Governo cabo-verdiano aprova concessão para aldeamento turístico no Tarrafal

11-02-2020 (17h36)

O Governo cabo-verdiano aprovou a concessão a privados, por 50 anos, de um terreno de 8.559 metros quadrados junto ao mar, no concelho do Tarrafal, ilha do Sal, para instalação de um aldeamento turístico.

O contrato de concessão entre o Estado de Cabo Verde e os promotores privados, residentes na Holanda, indica que se trata de um terreno de domínio público marítimo, pelo qual será paga uma anuidade de 1.283.850 escudos cabo-verdianos (11.600 euros), avançou a Agência Lusa.

A verba vai reverter para o Fundo Autónomo de Desenvolvimento e Segurança do Transporte Interilhas e o contrato de concessão do projeto Aldeamento Turístico – Vista Atlântico envolve ainda uma outra área a ser beneficiada pelos promotores, com 5.904 metros quadrados, neste caso isenta de qualquer contrapartida financeira.

De acordo com o contrato de concessão, que autoriza a Direção Geral do Património e da Contratação Pública a concretizar o negócio, a instalação deste aldeamento turístico será feita em terrenos da orla marítima em Mau Passo, Chão Bom, próximo da antiga Colónia Penal do Tarrafal.

O projeto, ressalva a resolução governamental que aprova o contrato de concessão, enquadra-se na “política do Governo de atração de mais investimento, quer interno quer externo, sobretudo nos projetos com enfoco no setor do turismo”.

O Governo cabo-verdiano prevê que as receitas do turismo renovem em 2020 máximos históricos, chegando aos 430 milhões de euros, o equivalente a quase 23% de toda a riqueza produzida no país.

As previsões constam dos documentos de suporte da lei do Orçamento do Estado para 2020, colocando o turismo, como já acontece há vários anos, como a principal fonte de riqueza do país.

Cabo Verde contou com mais de 750 mil turistas em 2018 e a meta do Governo é ultrapassar um milhão e 2021.

Para 2020, o Governo estima que as receitas turísticas cresçam 10,6%, face a 2019, para 47.918 milhões de escudos (430 milhões de euros). Neste cenário do Governo, as receitas do turismo passam de 21,9% do Produto Interno Bruto (PIB), em 2019, para 22,7%, este ano.

A procura turística de Cabo Verde, segundo a previsão do Governo, deverá aumentar este ano 6%, liderada pelos turistas de Portugal e do Reino Unido, bem como de França e da Alemanha.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Cabo Verde

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Soltrópico promove webinar sobre Djerba

19-02-2020 (14h38)

O operador turístico Soltrópico está a anunciar uma sessão de formação em formato webinar sobre a ilha de Djerba, na Tunísia, no dia 27 de Fevereiro.

Egyptair vai fazer 16 charters de Lisboa para Sharm el Sheikh este Verão

18-02-2020 (12h32)

A companhia de aviação egípcia Egyptair vai fazer um voo charter semanal de Lisboa para Sharm el Sheikh, entre o deserto da península do Sinai e o Mar Vermelho, no Egipto, entre 8 de Junho e 28 Setembro (último regresso).

Ilha do Sal investe mais de 3M€ para criar Polícia Municipal com 70 efectivos

17-02-2020 (18h42)

A ilha do Sal, a mais turística de Cabo Verde, vai contar este ano com um corpo de Polícia Municipal, com até 70 efectivos, num investimento da câmara local superior a três milhões de euros até 2023.

São Tomé recebe mais 3.400 turistas em 2019

10-02-2020 (13h35)

São Tomé e Príncipe recebeu cerca de 34.900 turistas em 2019, um aumento de 4,5% (cerca de 3.400 turistas) em relação ao ano de 2018, com Portugal, Angola, França e Alemanha no topo da lista de mercados emissores.

South African Airways recebe injeção de 218 milhões de euros de banco público

29-01-2020 (15h37)

A companhia aérea estatal sul-africana South African Airways (SAA) anunciou hoje que terá acesso a 3,5 mil milhões de rands (218 milhões de euros), alocados pelo Banco de Desenvolvimento da África Austral para evitar o colapso da transportadora.

Noticias mais lidas