Governo moçambicano dissolve Conselho de Administração da LAM

06-07-2018 (11h38)

O Conselho de Administração da companhia Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) foi dissolvido pelo Instituto de Gestão das Participações do Estado (IGEPE), noticiou hoje a emissora pública Rádio Moçambique.

A emissora avança que a cessação de funções do Conselho de Administração da LAM foi decidida em assembleia-geral extraordinária de accionistas, dominada pelo IGEPE, e que é a entidade governamental que gere as empresas públicas

A assembleia-geral extraordinária tinha como ponto único a actual situação da companhia, explica a notícia.

Na terça-feira, cerca de 300 passageiros que pretendiam viajar de Maputo para as cidades da Beira e Nampula ficaram em terra, devido à falta de combustível nos aviões da LAM, na sequência do corte de fornecimentos por parte das petrolíferas.

O ministro dos Transportes e Comunicações de Moçambique, Carlos Mesquita, disse na quinta-feira à imprensa que o corte nos fornecimentos de combustível foi provocada por dificuldades de pagamento por parte da LAM.

No início do ano, a companhia de bandeira cancelou voos devido à falta de combustível.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: LAM

Clique para ver mais: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP vai alterar routing dos voos para Lomé e Accra

17-07-2018 (17h56)

A TAP, que actualmente tem quatro voos por semana de Lisboa para Lomé e seguidamente Accra, a partir do início do Inverno IATA fará duas dessas ligações indo primeiro a Accra e só depois a Lomé.

TACV Cabo Verde Airlines prevê receber hoje mais um avião

16-07-2018 (11h19)

A companhia aérea TACV Cabo Verde Airlines, que no Sábado recebeu o seu primeiro avião Boeing 757, tem previsto receber hoje, segunda-feira, mais uma aeronave e assim “retomar a estabilidade operacional”.

Receitas turísticas na Tunísia crescem 40% para 500 milhões de euros

13-07-2018 (11h38)

As receitas de turismo na Tunísia no primeiro semestre cresceram 40% face ao período homólogo do ano passado, uma evolução que o Governo tunisino atribui ao ‘regresso' dos visitantes europeus.

TUI vai investir na construção de um hotel de 500 quartos na Ilha do Sal

12-07-2018 (18h11)

A TUI irá investir, pela primeira vez directamente, na construção de uma unidade hoteleira de 500 quartos na Ilha do Sal, em Cabo Verde, anunciou o Governo cabo-verdiano.

Falta de lugares em voos Binter e TACV dificultam negócio de agências de viagens cabo-verdianas

12-07-2018 (17h04)

As agências de viagens de Cabo Verde denunciaram que estão a atravessar uma situação difícil devido à falta de lugares em voos da Binter Cabo Verde e dos TACV - Cabo Verde Airlines.