Consulado português recomenda “cautelas adicionais” a quem viaje para o Norte de Moçambique

01-06-2018 (21h56)

O Consulado Geral de Portugal em Maputo recomendou hoje em circular “cautelas adicionais” a quem viaje para o Norte de Moçambique, depois dos ataques de grupos armados naquela área.

“Devido à situação de insegurança em várias localidades da província de Cabo Delgado, aconselham-se cautelas adicionais antes de viajar para aquela região”, diz a mensagem.

O Consulado recomenda o acompanhamento da situação através dos meios de comunicação social e a consulta regular da página sobre conselhos aos viajantes para Moçambique no Portal das Comunidades Portuguesas.

A mesma informação está disponível na área de Conselhos aos Viajantes do Portal das Comunidades Portuguesas, que publica uma actualização com data de hoje na qual escreve que “nos últimos meses têm sido noticiados vários incidentes graves em diversas localidades da província de Cabo Delgado, particularmente nos distritos de Mocímboa da Praia, Macomia e Palma, alegadamente praticados por um movimento insurgente de matriz islâmica”.

A Agência Lusa noticiou que a vila de Mocímboa da Praia e aldeias do meio rural da província de Cabo Delgado, no Norte de Moçambique, têm sido alvo de ataques de grupos armados desde Outubro de 2017, causando um número indeterminado de mortes e deslocados.

Dez pessoas foram decapitadas no Domingo, depois de terem sido interceptadas em duas aldeias remotas, sem electricidade, nem infra-estruturas.

Um estudo divulgado na última semana, em Maputo, aponta a existência de redes de comércio ilegal na região e a movimentação de grupos radicais islâmicos, oriundos de países a Norte, como algumas das raízes da violência.

Diversos investimentos estão a avançar na província para exploração de gás natural dentro de cinco a seis anos, no mar e em terra, com o envolvimento de algumas das grandes petrolíferas mundiais.

 

Clique para mais notícias: África

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Solférias, Soltrópico e Abreu contratam charters à TAP para pacotes de Carnaval e Páscoa em Cabo Verde

10-09-2018 (17h25)

A Solférias, a Soltrópico e a Viagens Abreu contrataram à TAP voos charter para as ilhas cabo-verdianas do Sal e da Boavista no Carnaval e na Páscoa, disse ao PressTUR fonte de uma das empresas.

Depressão tropical obrigou a cancelar 20 voos domésticos em Cabo Verde

03-09-2018 (11h11)

A passagem de uma depressão tropical por Cabo Verde levou ao cancelamento de 20 voos domésticos, na sexta-feira e Sábado, além da suspensão da maioria das ligações marítimas entre ilhas, estando a situação a ser normalizada.

Ethiopian Airlines prepara começar voos domésticos em Moçambique a partir de Outubro

31-08-2018 (11h43)

A Ethiopian Airlines, que se apresenta como a maior companhia de aviação africana, vai iniciar voos domésticos em Moçambique a partir de 1 de Outubro, segundo informou o presidente da empresa Aeroportos de Moçambique, Emanuel Chaves.

TUIfly Nordic programa voar para Cabo Verde de Copenhaga, Helsínquia e Estocolmo este Inverno

29-08-2018 (15h43)

A TUIfly Nordic, companhia de aviação do maior grupo mundial de operadores turísticos e agências de viagens baseada no Norte da Europa, indicou aos sistemas globais de reservas que este Inverno tem programado voar de Copenhaga, Helsínquia e Estocolmo para as ilhas cabo-verdianas da Boavista e do Sal.

Aeroporto de Maputo espera atrair mais tráfego internacional com nova certificação

28-08-2018 (10h46)

O Aeroporto Internacional de Maputo, capital moçambicana, recebeu um novo certificado que eleva a sua capacidade de resposta para voos comerciais, esperando com isso atrair mais tráfego internacional.