Hotelaria da ilha do Sal termina primeiro trimestre com +36,5% de dormidas de portugueses

04-06-2019 (17h48)

A ilha do Sal foi o destino cabo-verdiano que mais sobressaiu no primeiro trimestre no mercado emissor português, concluiu o PressTUR a partir dos dados divulgados pelo INE de Cabo Verde, dos quais se pode constatar que a hotelaria do Sal teve aumentos acima de 30% tanto em número de hóspedes como em dormidas.

Os dados do INE de Cabo Verde indicam que a hotelaria do Sal recebeu no trimestre 4.933 turistas residentes em Portugal, com um aumento em 38,6% ou 1.374 relativamente ao período homólogo de 2018, e o seu número de dormidas subiu 36,5% ou 8.265, atingindo um total de 30.939.

A ilha do Sal foi, assim, o destino que assegurou o crescimento do turismo português para Cabo Verde no primeiro trimestre, tanto mais quanto por si só compensou as quedas na ilha da Boavista, em 44,2% ou 951 hóspedes, para 1.201, e em 43% ou 6.008 dormidas, para 7.958.

A ‘ajudar’ a tendência de crescimento do turismo português para Cabo Verde esteve também a procura na ilha de Santiago, onde se localiza a capital do país, e que por isso tem uma procura mais étnica e de viagens profissionais, que também se caracteriza por estadas médias menores.

Os estabelecimentos da ilha de Santiago receberam no primeiro trimestre 5.646 turistas residentes em Portugal, +5,7% ou mais 304 que há um ano, e tiveram um aumento das dormidas em 10,6% ou 1.123, atingindo um total de 11.733.

Santiago subiu assim a segundo destino dos portugueses em Cabo Verde, quando no primeiro trimestre de 2018 tinha sido terceiro, atrás da Boavista, que no trimestre teve uma quebra de 44,2% ou 951 turistas portugueses, ficando em 1.201, e um decréscimo das suas dormidas em 43% ou 6.008, para 7.958.

Igualmente a cair esteve o turismo português na ilha de São Vicente, com -8% ou menos 76 hóspedes, ficando em 878, e menos 18,6% ou menos 624 dormidas, ficando em 2.724.

A contribuir para anular o efeito destas quebras esteve a evolução do turismo português para o conjunto das restantes ilhas, com aumentos no trimestre em 113,7% ou 208 hóspedes, para 391, e 14,6% ou 187 pernoitas, totalizando 1.464.

 

Ver também:

Reino Unido é cada vez mais o primeiro emissor para Cabo Verde

 

Clique para mais notícias: Cabo Verde

Clique para mais notícias: Portugal

Clique para mais notícias: África

Clique para mais notícias: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Royal Air Maroc já abriu reservas para voos Casablanca - Pequim Daxing

12-09-2019 (14h31)

A companhia de aviação marroquina Royal Air Maroc (RAM), que voa para os aeroportos portugueses de Lisboa e do Porto, já abriu as reservas para os voos entre o seu hub de Casablanca e o novo aeroporto da capital chinesa, Pequim Daxing, que tem programado começar a 16 de Janeiro próximo.

Sindicato angolano de pilotos chega a acordo com a TAAG e desconvoca greve

04-09-2019 (10h34)

A TAAG anunciou que a greve anunciada pelos pilotos foi desconvocada, depois de negociações que permitiram chegar a um acordo com o sindicato.

Soltrópico dá prémios às agências que venderem mais pacotes para São Tomé

02-09-2019 (18h07)

O operador turístico Soltrópico vai oferecer viagens, lugares em fam trips e brindes às agências de viagens que venderem mais programas para São Tomé.

São Tomé repudia resposta da euroAtlantic sobre a gestão da STP Airways

30-08-2019 (11h32)

O governo são-tomense "repudiou" hoje "a forma grosseira e arrogante" como a companhia portuguesa euroAtlantic reagiu ao acordo do excutivo com uma empresa da Guiné Equatorial para a gestão da STP Airways.

Turismo português em Cabo Verde cresce 4,6% no 2º trimestre

29-08-2019 (16h50)

A hotelaria de Cabo Verde teve um aumento das dormidas de turistas residentes em Portugal em 4,6% no segundo trimestre, impulsionado pelo crescimento do número de visitantes em 7,2%, que compensou a redução da sua estada média em 2,4%.

Noticias mais lidas