Governo britânico levanta alerta contra viagens para a maior parte da Tunísia

27-07-2017 (11h44)

O governo britânico levantou os alertas que tinha em vigor contra viagens para a maior parte do território da Tunísia, incluindo a capital e as praias de Sousse.

O Ministério britânico dos Negócios Estrangeiros (Foreign and Commonwealth Office) mantém contudo avisos contra viagens a algumas partes do Sul e do interior da Tunísia, designadamente as fronteiras com a Argélia e a Líbia.

A maior parte do território da Tunísia é apresentada pelo Ministério britânico com a cor verde, o que significa que os viajantes devem consultar as recomendações do Ministério antes de viajar.

No Sul e no Oeste (interior), algumas partes do território são apresentadas com as cores amarelo, que significa alerta contra todas as viagens excepto essenciais, e vermelho, cor do aviso contra todas as viagens.

A informação do Ministério britânico mantém contudo o aviso de que existe um risco acrescido de terrorismo contra a aviação, pelo que o governo britânico implementou medidas de segurança adicionais.

A Tunísia está em estado de emergência desde o ataque suicida a um autocarro da polícia a 24 de Novembro de 2014, que foi prolongado várias vezes, a última das quais a 14 de Junho deste ano, por quatro meses.

O governo britânico acrescenta que está a trabalhar numa colaboração mais estreita com as autoridades tunisinas desde o ataque terrorista em Sousse em Junho de 2015, o que levou a um aumento da presença de forças de segurança em cidades grandes e em zonas turísticas.

Os terroristas ainda são contudo susceptíveis de tentar realizar ataques na Tunísia, alerta o Ministério britânico, sublinhando que as forças de segurança permanecem em alto estado de alerta em Tunes e em outros lugares.

A recomendação é de que os visitantes devem estar sempre atentos, inclusive em locais religiosos e em festivais, seguindo os conselhos das autoridades de segurança da Tunísia e as recomendações das agências de viagens.

O Ministério português dos Negócios Estrangeiros fez a sua última actualização aos avisos sobre viagens à Tunísia a 15 de Junho, para alertar para a extensão do estado de emergência no país, mantendo “o nível de alerta ao seu ponto mais alto”.

“Apesar de se ter verificado uma certa melhoria da situação securitária, reiteram-se as recomendações de maior vigilância e prudência nos locais de trabalho, nas residências e nas deslocações e o mais estrito respeito das disposições exigidas por estas autoridades”, sublinha a informação do Ministério português.

O Ministério recomenda “particular atenção nas deslocações para zonas onde tenham ocorrido incidentes de segurança bem como para lugares de grande afluência, tais como centros comerciais e mercados”, acrescenta, aconselhando ainda fazer o “Registo ao Viajante”.

Na sequência da alteração aos avisos do governo britânico sobre viagens à Tunísia, os operadores turísticos europeus estão a planear retomar as suas operações para o país.

A Thomson e a First Choice declararam ao jornal especializado em turismo “Travel Weekly” que estão a avaliar a possibilidade de reintroduzir o destino na sua oferta, atendendo não só ao levantamento dos avisos do governo britânico como também à evolução da procura.

A Thomas Cook declarou por sua vez que levará o seu tempo a avaliar como e quando terá de novo a Tunísia na sua programação, enquanto o operador independente Just Sunshine anunciou que irá retomar rapidamente a comercialização de programas para o destino.

 

Clique para mais notícias: Tunísia

Clique para mais notícias: África

Clique para mais notícias: Europa

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Comentários
  • JOAQUIM FERREIRA

    w

    27-07-2017 (18h09)


Escrever comentário

Outras Notícias

Air Austral é a próxima companhia a alugar o A380 da portuguesa Hi Fly

06-08-2018 (11h25)

A companhia de aviação francesa Air Austral vai alugar o avião A380 da portuguesa Hi Fly para operar voos de e para a sua sede em Saint-Denis, na Ilha da Reunião.

Governo de Cabo Verde diz ter quase 20 interessados em comprar os TACV

31-07-2018 (14h09)

Quase 20 empresas e empresários nacionais e investidores estrangeiros já manifestaram interesse na compra da transportadora aérea cabo-verdiana TACV, informou hoje o Governo, indicando que o comprador fará a gestão da empresa por, pelo menos, cinco anos.

Abreu, Solférias e Soltrópico anunciam dois charters TAP para Réveillon em Cabo Verde

27-07-2018 (16h03)

A Abreu, a Solférias e a Soltrópico lançaram para o mercado dois voos charter contratados à TAP para o Fim de Ano nas Ilhas do Sal e da Boavista, em Cabo Verde, programados para partir de Lisboa no dia 26 de Dezembro.

Companhia aérea moçambicana LAM indica nova direcção-geral

24-07-2018 (09h26)

A Assembleia-Geral da transportadora Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) nomeou João Carlos Pó Jorge director-geral da companhia, "para assegurar o normal funcionamento da empresa".

TAP vai alterar routing dos voos para Lomé e Accra

17-07-2018 (17h56)

A TAP, que actualmente tem quatro voos por semana de Lisboa para Lomé e seguidamente Accra, a partir do início do Inverno IATA fará duas dessas ligações indo primeiro a Accra e só depois a Lomé.