Depressão tropical obrigou a cancelar 20 voos domésticos em Cabo Verde

03-09-2018 (11h11)

A passagem de uma depressão tropical por Cabo Verde levou ao cancelamento de 20 voos domésticos, na sexta-feira e Sábado, além da suspensão da maioria das ligações marítimas entre ilhas, estando a situação a ser normalizada.

De acordo com a agência de notícias cabo-verdiana (Inforpress), que cita o serviço de informações da ASA (Aeroportos e Segurança Aérea), todos os voos domésticos previstos para a tarde de sexta feira, com partida e chegada no Aeroporto Nelson Mandela, na cidade da Praia, foram cancelados.

Os voos internacionais não sofreram qualquer alteração.

A passagem da depressão tropical, que foi mais sentida nas ilhas de Sotavento (Brava, Fogo, Maio e Santiago), levou ainda à suspensão do transporte marítimo entre as ilhas cabo-verdianas, com excepção da ligação São Vicente - Santo Antão, conforme disse à Lusa o presidente do Serviço Nacional de Protecção Civil (SNPC) de Cabo Verde.

Segundo Reinaldo Rodrigues, a passagem da depressão tropical pelo arquipélago não causou danos materiais, registando-se apenas alguns aluimentos de terra e inundações esporádicas.

A população de Cabo Verde aguardava há mais de um ano pela época da chuva, tendo em conta a ausência de precipitação em 2017, que tem provocado grandes dificuldades, nomeadamente a quem vive da produção agrícola.

A passagem da depressão tropical por Cabo Verde caracterizou-se por ventos fortes, agitação marítima e chuva, por vezes forte.

As enchentes nas zonas baixas e o deslizamento de terras nas encostas são os principais receios das autoridades.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Cabo Verde

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

PR moçambicano lança primeira pedra para construção de aeroporto no sul de Moçambique

08-10-2018 (13h29)

O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, lançou a primeira pedra para construção do Aeroporto Internacional de Xai-Xai, na província de Gaza, no Sul de Moçambique, um projecto orçado em cerca de 75 milhões de dólares (65 milhões de euros).

Novas tarifas aéreas entre ilhas de Cabo Verde entram em vigor no dia 28

08-10-2018 (13h23)

As novas tarifas no transporte aéreo entre as ilhas de Cabo Verde vão mesmo entrar em vigor a 28 de Outubro, apesar do pedido de adiamento da companhia aérea Binter, que chegou a ameaçar suspender as ligações após essa data.

Nova direcção da TAAG prepara privatização da companhia aérea

08-10-2018 (13h14)

O presidente da nova administração da companhia aérea angolana TAAG indicou que a privatização da empresa vai ser feita "gradualmente", devendo, primeiro, criar-se condições "adequadas e atractivas" para o investimento privado, noticiou a imprensa angolana.

Marriott anuncia primeiro hotel em Moçambique, em Nampula

01-10-2018 (16h17)

A Marriott, maior rede hoteleira do mundo, com mais de 1,16 milhões de quartos em quase seis mil hotéis em 2016, anunciou hoje que vai abrir a sua primeira unidade em Moçambique, em 2023, em Nampula, numa área que terá também um centro comercial, um hospital e escritórios.

TAAG vai contar com mais aviões a partir do próximo ano

29-09-2018 (15h38)

A companhia aérea angolana TAAG, líder nas ligações entre Angola e Portugal, como voos para Lisboa e para o Porto, vai adquirir, em 2019, 11 novos aviões de médio curso e um número ainda não informado de Boeing 787 Dreamliner, de longo curso, no quadro do seu programa de modernização da transportadora.