3% cada.

Durante o primeiro trimestre de 2018, o INE apurou que a taxa média de ocupação das camas em Cabo Verde foi de 62%, com a ilha da Boavista a atingir 81%, o Sal, 73%, Santo Antão, 31%, e São Vicente, 30%.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Cabo Verde

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: África

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Goa e Moçambique estão entre os possíveis destinos para as Pousadas de Portugal

25-05-2018 (13h10)

A expansão internacional das Pousadas de Portugal prevê a construção cinco unidades até 2023, estando já uma em funcionamento no Brasil, duas localizações aprovadas, no Uruguai e em São Tomé, e mais duas em estudo, que poderão ser Goa e Moçambique.

British Airways suspende voos para Luanda por falta de rentabilidade

25-05-2018 (10h34)

A British Airways vai suspender os seus voos entre Londres Heathrow e Luanda a partir de Junho, por não serem comercialmente viáveis, o que deixa o Reino Unido sem voos directos para a capital de Angola.

TAP contrata voos à Hi Fly para Maputo, Natal e Recife

22-05-2018 (11h33)

A TAP contratou à Hi Fly, companhia de aviação da família Mirpuri, vários voos para três das suas rotas intercontinentais, para a capital moçambicana, Maputo, e para as capitais nordestinas brasileiras de Natal e Recife, que vai ter um Airbus A340 a operá-los.

Incêndio destrói parte do Pestana Bazaruto Lodge

21-05-2018 (10h01)

Treze habitações do hotel Pestana Bazaruto Lodge, em Moçambique, foram danificadas na sexta-feira por um incêndio, sem provocar vítimas, anunciou fonte do parque ambiental daquela zona à Televisão de Moçambique (TVM).

Turistas portugueses na hotelaria de Cabo Verde aumentam 9,4% no primeiro trimestre

18-05-2018 (14h47)

A hotelaria de Cabo Verde teve alojados +9,4% ou mais mil turistas portugueses no primeiro trimestre deste ano, que teve o benefício de Março ter sido o mês do ‘pico’ de férias da Páscoa, que em 2017 apenas foi em Abril.